segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019


Caicó recebe mais 12 venezuelanos dentro de programa de interiorização de refugiados

O Rio Grande do Norte recebeu neste sábado (12) um grupo de 12 venezuelanos inscritos no programa de interiorização dos imigrantes que estão solicitando refúgio país.

As três famílias, compostas por cinco adultos e sete crianças, fazem parte da terceira leva que chega ao estado. Os primeiros participantes do programa desembarcaram em outubro do ano passado no estado. Eles foram acolhidos em Caicó, na região Seridó potiguar.

O novo grupo chegou a Natal em uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) por volta das 10h20 e foi levado a Caicó pelas equipes do 1º Batalhão de Engenharia de Construção do Exército, chegando ao município por volta das 15h30, sendo acolhidos no abrigo da organização humanitária internacional ‘Aldeias Infantis SOS', que faz parte do programa.

De acordo com Francisco Santiago Júnior, coordenador do abrigo e gestor do programa no estado, o grupo entrou em vagas abertas pela saída de outros venezuelanos, que já alcançaram autonomia, através do trabalho, e conseguiram deixar o abrigo.

"À medida que aqueles que chegaram antes vão encontrando uma condição de autonomia, de oportunidades de interiorização, eles são desligados do programa, vão dar seguimento à sua vida e novos grupos virão", diz.

De acordo com ele, as 60 vagas do abrigo estão ocupadas. Desde a chegada do primeiro grupo, um total de 32 pessoas já foram desligadas do programa. São venezuelanos que passaram por cursos, se qualificaram, aprenderam novas profissões e conseguiram emprego e autonomia para deixar o abrigo, segundo Santiago.

O primeiro grupo com 60 venezuelanos chegou em outubro de 2018. O segundo grupo, formado pela mesma quantidade de pessoas e famílias que este terceiro desembarcou em dezembro no estado.

A interiorização busca ajudar solicitantes de refúgio e de residência no país, que estão fugindo da crise da Venezuela, a encontrar melhores condições de vida em outros estados brasileiros além de Roraima, que faz fronteira com o país. Todos aceitam, voluntariamente, participar do programa e são vacinados, submetidos a exame de saúde e regularizados no Brasil – inclusive com CPF e carteira de trabalho.

G1RN

Combustível de qualidade você vai encontrar nos postos santana e Boa Passagem

Aqui você encontra um preço super promocional em gasolina comum e aditivada!

Posto Santana I fica na Av. Coronel Martiniano no Centro de Caicó. Funcionamos 24 horas.

O Posto Boa Passagem fica na Av. Rui Mariz no Bairro Boa Passagem. Funcionamos 24 horas.

O Posto Boa Passagem é o único posto de Caicó que vende gás veicular.

Contatos : 84 - 3417 - 2652

domingo, 17 de fevereiro de 2019


Bombeiros localizam mais dois corpos em Brumadinho

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais localizou dois corpos de ontem (16) para hoje (17) em Brumadinho, onde uma barragem da mineradora Vale se rompeu. Um corpo estava próximo à Instalação de Tratamento de Minério (ITM) e o outro, na região do Remanso 2. Fragmentos de corpos também foram localizados pelas equipes nas últimas horas.

“Uma ação muito importante que iniciamos no dia de hoje foi o rompimento estrutural [demolição] da estrutura colapsada da ITM com maquinário pesado, inclusive com tesoura hidráulica”, informou a corporação. Esse tipo de acesso, segundo o corpo de bombeiros, é importante na localização de eventuais corpos que estejam em locais até então inacessíveis.

“É um trabalho meticuloso, uma vez que existem cilindros de acetileno e GLP [gás liquefeito de petróleo] no local e atmosferas que demandam utilização de equipamentos especiais para respiração”, acrescentou o texto.

O último balanço da corporação, de sexta-feira (15), aponta que a tragédia no município mineiro deixou, até o momento, 166 mortos – todos já identificados. Há ainda 144 pessoas, entre funcionários da Vale, terceirizados que prestavam serviços à mineradora e membros da comunidade, que continuam desaparecidas.

Agência Brasil

Inicio da gestão Bolsonaro deixa RN fora de algumas coisas importantes


O ministro do Desenvolvimento Regional, Augusto Canuto, informou na ultima quinta-feira, 14, após reunião com a governadora Fátima Bezerra em Natal, que o Rio Grande do Norte foi convidado para participar da Câmara de Conciliação e Arbitragem em relação ao contrato de operação da transposição das águas do rio São Francisco, apesar de o Estado ter ficado de fora da primeira etapa da transposição.

Segundo o ministro, também foi feito um convite para que a governadora faça parte do Conselho Deliberativo da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), cuja reunião ocorrerá em maio, com o objetivo de discutir o plano de desenvolvimento do Nordeste e a aplicação dos recursos do Fundo Constitucional do Nordeste (FNE).

“A prioridade no Ministério do Desenvolvimento Regional é o Nordeste, por meio da distribuição de água de qualidade e em quantidade suficiente para todos os cidadãos”, disse Canuto.

Em relação à transposição das águas do rio São Francisco, o ministro confirmou que há uma situação de complexidade em um primeiro momento. “Estamos resolvendo uma série de problemas do eixo Norte, na parte de infraestrutura civil, e ainda não podemos precisar datas. Faremos testes com a estrutura existente para que não haja defeitos”, explicou.

De acordo com o ministro, isso significa que somente a partir de maio a água chegará aos estados do Ceará, Paraíba e Pernambuco em uma primeira etapa – o RN ficará de fora. Já em relação à manutenção das barragens, Augusto Canuto admitiu que há uma restrição orçamentária, mas o que já foi anunciado será mantido, citando que a prioridade – por um pedido da governadora Fátima Bezerra – é a da Passagem das Traíras, na região do Seridó.

Quanto à barragem do Oiticica, localizada no município de Jucurutu, também no Seridó, que já está em construção, o ministro frisou que é a segunda prioridade. “Terei uma reunião com o Departamento Nacional de Obras Contra a Seca – Dnocs – para saber o que está travando no repasse de recursos, mas trata-se de uma prioridade e vamos conclui-la”, informou.

Questionado sobre irrigação utilizando tecnologia israelense de dessalinização das águas oceânicas no Nordeste, Augusto Canuto foi enfático ao afirmar que se trata de uma boa opção para municípios litorâneos, principalmente para poupar os recursos hídricos dos mananciais das demais regiões do Estado. “O aproveitamento das águas deverá seguir esta lógica”, acrescentou. O ministro Augusto Canuto disse, ainda, que recebeu – da governadora Fátima Bezerra – o projeto Seridó e que será dado toda a atenção por não exigir tantos recursos. O projeto custará R$ 150 milhões e poderá garantir que o RN receba as águas do São Francisco em um segundo momento.

Mãe de piloto que faleceu em acidente com Boechat morre três dias após o filho

Três dias após a morte do piloto Ronaldo Quattrucci em um acidente de helicóptero que também matou o jornalista Ricardo Boechat na última segunda-feira, a mãe dele, Philomena, faleceu. A informação foi publicada pela filha do piloto, Amanda Martinez, em seu perfil no Instagram.

Segundo o relato, Philomena tinha uma doença terminal e não recebeu a notícia da morte do filho. Na postagem, a jovem ainda cita o tio, Rogério, que era piloto e morreu em um acidente aéreo em 1998 .

“Quando meu pai estava sofrendo com sua doença terminal, a vida nos surpreende e Deus o levou três dias antes dela. Você não a viu ir e ela não chegou a saber da sua partida e agora continuam juntos em outro plano. Oro por vocês e sei que irão guiar e cuidar de nós que ficamos, junto com o tio Rogério. Amo muito vocês e vou amar por toda eternidade”, escreveu Amanda.

No fim do texto Amanda agradece pelas mensagens de carinho e conforto que a família têm recebido e informa que a missa de sétimo dia da  avó e do pai será realizada às 19h30 da próxima segunda-feira na Igreja Cristo Rei, no Tatuapé, São Paulo.

O GLOBO

sábado, 16 de fevereiro de 2019


Caicó recebe sinalização turística

A cidade de Caicó está ganhando neste sábado (16), sua sinalização turística. Esse trabalho é uma parceria da Prefeitura com o governo estado através do governo cidadão.   A equipe da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo do município fez todos levantamento dos pontos ainda em 2017 e solicitou a inclusão as ações do governo do Estado.

Carreta bitrem com carga de algodão incendeia em Caicó


Uma carreta carregada de algodão incendiou na BR - 437, estrada que liga Caicó a Serra Negra do Norte, na altura da fazenda Lagoa da Serra, próximo ao Posto da PRF.

O acidente aconteceu por volta das 5:00 horas da manhã deste sábado (16). O motorista saiu ileso do veículo e toda a carga foi queimada.

Bombeiros de Caicó foram acionados para o local e conseguiram conter as chamadas.

Imagem via WhatsApp.

Helicóptero que transportava Boechat sofreu pane mecânico


O helicóptero que transportava o jornalista Ricardo Boechat, de 66 anos, sofreu uma pane mecânica antes de cair na Rodovia Anhanguera, em São Paulo, apontam informações preliminares da Polícia Civil. O inquérito policial não deve responsabilizar criminalmente nenhum dos envolvidos. O piloto Ronaldo Quattrucci, de 56 anos, também morreu no acidente.

A queda aconteceu na última segunda-feira, 11. “Houve uma pane mecânica. Quer dizer, não há de se falar que o cara ia por um remold lá no motor ou sei lá onde, montar na aeronave e subir”, afirmou ao Estado o delegado Luiz Roberto Hellmeister, responsável pelo inquérito na Polícia Civil. Os investigadores aguardam laudos para confirmar as circunstâncias do acidente.

Quattrucci era sócio majoritário da empresa RQ Serviços Aéreos Especializados, com sede em São Paulo. “Ele era dono da aeronave e único piloto da empresa. Ficou comprovado por profissionais da área que ele fez todo procedimento de pouso de emergência”, disse Hellmeister.

Para o delegado, as investigações, até o momento, apontam para possível responsabilidade administrativa – e não criminal – de pessoas vinculadas à empresa. Dois dias após a tragédia, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) suspendeu a RQ Serviços Aéreos por haver “indícios” que ela prestava serviços de táxi-aéreo sem autorização.

A versão foi confirmada à Polícia Civil nesta sexta-feira, 15, pelo filho e sócio do piloto, o nutricionista Rodrigo Quattrucci, de 23 anos, detentor de menos de 2% das ações da RQ Serviços Aéreos. Segundo as investigações, ele só teria ido quatro vezes na empresa desde a fundação, em março de 2004.

Na delegacia, ele informou que a aeronave não tinha seguro. Havia apenas seguro para os tripulantes, que teria sido posto à disposição de familiares das vítimas e do motorista do caminhão em que o helicóptero colidiu.

Boechat morreu por politraumatismo

Laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que Boechat morreu em decorrência de politraumatismo provocado pela queda do helicóptero. De acordo com o documento, o jornalista sofreu traumatismos torácico e abdominal, “caracterizando politraumatismo, com carbonização secundária”.

O exame não apontou indícios de que Boechat inspirou fuligem ou fumaça antes de morrer. “(Foi detectada) uma concentração abaixo de 10% de carboxihemoglobina (intoxicação por monóxido de carbono) no sangue, o que indica que a vítima já se encontrava em óbito antes da exposição ao gás”, afirma o laudo. O corpo do jornalista foi reconhecido pela arcada dentária.

Estadão Conteúdo.