sexta-feira, 18 de setembro de 2020


Polícia Penal faz “Operação Varredura na cadeia pública de Ceará-Mirim



Policiais penais da Secretaria da Administração Penitenciária (SEAP) realizaram nesta sexta-feira, dia 18, mais uma etapa da “Operação Varredura”. O alvo desta vez foi a Cadeia Pública Dinorá Simas Lima Deodato, na zona rural de Ceará-Mirim. Com 1.196 internos, a unidade passou por uma revista minuciosa nas celas e teve reforço no patrulhamento da área externa. A ação visa complementar a rotina de procedimentos para manter os presídios do Rio Grande do Norte com segurança, ordem, disciplina e controle.

O secretário da Administração Penitenciária, Pedro Florêncio Filho, explicou que a operação é uma continuidade da realizada, na semana passada, no Complexo de Alcaçuz, em Nísia Floresta, e terá continuidade em todas as 17 unidades prisionais do Estado. O secretário disse que ação é específica, com o emprego de grupos táticos e de operações especiais, na qual são fiscalizadas as pessoas privadas de liberdade, uma a uma, além da estrutura das celas, grades, pátios e corredores. Os policiais também patrulham as áreas externas das unidades. 

A Polícia Penal utilizou as cadlas Danka e Lola do Grupo Penitenciário de Operações com Cães (GPOC). O primeiro cão é utilizado em procedimentos de intervenção prisional e o segundo para farejar drogas. Lola percorreu as celas uma a uma. Após três horas e meia de operação, nenhum objeto ilícito foi encontrado, confirmando que nada escapou às fiscalizações desenvolvidas no dia a dia pelos servidores de plantão na unidade. 

A Cadeia Pública conta com o “Body Scan”, um equipamento que agiliza as revistas. O aparelho usa raios-X em baixas doses para identificar qualquer tipo de objeto ilegal que possa estar escondido com os visitantes. Participaram da operação os policiais penais do plantão da Cadeia Pública de Ceará-Mirim, do GPOC, do Departamento de Operações Táticas (DOT), da Coordenadoria de Administração Penitenciária (COEAPE), do Grupo de Operações Especiais (GOE) e do Gabinete de Segurança Institucional (GSI).

@plantaocaico 

Prefeitura do Rio de Janeiro libera público para jogos em Outubro


A Prefeitura do Rio de Janeiro emitiu nota, na noite desta sexta-feira (18), autorizando o retorno do público aos estádios a partir do próximo dia 4, no duelo entre Flamengo x Athletico-PR, no Maracanã, pela Série A do Campeonato Brasileiro. Ainda de acordo com o órgão municipal, o estádio terá capacidade limitada a um terço, cerca de 20 mil pessoas.
Segundo a prefeitura, será obrigatório o uso da máscara de proteção e aferição de temperatura na entrada dos estádios. Na próxima semana, haverá uma reunião dos clubes e Ferj com entidades públicas para que a pauta possa ser alinhada, com a criação de um novo protocolo. Para que o jogo referido pela Prefeitura do Rio receba público, será preciso o aval da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Diário do Nordeste - @plantaocaico 

Maior acordo de patrocínio esportivo individual da história do futebol fez Neymar trocar Nike pela Puma


Quem obteve acesso ao contrato de Neymar momentos antes da assinatura do contrato com a Puma garante: é o maior acordo de patrocínio esportivo individual da história do futebol. Entre diversos itens que compõem o contrato, a remuneração do craque chega a 25 milhões de euros anuais (158,5 milhões de reais), segundo duas fontes que falaram em condição de anonimato ao Radar Econômico.

O acordo é mais que o dobro em relação ao que recebia da Nike desde 2011. Para fechar com a marca alemã, Neymar teve de quebrar um contrato com a Nike que era válido por mais dois anos ainda.

Para comparar, o acordo supera os contratos de Cristiano Ronaldo com a Nike (16,2 milhões de euros anuais) e de Lionel Messi com a Adidas (20 milhões de euros anuais). Os valores dos contratos do português e do argentino foram divulgados em momentos diferentes pela revista Forbes.

Veja - @plantaocaico 

Confirmado 39 novos casos de Covid-19 e 42 pessoas recuperadas nesta sexta-feira (18), em Caicó


Nesta sexta-feira (18), a Secretaria Municipal de Saúde vem por meio desta divulgar o registro de TRINTA E NOVE novos casos de COVID-19 no município, sendo TODOS comunitários.

Comunicamos também a recuperação de QUARENTA E DUAS pessoas na comunidade.

Com relação aos casos de hoje, 23 são do sexo feminino e 16 masculinos. Deste 01 criança.

Os casos residem:
07 – Centro;
01 – Alto da Boa Vista;
07 – Walfredo Gurgel;
02 – João Paulo II;
02 – Barra Nova;
03- Paraíba;
01 – Nova Caicó;
01 – João XXIII;
01 – Recreio;
01 – Jardim do Allah;
04- Boa Passagem;
03 – Paulo VI;
01- Castelo Branco;
02- Acampamento;
01-Vila do Príncipe;
01- Samanaú;
01- Canutos e Filhos;

Destes 06 foram confirmados por TR e 33 por RT-PCR.

@plantaocaico 

Jovem é picado oito vezes pela mesma cobra

Um jovem indiano, de 17 anos, foi picado oito vezes pela mesma cobra no decorrer de um mês. A família de Yashraj Mishra relatou que o garoto foi hospitalizado várias vezes. Nos últimos dias, acreditando que estaria sendo perseguido pelo animal, Yashraj procurou médicos e até encantadores de cobra.

“Depois que meu filho foi mordido pela terceira vez, eu o mandei para a casa de meu parente Ramji Shukla na vila de Bahadurpur. Poucos dias depois, meu filho viu a mesma cobra perto de casa e ela o mordeu novamente”, disse o pai da vítima, Chandramauli Mishra.

Os ataques ocorreram em um vilarejo de Uttar Pradesh, na Índia. O último incidente ocorreu no dia 25 do mês passado. O pai do garoto disse ainda que Yashraj está “mentalmente perturbado e vive com medo constante da cobra.”

@plantaocaico 

Polícia Civil prende três policiais militares suspeitos de envolvimento no homicídio do jovem Gabriel



Policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) deram cumprimento, nesta quinta-feira (17), em desdobramentos da Operação “Romanos 12:19”, a mandados de prisão temporária em desfavor de três investigados pelo crime de homicídio que vitimou o jovem Giovani Gabriel de Souza Gomes. As diligências resultaram na prisão de três policiais militares e na renovação da prisão temporária de outro policial militar, que havia sido preso no dia 19 de agosto deste ano. Os quatro suspeitos são lotados no município de Goianinha.

A investigação revelou que após um roubo de um veículo pertencente ao irmão do policial militar suspeito (sargento), ocorrido em Parnamirim, foram acionados colegas para dar apoio ao seu irmão na recuperação do veículo, que possuía rastreador. Diversos policiais foram contactados para atender a ocorrência, deslocando-se até a região onde apontava o GPS. Ao longo das buscas, uma guarnição da Polícia Militar (PM) chegou ao local onde o veículo estava, presenciando o momento no qual os criminosos estavam retirando os pertences do veículo. 

Os suspeitos do roubo, ao visualizarem a viatura, fugiram pela região de mata. Os policiais deram continuidade às buscas, ingressando na mata. No local, alguns policiais militares abordaram o jovem “Gabriel” e se certificaram de sua história. Após alguns momentos de detenção, eles liberaram o jovem. Ao sair da região de mata, Giovani Gabriel foi visto por populares que passavam com seu veículo pelo local e avisaram a uma outra viatura que também realizava as buscas no local. 

Nessa viatura, estavam os três cabos presos nesta quinta-feira (17), que haviam sido acionados pelo sargento. Os militares então abordaram o jovem Gabriel, que chegou a informar aos policiais que já havia sido liberado pela outra viatura; mas, mesmo assim, o jovem foi colocado na mala do veículo, sendo este o último momento em que foi visto com vida.

As investigações apontam que os três policiais executaram a vítima e se deslocaram até o município de São José do Mipibu, onde deixaram o corpo, que foi encontrado no dia 14 de junho, em uma região de mata na comunidade Pau Brasil, a 30 km de Natal e a 20 km de Parnamirim. 

De acordo com as investigações, os três cabos que estavam na viatura, desde o momento que abordaram o jovem Gabriel, mantiveram um estreito processo de comunicação com o sargento, irmão da vítima do crime de roubo em Parnamirim. Tal comunicação indica o conhecimento dos fatos e participação ativa na prática do crime de homicídio, pois, ainda de acordo com as investigações, o sargento chegou a agradecer aos três cabos presos, em grupo de WhatsApp, todo o apoio prestado.
Dois dos policiais estavam de serviço e foram presos após se apresentarem ao Comando Geral e o terceiro suspeito foi preso em sua residência. Dessa forma, foram identificados e presos todos os envolvidos no homicídio de Giovani Gabriel. Com a prorrogação da cautelar, o Inquérito deve ser concluído no prazo de 30 (trinta) dias, restando pendente apenas os laudos periciais e a análise de  dados para a finalização da investigação.

*Sobre o caso*

Giovani Gabriel foi visto pela última vez na manhã do dia 5 de junho deste ano, quando saiu de casa no bairro Guarapes, em Natal, para ir de bicicleta à casa da namorada em Parnamirim. Na semana seguinte ao desaparecimento, os policiais civis chegaram a encontrar suas sandálias e a bicicleta em uma área de vegetação em Parnamirim, próxima à casa da namorada. O corpo do jovem Gabriel foi encontrado no dia 14 de junho, em uma região de mata na comunidade Pau Brasil, em São José de Mipibu - a 30 km de Natal e a 20 km de Parnamirim. De acordo com as investigações, o crime de homicídio provavelmente ocorreu logo após o jovem Gabriel ser confundido com um suspeito da prática de um crime de roubo de um veículo, no bairro de Emaús, no município de Parnamirim. 

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS - @plantaocaico 

Governo autoriza retorno dos bancos no RN a partir do dia 28/09



O Governo do Estado autoriza o retorno do funcionamento pleno das instituições financeiras e bancárias no Rio Grande do Norte a partir do próximo dia 28. A portaria conjunta será publicada nesta sexta-feira (18) no Diário Oficial do Estado, regulamentando as medidas necessárias para a retomada dos serviços.
O prazo dado pelo Governo é voltado para que as instituições apliquem os protocolos e façam as adaptações necessárias ao retorno do funcionamento e atendimento ao público.
Esta nova etapa de reabertura dos serviços segue a condição de manutenção da queda dos indicadores da pandemia no RN, como a taxa de transmissão do vírus e ocupação de leitos.

@plantaocaico