Dnit vai lançar licitação para recuperar BR 101 e 304


Enquanto não começam as obras de construção dos viadutos, túneis e vias marginais para melhoria do tráfego nas rodovias federais na Grande Natal, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes do Rio Grande do Norte (Dnit) se prepara para fazer os reparos nas Brs 101 e 304. De acordo com o superintendente Ézio Gonçalves, para que as ações de manutenção e reparo sejam realizadas, será lançado, no dia 15 de setembro, um edital de licitação para contratação de empresas que prestem esses serviços. A expectativa do Dnit é que com a conclusão do pregão o início seja imediato. O valor é de R$1,5 milhão. As ações de manutenção serão ao longo da BR-101 e BR-304 até a entrada da BR-226.

A sinalização das vias também preocupa. Além das placas cobertas por conta da alta vegetação, existe também pórticos de sinalização – estruturas de ferro – que ainda não receberam o emplacamento e informações devidas. O superintende do Dnit informou que desde o inicio do mês de agosto está em andamento no RN o projeto “BR Legal”, que contempla a infraestrutura de sinalizações nas rodovias. Em Natal, o trabalho em parte já foi realizado na Avenida Salgado Filho e se estenderá a BR-101. O projeto “BR Legal” é um programa nacional de Governo que dispõe de R$ 90 milhões, dos quais R$ 6 milhões já foram disponíveis para as ações no RN.

Acidente envolvendo ônibus da Banda Magníficos

Ônibus da banda de Magníficos sofre acidente  no Estado do Maranhão

Um acidente aconteceu nesta segunda-feira (07), no estado do Maranhão, envolvendo o ônibus da Banda Magníficos.

De acordo com informações, o motorista realizou uma manobra para desviar um veiculo que evadiu a contra mão e em seguida colidiu na guia de proteção da BR. Segundo informações ninguém ficou ferido.

Vende-Se Casas em Caicó


VENDE-SE CASAS NO BAIRRO MAYNARD, 2/4 - 1 SUÍTE,

TOTAL SEGURANÇA E CONFORTO PARA SUA FAMILIA.
Terceira fase do empreendimento
                
DESCRIÇÃO DO IMÓVEL

VAGA DE GARAGEM,ÁREA, SALA DE ESTAR, COZINHA,2

DORMITÓRIOS SENDO 1 SUÍTE Á

QUINTAL, CERCA ELÉTRICA, PORTÃO AUTOMÁTICO,ÁREA

DE SERVÇO

VALOR R$ 115.000,00 "ACEITAMOS

FINANCIAMENTO BANCÁRIO"

CENTRAL DE VENDAS (84) 9905-0393/ 9157-4343

FRANCINALDO MEDEIROS

CORRETOR DE IMÓVEIS  CRECI 5347 RN

WHATSAPP: Operadoras vê concorrência desleal e partem para o ataque

O Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel (SindiTeleBrasil), que representa as empresas de telecomunicações no país, acusou aplicativos que oferecem serviços de mensagens por voz de concorrência desleal e injusta. A entidade emitiu uma nota para anunciar que está iniciando “discussão profunda sobre a revolução digital que afeta de forma significativa diversos setores econômicos”.
Ferramentas que ofertam envio de vídeo, voz e mensagens, como WhatsApp, Skype, Viber e o Messenger, do Facebook, estão na mira das empresas de telecomunicações, que atribuem possíveis prejuízos na área aos aplicativos. De acordo com a entidade, o desenvolvimento de tais serviços “pode colocar em risco o crescimento da infraestrutura, o emprego do brasileiro, a arrecadação nos níveis municipal, estadual e federal e a própria sustentabilidade do setor”.
A SindiTeleBrasil defendeu a organização de um estudo por parte do poder público para garantir competição livre entre todos os agentes e apontou a existência de um favorecimento às gigantes mundiais da internet. “Hoje, atuam no Brasil de forma quase virtual, sem nenhuma obrigação de qualidade, cobertura, metas de atendimento ao público, garantia de privacidade e sigilo das comunicações, com reduzidos investimentos, baixa arrecadação e empregabilidade”.
O comunicado reforçou a ideia de algumas operadoras: apresentar documento sobre o tema às autoridades brasileiras questionando o possível uso indevido de chamadas de voz via aplicativo pela rede de dados. Em defesa da liberdade de escolha dos consumidores, a associação Proteste se uniu a outras entidades – Artigo 19, Coletivo Digital, Barão de Itararé, Instituto Bem Estar Brasil e Clube de Engenharia – para criar o movimento “Não Calem o WhatsApp”, além de ter acionado o Ministério Público Federal.
Portal Comunique-se-BG

Angela Merkel anuncia R$ 11,5 bilhões para refugiados e exige ajuda


A chanceler alemã, Angela Merkel, exigiu hoje (7) solidariedade dos países europeus para combater a crise dos refugiados. Angela Merkel disse que a Alemanha é um país aberto ao acolhimento de pessoas que precisam de ajuda, mas que “outros países europeus também devem acolhê-los”.
Merkel fez o pedido ao apresentar um pacote de medidas que incluiu no orçamento alemão de 2016 cerca de R$ 11,5 bilhões (3 bilhões de euros) para ajudar os refugiados.
“Os perseguidos políticos devem encontrar apoio em todos os países europeus e não só na Alemanha”, afirmou a chanceler, ao lembrar que o acordo de Dublin (lei da União Europeia para agilizar candidatura dos refugiados que pedem asilo político) permanece em vigor. Durante o fim de semana, foram registrados mais de 15 mil pedidos de asilo só na Alemanha.
Merkel também agradeceu às autoridades e voluntários que cooperaram para facilitar a chegada dos refugiados durante o fim de semana. “A população em geral mostrou uma imagem do nosso país que nos permite sentir um pouco de orgulho”, disse.
R7

Confira a nova coleção que acabou de chegar na LK MULTIMARCAS


Na LK MULTIMARCAS você encontra:

Bermudas / Camisetas / Calças / Cintos / Sandálias / Mocassim / Sapatenis / Bonés / Relógios / Perfumes / Carteiras

Contatos: 9.9927-8030 - Siga Instagram: @Lkmultimarcas - A LK fica na loja EDISOM IMPORTADOS no centro de Caicó. Aceita todos os cartões de crédito.

Água começa a chegar ao Rio Piranhas

Água  começa a chegar ao Rio Piranhas na comunidade Barra de São Pedro, na divisa entre o Rio Grande do Norte e Paraíba. Advinda do complexo Coremas/Mãe D’água, a água deve passar por Jardim de Piranhas no dia de hoje.

Enquanto isso o rio está praticamente seco.

Gastos com seguro desemprego devem atingir R$ 41 bilhões em três anos

Em função das expectativas de desempenho da economia nacional, a previsão do governo federal é que os repasses por meio do seguro-desemprego atinjam o valor de R$ 41 bilhões em 2018. O montante é considerado na proposta orçamentária encaminhada pelo Poder Executivo ao Congresso Nacional.
Segundo levantamento do site Contas Abertas, a expectativa do governo é que os gastos apresentem queda em 2015 e depois subam sucessivamente até 2018. Em 2016, os repasses devem chegar à R$ 34,7 bilhões e em 2017 à R$ 37,4 bilhões.
Entre 2001 e 2008, os repasses por meio do somaram o valor máximo de R$ 28,3 bilhões. A barreira dos R$ 30 bilhões foi ultrapassada a partir de 2009. O montante recorde já pago para o benefício ocorreu no ano passado, quando R$ 38,3 bilhões saíram dos cofres públicos para o seguro desemprego.