quarta-feira, 18 de novembro de 2015


UNEFUT escolhe os melhores do futebol brasileiro


A UNEFUT, União Nacional das Entidades de Futebol do Brasil,  promove no próximo dia 30 de novembro o 1º UNEFUT Brasil, no Spa Sport Itu, na cidade de Itu, em São Paulo. O evento terá debates com personalidades e profissionais do futebol e a premiação para os melhores do ano do futebol brasileiro.

Confira a lista de premiados em cada categoria.

Campeonato Brasileiro da Série A

Melhor Treinador: Tite – Corinthians

Melhor Jogador: Renato Augusto – Corinthians

Melhor Executivo: Edu Gaspar – Corinthians

Campeonato Brasileiro da Série B

Melhor Treinador:Vagner Mancini – Vitória

Melhor Jogador:William Arão – Botafogo-RJ

Melhor Executivo:Antonio Lopes – Botafogo-RJ

Campeonato Brasileiro da Serie C

Melhor Treinador:Claudio Tencati – Londrina

Melhor Jogador:Vitor – Londrina

Melhor Executivo:Alex Brasil – Londrina

Campeonato Brasileiro Série D

Melhor Treinador:Marcelo Veiga – Botafogo-SP

Melhor Jogador:Vitinho – Botafogo-SP

Melhor Executivo:Fred Gomes – Remo

Revelação do Ano

Treinador: Roger Machado – Grêmio

Jogador: Valdívia – Internacional

Executivo: Marcelo Barbarotti – Grêmio Novorizontino

A UNEFUT Brasil foi criada através da união das entidades ligadas ao futebol: ABEX Futebol (Associação Brasileira dos Executivos de Futebol), FBTF (Federação Brasileira dos Treinadores de Futebol) e Fenapaf (Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol).

A votação foi realizada por uma comissão composta pelo presidente e vice-presidente de cada entidade que compõe a UNEFUT: Rodrigo Caetano e Cícero Souza (ABEX Futebol); José Mário de Almeida Barros (Zé Mário) e Dorival Júnior (FBTF) e Rinaldo Martorelli e Alfredo Sampaio (Fenapaf).

O 1º UNEFUT Brasil terá início às 9h com os debates “Discussão de Modelo Adequado de Competições” e “Conceito na Formação do Atleta Moderno”.

Casa do Empresário lança campanha de final de ano

Para mobilizar o comércio local no período de vendas natalinas, as entidades empresariais de Caicó – ACISC, CDL e Sindcomércio – lançaram a campanha “Eu compro em Caicó, eu amo esse lugar”. A campanha promocional será desenvolvida durante o mês de dezembro, com sorteio de motocicletas e televisores para clientes de empresas participantes.

“Além de mostrar as vantagens de comprar em Caicó, gerando fluxo de vendas e estimulando empregos temporários em nossa cidade, estaremos oportunizando uma premiação para os consumidores”, destaca Islânia Melo, presidente da Associação Comercial. A adesão das empresas começa nesta quarta-feira (18), na Casa do Empresário, com valor promocional para associados. Esta é a segunda campanha realizada este ano com o mesmo objetivo. “Eu compro em Caicó, eu amo esse lugar” será certificada pela Caixa Econômica Federal.

MEGA-SENA acumula e prêmio deve chegar a R$ 170 milhões

Ninguém acertou os seis números da Mega Sena do concurso 1762. Os números sorteados são              26-32-42-45-55-59.

Assim, o prêmio acumulou e a Caixa Econômica Federal estima em R$ 170 milhões o próximo prêmio, valor recorde. A Mega-Sena está acumulada desde o concurso 1.754, em 24 de outubro, quando R$ 3 milhões estavam em disputa.

Duzentos e dezenove apostadores acertaram a quina e vão receber R$ 63.520,19 cada um. A quadra teve 18.595 vencedores, que vão ganhar R$ 1.068,71 cada. O sorteio aconteceu às 20h40 desta quarta-feira (18) em Santo Anastácio, São Paulo, na Faisa (Feira Agropecuária e Industrial de Santo Anastácio).  O maior prêmio pago até hoje foi do concurso 1655, de novembro de 2014, quando o prêmio foi de R$ 135 milhões.  Na ocasião, duas apostas tinham as seis dezenas e dividiram o valor. O próximo concurso acontece sábado (21).

Super promoção na Ótica Estillo

Na compra do seu óculos completo na Ótica Estillo, o cliente ganha de brinde um óculos solar na hora.

Não é sorteio, comprou ganhou !!

Facilitamos o seu exame de vista.

A #OticaEstillo está localizada na Av Rio Branco em frente ao laboratório Maria Ayla no centro de Caicó.

CPRE Iintensifica fiscalização nas rodovias do RN e notifica mais de 80 condutores

O Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE) intensificou nesta terça-feira (17) e quarta-feira (18) suas ações preventivas e de fiscalização em várias rodovias do RN. Durante a ação foram abordados 606 veículos, confeccionados 89 autos de infração de trânsito e apreendido 32 veículos com irregularidades diversas. Uma motocicleta com registro de roubo/furto também foi recuperada.
Na terça-feira, 1º Distrito de Polícia Rodoviária Estadual (1º DPRE) montou bloqueios nos dois sentidos na Avenida Felizardo Moura, na divisa entre as zonas Oeste e Norte da capital. 170 veículos e condutores foram abordados na ação que resultou na confecção de 29 autos de infração de trânsito, apreensão de três Carteiras de Habilitação e na remoção ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de 21 veículos, além de 31 testes de etilômetros.
Já o 2º Distrito do Comando de Polícia Rodoviária Estadual (2º DPRE) intensificou a fiscalização de trânsito nas RNs 117 e 015, onde abordou 102 veículos e condutores, sendo realizados 14 autos de infração de trânsito, cinco testes de etilômetros e a remoção de sete veículos. Nesta quarta-feira, o 2º DPRE apreendeu, na RN 015, uma motocicleta tipo Honda 125 de cor azul e placa MYP 0479, que tinha registro de roubo/furto. A moto foi localizada estacionada em atitude suspeita nas proximidades do clube da COSERN, naquela RN, e posteriormente conduzida à Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR) para o registro da ocorrência e devolução ao proprietário.

32% dos brasileiros guardam segredos no celular, aponta pesquisa

Uma pesquisa global realizada pela Kaspersky Lab em conjunto com a B2B International mostrou que a relação entre os brasileiros e seus dispositivos digitais muitas vezes é mais próxima que entre melhores amigos: 32% dos entrevistas compartilham com seus gadgets segredos que não querem que ninguém mais saiba. Porém, essa confiança representa um risco para eles, já que os dispositivos podem ser invadidos e suas informações pessoais expostas publicamente.

O estudo apontou que a esmagadora maioria dos brasileiros (89%) armazena informações confidenciais e, às vezes, insubstituíveis, em seus smartphones, como senhas, mensagens, fotos, contatos e arquivos. Além disso, esses dispositivos são levados a todos os lugares, como no trabalho (68%), carro (46%), transporte público (45%), cama (68%) e até mesmo no banheiro (40%).

Fora de casa, esses dispositivos podem sofrer danos, serem perdidos ou roubados, mas também podem ser invadidos por criminosos virtuais com a intenção de roubar os dados ou até mesmo espionar o usuário. Quem utiliza redes Wi-Fi abertas fica particularmente vulnerável a ataques. No entanto, poucas pessoas tomam medidas para reduzir os riscos.

O estudo mostrou ainda que apenas 30% dos brasileiros mudam seu comportamento online quando estão em redes Wi-Fi públicas desprotegidas, onde hackers podem interceptar dados e senhas facilmente. Outro dado é que apenas um quarto (25%) deles não usam os recursos de segurança disponíveis no dispositivo, como o bloqueio remoto ou a função de localização.

Essa falta de proteção dos dispositivos pode ter um grande impacto. De acordo com o estudo da Kaspersky Lab, 25% das pessoas que perderam ou tiveram seu dispositivo roubado tiveram suas informações pessoais ou secretas divulgadas.

Mas isso não quer dizer que os usuários estão seguros em casa. Neste caso, os riscos são diferentes e, às vezes, o prejuízo pode ser maior, especialmente quando o dispositivo foi invadido e o cibercriminoso tem livre acesso à webcam para espionar o usuário onde ele estiver, incluindo no banheiro.

“O vínculo de confiança entre o usuário e seu dispositivo pode fazê-lo esquecer da segurança. É difícil imaginar que algo que carregamos conosco em todos os lugares pudesse se tornar uma ameaça. Se o usuário não avaliar corretamente os riscos e não proteger seu dispositivo e dados adequadamente, ele pode perder informações confidenciais, dinheiro e até mesmo sua identidade. Normalmente usamos a webcam para observar o mundo e, de uma hora para a outra, ela pode ser usada para espionar o nosso mundo. A segurança não é um item opcional”, ressalta Victor Yablokov, chefe dos produtos para dispositivos móveis da Kaspersky Lab.

Para garantir que seu dispositivo não se transforme em um falso amigo, a Kaspersky Lab recomenda definir senhas fortes para o dispositivo e contas online; manter uma solução de segurança confiável, como oKaspersky Total Security multidispositivos, e tomar cuidado ao acessar sites e baixar aplicativos, especialmente em redes Wi-Fi públicas.

Garota que matou a mãe a facadas após ver vídeos do Estado Islâmico vai para a cadeia

Uma adolescente da cidade de Kvissel, no norte da Dinamarca, que matou a própria mãe a facadas após se tornar obcecada pelo Estado Islâmico foi condenada a 9 anos de prisão. Em outubro do ano passado, Lisa Borch, então com 15 anos, passou diversas horas na internet assistindo a vídeos de decapitação do grupo extremista na companhia do namorado Bakhtiar Abulla, de 39 anos, um muçulmano radical. Logo em seguida, ela deu vinte golpes com uma faca de cozinha na mãe.

Tina Römer Holtegaard estava dormindo quando foi atacada pela filha. Depois de assassinar a mãe, Lisa ligou para a polícia: "Ouvi minha mãe gritar, olhei pela janela e vi um homem branco fugindo. Por favor, venham, está cheio de sangue aqui". Quando os policiais chegaram, a adolescente estava vendo vídeos em seu celular e apontou a direção do quarto da mãe sem tirar os olhos do aparelho.

Jens Holtegaard, padrasto de Lisa, afirma que a garota começou a se interessar pelo grupo jihadista durante o relacionamento com o iraquiano Bakhtiar Abdulla, que ela conheceu em um centro para refugiados perto de sua casa. A jovem planejava viajar para a Síria para lutar ao lado dos extremistas do EI. "Nunca imaginei que ela pudesse fazer uma coisa dessas. Tina amava a filha e fazia tudo para ajudá-la", disse o padrasto.

Ao longo do julgamento, Lisa afirmou diversas vezes que Abdulla teria desferido os golpes que mataram a mãe. O namorado, por sua vez, alegava que a mulher já estava morta quando ele chegou ao local. Como não foi possível identificar o assassino, ambos foram condenados. Abdulla foi sentenciado a 13 anos de prisão e será deportado após cumprir a pena.
(Da redação)

Agente da Lei seca foi condenada a indenizar Juiz parado durante blitz

RIO - A 14ª Câmara Cível do tribunal de Justiça do Rio manteve, por unanimidade, a decisão da juíza de primeira instância Andrea Quintella, que condenou Luciana Silva Tamburini a pagar indenização de R$ 5 mil por danos morais ao magistrado João Carlos de Souza Correa. Ele foi parado numa blitz da Lei Seca em fevereiro de 2011 e se apresentou como juiz. Luciana, que trabalhava como agente da operação, retrucou, dizendo "você é juiz, mas não é Deus", e recebeu, em seguida, ordem de prisão do juiz por entender que ela o desacatou.

O acórdão foi estabelecido nesta quarta-feira. Os magistrados da 14ª Câmara seguiram as decisões do relator, o desembargador José Carlos Paes, do dia 22 de outubro. Ainda cabe recurso.

"(...) Não se olvide que apregoar que o réu era “juiz, mas não Deus”, a agente de trânsito zombou do cargo por ele ocupado, bem como do que a função representa na sociedade. (...) Em defesa da própria função pública que desempenha, nada mais restou ao magistrado, a não ser determinar a prisão da recorrente, que desafiou a própria magistratura e tudo o que ela representa. (...) Por outro lado, todo o imbróglio impôs, sim, ao réu, ofensas que reclamam compensação. Além disso, o fato de recorrido se identificar como Juiz de Direito, não caracteriza a chamada ‘carteirada’, conforme alega a apelante", diz um trecho da decisão

Após tomar conhecimento de que seu recurso foi negado pela 14ª Câmara, Luciana afirmou que vai recorrer “até ao tribunal de Deus” para reverter a decisão desta quarta-feira, de acordo com entrevista ao site G1.

— A 14ª Câmara do Rio rasgou a Constituição. Acho que o corporativismo é da 14ª Câmara. Eles só perdem mais crédito na sociedade. Vou até o tribunal de Deus se for preciso — disse Luciana.

Ao jornal Extra, Luciana contou também que a “vaquinha” criada na internet para juntar o valor da indenização terminou nesta terça-feira e já arrecadou R$ 27 mil. Outros R$ 13 mil ainda estão para serem liberados. A agente voltou a dizer que vai doar o valor excedente para instituições de caridade. Entre os beneficiados estariam a Associação de Apoio às Pessoas com Deficiência da Zona Oeste/RJ (Adezo), em Campo Grande, crianças do Complexo do Alemão e do Morro do Salgueiro.

— A sociedade não tem que pagar pelos erros do Judiciário. O resto da sociedade não pode ser prejudicado — contou ela ao Extra.

O caso ocorreu em 2011, quando João Carlos foi parado pela fiscal por dirigir um carro sem placa e estava sem a carteira de motorista. Ele chegou a dar voz de prisão à agente por desacato.

Na sentença, o desembargador declara que “afirmar que o reconvite (João Carlos) não é Deus revela clara intenção de deboche”. O processo, originalmente, foi movido pela agente contra o magistrado. Ela exigia indenização, alegando que ele tentou receber tratamento diferenciado por ser juiz. Em primeira instância, no entanto, a Justiça entendeu que Luciana perdeu a razão ao ironizar uma autoridade e reverteu a ação, condenando a agente. Ela vai recorrer para o Superior Tribunal de Justiça.

O Globo

Já são 47 casos de microcefalia confirmados no RN

A Secretaria de Estado e da Saúde Pública (Sesap) está em vigilância permanente monitorando os casos de microcefalia no Rio Grande do Norte que de agosto pra cá já registrou 47 casos.

No início da noite desta terça-feira técnicos da Sesap realizaram uma reunião na Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica com a participação do secretário Ricardo Lagreca, onde foram contabilizados os últimos números, que até a tarde desta terça-feira (17) registrava 39 casos. Agora à noite o número subiu para 47.

Segundo o Ministério da Saúde, o Zika vírus é a ‘principal hipótese’ para aumento de microcefalia no Nordeste. Além do Rio Grande do Norte, também foram registrados 44 casos em Sergipe, 21 na Paraíba, 10 no Piauí, 9 no Ceará e 8 na Bahia. Pernambuco registra o maior número de ocorrências até o momento e tem 268 bebês nascidos com microcefalia em 2015. 

Açude ITANS está com menos de 2% de sua capacidade d'água

Atualmente o açude ITANS encontra-se com apenas 1 milhão, 326 mil metros cúbicos, equivalente a 1,62% de sua capacidade máxima. A previsão é que até o final de dezembro ou inicio de janeiro não houver nenhuma recarga o Itans atinja a marca dos 800 mil metros cúbicos.

EI NIÑO se intensificará e terá efeitos devastadores

Do Site Terra – O atual fenômeno meteorológico El Niño, o mais forte dos últimos 15 anos, está prestes a se transformar em um dos mais potentes dos últimos 65 anos e continuará se intensificando até o final do ano. Durante a apresentação nesta segunda-feira (16) do boletim sobre este fenômeno, que alerta que as condições meteorológicas extremas vão se agravar nos próximos três meses, a Organização Mundial da Meteorologia (OMM), vinculada à Organização das Nações Unidas, pediu que as medidas de prevenção aumentem.

O El Niño é um fenômeno natural resultado da interação entre o oceano e a atmosfera na região equatorial do Oceano Pacífico. Habitualmente, os episódios do El Niño se intensificam no final do ano e alcançam a fase máxima entre outubro e janeiro do ano seguinte, embora frequentemente persistam até o primeiro trimestre antes de começar a perder força. Em agosto deste ano, as temperaturas da superfície do mar já chegaram a atingir 1,3 e 2 graus centígrados acima da média, superando em 1 grau o nível habitual do El Niño. Estimativas apontam que, no restante do ano, a temperatura da superfície da água do mar irá superar a temperatura normal em 2 graus centígrados, por isso a atual passagem do El Niño estará entre as três mais fortes registradas desde 1950.

O maior problema recai no fato de as condições meteorológicas do planeta terem se alterado por causa da mudança climática e as condições não são as mesmas de uma década e meia atrás: tendência geral para um aumento da temperatura do oceano, derretimento das geleiras do Ártico e diminuição de mais de 1 milhão de quilômetros quadrados da camada de neve no hemisfério norte. A OMM teme que a interação entre o aquecimento global e o fenômeno possam ter efeitos desconhecidos e muito prejudiciais. Neste ano, o El Niño contribuiu para uma grande seca na América Central e acredita-se que em partes da América do Sul, especialmente no Equador e no Peru, possa provocar os mesmos desastres que no último grande episódio entre 1997-1998.

Nessa ocasião, o Equador e o Peru foram atingidos por níveis de chuvas mais de dez vezes superior ao normal, o que provocou inundações, erosões e deslizamentos, o que gerou mortes, além da destruição de imóveis. Além disso, o episódio deste ano contribuiu para uma estação muito forte de ciclones tropicais no Pacífico Norte. O furacão Patricia, que chegou ao México em 24 de outubro, foi o ciclone tropical mais intenso do ocidental. O El Niño costuma estar relacionado à secas no sudeste asiático e o episódio deste ano contribuiu para aumentar os incêndios florestais na Indonésia, os piores registrados até o momento e que tiveram graves consequências para a população.

Marcos Dantas / PLANTÃO CAICÓ