sábado, 19 de dezembro de 2015


G1/PB Divulga matéria com versão oficial do caso do caicoense Celsinho

Confira:

Um casal sofreu graves queimaduras no corpo durante um incêndio, ocorrido na manhã deste sábado (19), em uma loja de cosméticos e suplementos alimentares, localizada no bairro do Cruzeiro, próximo a escola Raul Córdula, em Campina Grande.

Populares que passavam na hora acionaram o Corpo de Bombeiros. As vítimas foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levados para o Hospital de Trauma de Campina Grande.

De acordo com informações do Samu, que fez os primeiros atendimentos, a esposa teria colocado fogo no próprio corpo e no do marido durante uma briga. A assessoria de imprensa do hospital informou que os dois foram encaminhados para Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e que estado de ambos é gravíssimo. O homem teve 50% do corpo queimado e a mulher 75%.

A loja que fica no segundo andar de um prédio na Avenida Juscelino Kubitschek ficou destruída. Outros estabelecimentos que também estão localizados no local chegaram a ser atingidos, por conta do calor produzido pelas chamas.  O andar teve que ser interditado.

O Corpo de Bombeiros informou que vai iniciar uma investigação para saber quais foram as causas do incêndio.

Incêndio deixa caicoense e esposa gravemente feridos em Campina Grande-PB

Segundo informações uma das vítimas, se trata do caicoense Celsinho da TelexFree e a outra sua  esposa, conhecida por Rose da antiga empresa Eletromotos leite.

O casal encontra-se  na UTI no Hospital do Trauma em Campina Grande com queimaduras de primeiro e terceiro grau.

Existem duas versões: a primeira que o incêndio foi em uma central de distribuição, e a outra que o incêndio foi em uma residência que o casal estavam. Até o momento ninguém sabe a causa  do incêndio.

O fato foi registrado nas primeiras horas da manhã de hoje (19).

HOMEM ATROPELA E MATA A PRÓPRIA MÃE E ESPANCA O PAI COM FACÃO NA CIDADE DE LAGOA NOVA

Uma ocorrência deixou a população lagoanovense assustada na tarde dessa sexta-feira (18), na comunidade Macambira III, zona rural de Lagoa Nova/RN. Após consumir cachaça, um homem surtou, espancou o pai com um facão, atropelou um irmão e a mãe que tentavam fugir dele numa moto. Eles foram socorridos e a mãe, identificada como Antônia Maria, 60, não resistiu aos ferimentos e morreu ao dar entrada na unidade de saúde da cidade de Lagoa Nova. O irmão ficou ferido na mão e no pé.

O pai disse que o acusado, identificado como José Jaílson, 37, trabalhou durante a manhã até às 11 horas sem alteração e após realizar as tarefas do dia-a-dia saiu para beber, retornou por volta das 14 horas embriagado e começou uma discussão com o irmão mais novo. Durante a discussão ele quebrou vários objetos dentro de casa e, temendo o pior, o irmão pegou a mãe e saiu de casa numa motocicleta, deixando o pai com ele. Transtornado, o acusado começou a agredir o pai usando um facão. O pai conseguiu sair de casa e tentou procurar ajuda. Nesse momento o acusado, mesmo sem saber dirigir, pegou um veículo Corsa do irmão e saiu em disparada. Na comunidade Buraco de Lagoa encontrou o irmão e a mãe que seguiam de moto e os atropelou chocando-se contra a traseira da moto.
Testemunhas disseram que a mãe do causado ficou embaixo do carro e foi arrastada por vários metros. Na colisão, o carro ficou com a frente destruída.
O acusado, após provocar o acidente, fugiu no carro. Policiais militares foram acionados e saíram em diligências. Duas horas depois foram informados que o acusado havia sido detido por familiares e populares na comunidade São Francisco, zona rural de Lagoa Nova. Os PM’s se dirigiram ao local e encontraram o acusado amarrado e com lesões pelo o corpo provocadas pelos populares.
José Jailson foi encaminhado para Caicó, onde foi apresentado ao delegado de plantão para os procedimentos cabíveis. O pai disse ainda que José Jailson chegou do Estado do Goiás há cerda de 25 dias, que tinha passado dez anos longe de casa, retornou e estava trabalhando com ele, acrescentando que o acusado é trabalhador e que não entende o que aconteceu. Jailson não tem passagens pela Polícia e disse não se lembrar de nada. Após o ocorrido ele disse que amava a mãe e que não acredita no que fez.

Agora RN / Plantão Caicó

Caminhão desgovernado bate em poste e por pouco não atinge residência em Cidade próxima a Caicó

Um caminhão que transportava água por pouco não causou uma tragédia a uma família em São José do Seridó.
De acordo com informações de populares que estavam no local, um caminhão que transportava água perdeu o controle quando tentava fazer uma manobra para entrar na Rua João Nóbrega de Azevedo no Bairro João Amaro Dantas.

O dono da residência disse que por um milagre o poste não  caíu sobre sua residência,pois, no cômodo da casa que fica para o lado do acidente estavam seus filhos conversando na hora do sinistro.
A equipe da COSERN já está no local e nas próximas horas estará colocando um novo poste e a energia da localidade voltará ao normal.

O condutor do carro não foi encontrado para dar sua versão do acidente. Populares disseram que uma falha nos freios do automóvel pode ter sido a causa do acidente.

Com informações : Carlos Felipe / Plantão Caicó

Chuvas no interior vão até dia 26

Surpresa no interior. Chove há três dias de forma esparsa em alguns municípios e a previsão é de que elas continuem até o dia 26. Blogueiros do Seridó relatavam ontem a ocorrência de uma chuva de 98 milímetros na zona rural de Santana do Seridó e de 75 na sede do município. Também havia registro de chuva em Caicó no inicio da noite e em outras cidades do Seridó. Em Jucurutu, internautas postaram fotos nas redes sociais mostrando ruas inundadas e céu com nuvens escuras em Jucurutu.
As chuvas estão sendo provocadas por um fenômeno denominado “vórtice ciclônico.” Em algumas cidades da região oeste potiguar, principalmente, há registro de chuvas desde a última quarta-feira. A distribuição dessas chuvas no território potiguar, no entanto, é irregular e característica desse fenômeno. As precipitações nesta época do ano são conhecidas como “chuva do caju” devido à coincidência com a época de florada dos cajueiros. A água mais quente do Oceano Atlântico contribui para a formação do vórtice e faz chover nas regiões oeste e litoral do Rio Grande do Norte, de acordo com as explicações do serviço de meteorologia da Emparn.

Tribuna do Norte / Robson Pires

Vende-se casas no bairro Maynard em Caicó


CASA COM GARAGEM PARA 2 VEÍCULOS, SALA DE ESTAR, COZINHA, 2 QUARTOS, BANHEIRO SOCIAL, ÁREA DE SERVIÇO E QUINTAL, TOTAL SEGURANÇA COM SISTEMA DE CERCA ELÉTRICA, ACEITAMOS FINANCIAMENTO.
VALOR DO IMÓVEL - R$ 130.000,00 - CENTRAL DE VENDAS (84)-9-9905-0393/9-9157-4343      Francinaldo Medeiros

MST invade novamente EMPARN em Caicó


Integrantes do Movimento Sem Terra (MST) invadiram novamente a Estação Experimental Mundo Novo, administrada EMPARN. A propriedade está localizada na RN 118, há cerca de sete quilômetros de Caicó.

Segundo o gerente regional da EMPARN, José Augusto Filho, o grupo entrou na localidade por volta das 18h30, mesmo com a decisão judicial que determinou a retirada do grupo no dia 04 de dezembro passado. A Polícia Militar está no local, aguardando deliberação da Justiça Federal.

Prêmio da Mega-Sena pode pagar R$ 187 milhões na noite de hoje (19)

O sorteio do concurso 1.771 da Mega-Sena, que será realizado neste sábado (19), poderá pagar o prêmio de R$ 187 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio será realizado a partir das 20h (horário de Brasília), em Tarumirim (MG).

De acordo com a Caixa Econômica Federal (CEF), se um apostador levar o prêmio sozinho e aplicá-lo integralmente na poupança, receberá cerca de R$ 1,1 milhão por mês em rendimentos. Caso prefira, poderá adquirir 28 casas de luxo na praia de R$ 6,5 milhões cada, ou ainda comprar uma frota de mais de 370 limusines.

Para apostar

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

G1 / PLANTÃO CAICÓ