quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016


Operação Verão CPRE aborda mais de 130 veículos em Caicó e condutores fazem testes de alcoolemia


Policiais do 3º Distrito do Comando de Polícia Rodoviária Estadual (3º DPRE) realizaram nesta quinta-feira (4) mais uma ação de prevenção e fiscalização de trânsito em Caicó, na Região Seridó do RN. Em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) a ação ocorreu no Bairro Serrote Branco, às margens da RN 118, onde foi realizada uma barreira policial. Um total de 132 veículos foi abordado. 60 condutores foram submetidos ao teste alcoolemia. Um veículo foi apreendido por apresentar adulterações.

Vende-se casas no bairro Maynard em Caicó


CASAS COM GARAGEM PARA 2 VEÍCULOS, SALA DE ESTAR, COZINHA, 2 QUARTOS, BANHEIRO SOCIAL, ÁREA DE SERVIÇO E QUINTAL.
ACEITAMOS FINANCIAMENTO.
VALOR DOS IMÓVEIS - R$ 130.000,00

         CENTRAL DE VENDAS
   (84)-9-9905-0393/9-9157-4343.
Francinaldo Medeiros - CRECI 5347 RN

TJ nega liberdade a ex-governador do RN condenado por peculato

G1/RN - A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte definiu nesta quinta-feira (4) que o ex-governador Fernando Freire deve continuar preso no Comando Geral da Polícia Militar. A decisão do desembargador Gilson Barbosa, que desempatou o julgamento do pedido de concessão do habeas corpus, sustenta haver fundamentos suficientes para a manutenção da situação de prisão atual. A sessão terminou 2 a 1 pela manutenção da prisão de Freire.
Na sessão anterior, no dia 28 de janeiro, a desembargadora Zeneide Bezerra já havia votado pela manutenção da prisão do ex-governador. Já o desembargador Glauber Rêgo, votou pela concessão do habeas corpus, com o argumento de que não haveria fato atual que justificasse a manutenção da prisão e condicionou a liberdade provisória à aplicação de medidas cautelares, como a proibição de se ausentar do país e a proibição de contratar com a administração pública ou direitos políticos, dentre outros.
Advogado de defesa do ex-governador, Flaviano da Gama Fernandes afirma que vai recorrer da decisão. “Iremos, sem dúvida, recorrer ao STJ. Esse é o próximo passo. Queríamos resolver nesta instância (TJRN), mas temos degraus e, agora, moveremos recurso, que chega mais forte ao Superior Tribunal de Justiça”, disse.

ALCATÉIA : Ministério Público apresenta resultado de operação de combate à facção criminosa em Presídios

Fruto de dez meses de investigações, foi deflagrada nesta quinta-feira (4) a operação para combater a facção criminosa denominada “Sindicato do RN”, que atua dentro e fora dos presídios potiguares. Foram expedidos 39 mandados de prisão e 20 mandados de busca e apreensão pelos Juízes de Direito das Varas Criminais das Comarcas de Apodi, Caicó e São Gonçalo do Amarante.




Dos trinta e nove mandados de prisão, 27 dizem respeito a investigados já presos e que de dentro dos presídios atuam emitindo ordens para a prática dos mais diversos ilícitos em várias Comarcas do Estado. Líderes e braços operacionais dessa facção foram identificados e são investigados por crimes de organização criminosa, homicídios, roubos, tráfico ilícito de entorpecentes, dentre outros.




A investigação tem origem a partir de informes coletados nas Operações Alcatraz e Citronela, deflagradas respectivamente em dezembro de 2014 e setembro de 2015, observando-se que as atividades do “Sindicato do RN” avançaram ao longo do ano de 2015, mesmo com isolamento de alguns de seus líderes no sistema penitenciário federal, ocorrendo uma sucessão de lideranças.




Dentre outros, tiveram prisões decretadas as seguintes lideranças: Francisco das Chagas Rosa da Silva, conhecido como “Chaguinha”, um dos fundadores e membro da Linha Final; Jamerson César da Silva, conhecido como “Passarinho” ou “Voador”, membro da Linha Final; Gilmar da Cruz Silva, conhecido como “Curau”, membro do Conselho; Evan Ferreira Machado, conhecido como “Gordo Evan”, atacadista do tráfico de drogas; Wiliam Ferreira da Cunha, conhecido como “Oião” ou “Brahma”, membro do Conselho; Bruno Pierre Araujo Falcão da Silva, conhecido como “Pierre” ou “Wolverine”, membro do Conselho; Tarcísio Oliveira da Silva, conhecido como “Macaco” ou “Gorila”, membro do Conselho; João Maria Silva de Oliveira, conhecido como “Seba” ou “Cego” ou ainda “Pirata“, membro do Conselho; Estevam Sales da Silva, conhecido como “My Friend”, membro do Conselho; Gabriel Matheus Costa Torres, conhecido como “Lacoste” ou “Jacaré”, membro do Conselho; Gabriel Morais, conhecido como “Pesadão”, liderança em Caicó/RN; Orlando Vasco dos Santos, membro do Conselho; Neemias de Lima Figueiredo, conhecido como “Miau”, membro do Conselho; e Severino dos Ramos Feliciano Simão, conhecido como “Tirinete”, membro do Conselho.




Nesta quinta-feira, cinco pessoas foram presas em flagrantes por crimes de tráfico ilícito de entorpecentes e porte ilegal de arma de fogo. A Justiça determinou ainda o bloqueio de 79 contas bancárias usadas pela facção, pertencentes a titulares que estão sendo investigados quanto à colaboração com a organização criminosa
Robson Pires / Plantão Caicó.

Criminosos explodem caixa de banco em Upanema, Oeste Potiguar


Criminosos armados explodiram um caixa do Banco do Brasil na madrugada desta quinta-feira (4) em Upanema, município localizado na região Oeste do Rio Grande do Norte. De acordo com a Polícia Militar, a quadrilha invadiu a agência, explodiu o terminal eletrônico e fugiu.

Segundo a PM, o crime aconteceu por volta das 2h30. Cerca de 8 homens chegaram ao local em dois carros. Eles invadiram o estabelecimento e explodiram o único caixa eletrônico do banco. A agência ficou destruída.
“Eles atiraram pela cidade na fuga. Foi para amedrontar, pois só dois policiais estavam de plantão em Upanema”, informou o agente Rudney Pinto, do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (CIOSP) de Mossoró.

Janeiro de 2016 é apontado pela EMPARN como o mais chuvoso nos últimos cinco anos


As boas chuvas ocorridas durante o mês de janeiro, ocasionadas pela presença de um Vórtice Ciclônico de Ar Superior de longa duração, fizeram do primeiro mês de 2016 o mais chuvoso desde 2011. As informações detalhadas foram levantadas pela Gerência de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN).

Segundo os dados colhidos, “o monitoramento diário e mensal das principais variáveis oceânicas/atmosféricas que influenciam na ocorrência das chuvas no Nordeste tem mostrado uma evolução favorável. Isso fica evidente no comportamento do Oceano Atlântico, onde as águas superficiais do setor norte tem se apresentado mais frias do que o normal, e o setor sul continua com águas mais aquecidas”.

Operação Alcatéia : Polícia prende 4 pessoas na Cidade de Caicó

Confira os nomes das 4 pessoas presas na operação "Alcatéia " na manhã de hoje (04) na Cidade de Caicó..

WANDERLEY RODRIGO DE OLIVEIRA ATAÍDE (RODRIGO COXINHA), com ele foi apreendido meio quilo de droga, análoga à maconha, seiscentos reais em dinheiro.

DAYANA CARLA DE AZEVEDO, 2 balanças de precisão, 1 moto, cocaína, celulares.

KAIO HENRIQUE DA SILVA (BURRICO), 1 Arma de fogo (revólver cal.38), 1 punhal, 6 munições intactas.

THIAGO VINÍCIUS SILVA (THIAGO PORTUGAL), Arma de fogo e maconha.

Daqui a pouco mais informações aqui no www.plantaocaico.com.br

Ofertas de Carnaval na LK MULTIMARCAS

Kit 1 bermuda + camiseta R$ 79,00
Kit 2 camiseta + boné R$ 45,00
Kit 3 Bermuda + camiseta + boné
R$ 95,00

Valores promocionais somente a vista.

LK MULTIMARCAS fica na loja EDISOM IMPORTADOS vizinho a Ótica Diniz
No centro de Caicó.

Tel - 9.9927-8030

URGENTE : Operação do Ministério Público Estadual na Cidade de Caicó

Operação conjunta do MPRN, da PM e PRF visa desarticular perigosa organização criminosa que atua dentro e fora dos presídios no RN.

Batizada de Alcatéia, operação tem a participação de nove promotores de Justiça e 120 policiais Militares e Rodoviários Federais.

Ao todo, estão sendo cumpridos 39 mandados de prisão e 20 de buscas e apreensão expedidos pelos Juízes das Varas Criminais de Apodi, Caicó e São Gonçalo do Amarante.


Em Natal, audiências de custódia já libertaram 324 presos em flagrante

G1-RN : A Central de Flagrantes de Natal, responsável pela realização das audiências de custódia na capital potiguar, divulgou nesta terça-feira (3) dados referentes ao número de presos libertados e de mandados de prisão expedidos entre os meses de outubro do ano passado e janeiro deste ano, período em que os procedimentos passaram a ser realizados. Até então, já foram realizadas 587 audiências de custódia, que resultaram em 324 (55,2%) alvarás de soltura e 263 (44,8%) mandados de prisão expedidos. Neste mesmo período, 229 fianças foram concedidas.
Ainda de acordo com a Central de Flagrantes de Natal, em janeiro 72 pessoas foram mantidas presas após as audiências – o equivalente a 53,3% dos casos apresentados. Das 135 audiências realizadas, outras 63 terminaram com a expedição de alvarás de soltura para os presos. Dados fornecidos pela unidade também revelam que 79 pessoas pagaram fiança e foram liberadas em delegacias de polícia. Nestes casos, a pessoa detida não passou pela audiência de custódia, pois a legislação prevê a possibilidade de pagamento de valor financeiro para que o suspeito possa responder pelo crime em liberdade.
A iniciativa do projeto da Audiência de Custódia - que consiste na apresentação de preso em flagrante ao juiz em até 24 horas - é do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), respaldada por legislação internacional.
O procedimento foi implantado em todos os Tribunais de Justiça do país. Ao instituir as audiências de custódia, o Tribunal de Justiça do RN afirma que cumpre determinação do Supremo Tribunal Federal (STF).
Balanço
Desde o dia 9 de outubro de 2015, quando o procedimento foi iniciado no RN, a Justiça Estadual já realizou 587 audiências de custódia. Até o final de janeiro, foram registrados 13 casos de reincidência, ou seja, o preso liberado em sua primeira apresentação voltou a cometer algum delito. Esse número equivale a 2,2% dos casos e não houve liberação de nenhum flagranteado reincidente.
Do total de audiências realizadas entre o último mês de outubro e janeiro desse ano, 324 resultaram na expedição de alvará de soltura (55,2%) enquanto 263 tiveram mandados de prisão expedidos (44,8%).
Durante a audiência de custódia, o magistrado faz uma análise inicial sobre a legalidade da prisão e a necessidade ou não de sua permanência. O julgador deve realizar a qualificação do flagranteado, questionando sobre suas condições pessoais e sobre as circunstâncias da prisão. Antes de tomar sua decisão, o juiz deve ainda ouvir o representante do Ministério Público e o defensor público ou advogado do flagranteado, quando presentes.
Outubro/2015
Alvarás de Soltura - 54
Mandados de Prisão - 64
Fianças - 34
Novembro/2015
Alvarás de Soltura - 110
Mandados de Prisão - 54
Fianças - 51
Dezembro/2015
Alvarás de Soltura - 97
Mandados de Prisão - 73
Fianças - 65
Janeiro/2016
Alvarás de Soltura - 63
Mandados de Prisão - 72
Fianças - 79
Total de Audiências Realizadas - 587
Alvarás de Soltura Expedidos - 324 (55,2%)
Mandados de Prisão Expedidos - 263 (44,8%)
Fianças Concedidas - 229