terça-feira, 12 de abril de 2016


MST quer bloquear estradas em todo País no domingo

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) planeja bloquear rodovias federais e estaduais em todas as regiões do Brasil no domingo (17), para protestar contra a impunidade em casos de assassinato de camponeses e lembrar os 20 anos do massacre de Eldorado dos Carajás (PA). Na data, é comemorado o Dia Internacional de Luta Camponesa.

Na semana passada, dois integrantes do MST foram mortos em confronto com a Polícia Militar do Paraná. Eles faziam parte de um acampamento que fica em uma propriedade da empresa de celulose Araupel, no município de Quedas do Iguaçu. As circunstâncias das mortes ainda não foram esclarecidas e a Polícia Federal investiga o caso.

mstBrasília – Antônio Pereira, coordenador nacional do MST, disse que no domingo, Dia Internacional de Luta Camponesa, o movimento planeja bloquear rodovias em todo país, em protesto contra a impunidade no campo.

Antônio Pereira, coordenador nacional do MST que encontra-se em Brasília para a mobilização contra o impeachment da presidenta Dilma Rousseff, afirmou que o movimento planeja bloquear o maior número possível de rodovias, em protesto contra a impunidade no campo. “É para lembrar os 19 mortos [em Eldorado dos Carajás] e clamar também por justiça. Essa é uma dívida que o Brasil tem com os camponeses.”

Em 17 de abril de 1996, 19 trabalhadores sem terra que participavam do bloqueio de uma estrada próxima ao município de Eldorado dos Carajás foram mortos a tiros em uma operação da Polícia Militar do Pará.
Terra, com Agência Brasil / BG

Os melhores preços em óculos e relógios você encontra na Ótica Estillo

Os melhores preços da Cidade em óculos e relógios você encontra na Ótica Estillo
Na Ótica Estillo o cliente ainda leva de brinde um óculos solar na hora.

Não é sorteio, comprou ganhou !!
Facilitamos o seu exame de vista.
A #OticaEstillo está localizada na Av Rio Branco em frente ao laboratório Maria Ayla no centro de Caicó.

Secretário de Serra Negra do Norte foi ameaçado por homens armados


O secretário municipal de Saneamento de Serra Negra do Norte, José Flávio de Brito, passou um sufoco no final de semana. Tudo começou quando um carro oficial do Executivo municipal foi visto na cidade de São Bento/PB, para ser mais exato em frente a um prostíbulo.

Ontem (11), o José Flávio, que nada tinha a ver com a história, foi surpreendido por seis homens armados em frente à sua residência. O grupo procurava o motorista da caminhonete que, ao deixar o bordel embriagado, derrubou uma motocicleta.

E pior: além de sair para biritar usando carro oficial, o boêmio se identificou como sendo o secretário de Saneamento de Serra Negra e que pagaria o prejuízo. Não pagou, nem apareceu e o verdadeiro José Flávio quase se deu mal. Uma sindicância deve ser aberta para encontrar o frequentador do bordel paraibano, já que a população exige uma explicação por parte da prefeitura sobre a destinação dos recursos públicos.
Robson Pires / Plantão Caicó

Supermercado Pague Menos tem os melhores preços da Cidade


AÇOUGUE
Certeza que esta comprando uma carne de procedência e qualidade.
FRIOS E LACTICÍNIOS
Sempre com produtos renovados.
MERCEARIA
O maior sortimento e o melhor preço.
HORTIFRUT
Produtos fresquinhos todos os dias.
Frutas, verduras e legumes.
Trabalhamos com uma sessão completa em armarinho.

Preso de Alcaçuz diz que facção planeja tocar fogo em postos de combustíveis


Mossoró Hoje - Preso de justiça Antônio Fernando de Oliveira, o Paizola, do Presídio de Segurança Máxima de Alcaçuz, ligou na noite desta segunda-feira, 11, para o radialista Damião Oliveira, de Jucurutu, e fez revelações preocupantes com relação à segurança no Rio Grande do Norte.

Inicialmente disse que ligou porque estava marcado (decretado) para morrer pela facção Sindicato do RN, que segundo ele foi fundada pelo preso “Irmão Marcelo” para melhorar o sistema prisional do Rio Grande do Norte, pois a facção do PCC estava cometendo atrocidades.

Entretanto, segundo Paizola, depois que os líderes desta facção foram transferidos para o presídio federal de Rondônia, o novo comando do Sindicato do RN passou a ordenar mortes dentro e fora dos presídios, em cidades como Caicó, Mossoró e até no estado da Paraíba.

Dentro do presídio, citou o caso da morte de Rogério Sabino, que segundo Paizola, vendeu muita droga ao pessoal do Sindicato do RN e foi morto para não cobrar a dívida. Fora do presídio, citou a morte Nanoga Saldanha, que é de Caicó, assassinado na Paraíba.

Paizola disse que existe uma lista de autoridades (juiz Henrique Baltazar Villar dos Santos, diretora Dinorá Dimas, e diretor Ivo Freire) que estão marcados (decretados) para morrer pelo Sindicato do RN, que também planeja tocar fogo nos postos de combustíveis de Natal.

Revelou que o diretor Ivo Freire, de Alcaçuz, não sofreu tentativa de assalto. Segundo ele, foi um ataque ordenado pelo Sindicato do RN. Disse que os membros do Sindicato do RN comentam abertamente que mandam no Rio Grande do Norte. Que está tudo dominado.

O preso também reclamou que não matou quase ninguém e continua preso. O radialista Damião Oliveira perguntou quem ele havia matado dentro do presídio e ele citou diretamente quatro assassinatos, revelando também nome e ano que aconteceu.

Matou Chimbinha em março de 2009.

Matou (nome incompreensível) em outubro de 2009

Matou Bode Zé em 2011 esquartejado

Matou Miolinho em setembro de 2012

Paizola disse que foi retirado pelos agentes do Pavilhão II e agora está no pavilhão das bolas. Afirmou que sabe que vai morrer e aponta uma lista de nomes, no áudio de 16 minutos, que teriam decretado e designados para matar ele. Quer dá entrevistas antes de morrer.

Suspeitos de assalto são obrigados a correr nus em Natal

Dois rapazes, suspeitos de assalto, foram obrigados a correr nus, amarrados pelas mãos, e forçados a pular do alto da ponte de Igapó, que liga as zonas Oeste e Norte de Natal.  De acordo com a Polícia Militar, o fato aconteceu na noite desta segunda-feira (11). Toda a ação foi filmada e o vídeo divulgado em redes sociais.


Pelas imagens, é possível ver a dupla correndo pela Av. Bernardo Vieira, na Zona Oeste da cidade. Durante o percurso, os suspeitos são acompanhados por motoqueiros até a ponte de Igapó, que passa sobre o rio Potengi.


Segundo a PM informou ao G1, os dois rapazes pularam da ponte. Depois que viu o vídeo, o pai de um deles reconheceu o filho e foi até a Delegacia de Plantão da Zona Sul para registrar queixa. Em seguida, informou à polícia que o filho, que tem 14 anos, chegou em casa bastante machucado e que havia sido resgatado por pescadores. O segundo suspeito, que segundo o garoto tem 17 anos, continua desaparecido.

Mais 800 mil pessoas tiveram o CPF negativo no SPC no mês de março


Estimativas da SPC Brasil e da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) aponta que mais de 800 mil consumidores entraram para os cadastros dos serviços de proteção ao crédito na passagem de fevereiro para março. Cerca de 4,2 milhões de pessoas que ficaram com seus nomes sujos desde dezembro do ano passado.