quinta-feira, 30 de junho de 2016


Novidades na Ilha Mix 2016

Em entrevista a Rádio Povo, o empresário Juscelino Kubitschek anunciou o encerramento da venda dos camarotes para os shows que acontecerão no Complexo Turístico Ilha de Santana, durante a Festa de Santa. Os trinta e seis camarotes foram vendidos nos primeiros dias de comercialização, mostrando que a Festa deverá ser um sucesso e que a população abraçou a ideia da Ilha Mix.

Na Ilha você curtirá os shows gratuitamente, sendo comercializada apenas o front stage situado à frente do palco ao preço de R$ 120,00 a temporada dos cinco dias de evento que começa na quarta-feira (27) e seguirá até o domingo (31) com a apresentação de bandas de peso. Quem quiser, poderá adquiri a temporada na loja Stomp Modas que fica localizada em frente ao Supermercado Paulino, no centro de Caicó.

Para quem vai comercializar algum produto no Complexo Turístico, JK avisa que a secretaria do evento está funcionando a partir desta terça-feira (28) na entrada da Ilha.

Sobre a entrada de bebidas no espaço, o empresário adiantou que haverá fiscalização na entrada, sendo permitido apenas o ingresso no espaço de garrafas pet. Outro ponto tocado foi na questão da venda de rolhas da área do front stage que será cobrada de acordo com o tipo de bebida que será consumida na área vip.

Queima total LK MULTIMARCAS

3 camisetas por R$ 50,00 a vista

Várias marcas e modelos nos tamanhos do P ao GG.

Modelos disponíveis somente na loja.
LK MULTIMARCAS fica na loja EDISOM IMPORTADOS no centro de Caicó.
Mais informações ligue 99927-8030

#imagensilustrativas

Estado prefere manter administração do sistema prisional e adia PPP


Com elevado custo que seria manter terceirização, Estado prefere adiar projeto de parceria público-privada.

O Estado deverá manter consigo a administração do sistema prisional e não compartilhá-la, por enquanto, em parceria público-privada (PPP).

O recuo tem relação principalmente com o custo. No modelo de PPP, um presidiário sairia ao custo mensal de R$ 3,2 mil. A média nacional é de R$ 2,6 mil.

No Rio Grande do Norte, estimaram fontes ligadas ao sistema prisional, o valor é bem menor já que serviços médicos e de ressocialização, por exemplo, não são oferecidos.

O presídio de Ceará-Mirim, que deverá ser inaugurado em outubro, seria o primeiro a ter a gestão em PPP. Com as dificuldades financeiras, no entanto, o Estado optou por suspender o projeto e priorizar a folha de economia para manter a economia aquecida.

Isaac Wendell / Plantão Caicó