terça-feira, 5 de julho de 2016


Agentes penitenciários decidem entrar em greve por tempo indeterminado a partir de sábado

Os agentes penitenciários do Rio Grande do Norte realizaram uma assembleia geral, na tarde desta terça-feira (5), e decidiram realizar uma greve por tempo indeterminado. O movimento terá início a partir do próximo sábado (9), em todas as unidades prisionais do Estado.

A decisão foi tomada durante votação na assembleia. Os agentes penitenciários reivindicam o cumprimento da Lei 566, que é o Estatuto da categoria, aprovado no final do ano passado pela Assembleia Legislativa e sancionado no início deste ano pelo Governo do Estado.

De acordo com o Sindicato dos Agentes Penitenciários do RN (Sindasp-RN), o Estatuto foi aprovado, mas não está sendo cumprido.

"O Governo do Estado nem mesmo estabelece um cronograma para cumprir o que determina a Lei. Nós já protocolamos vários ofícios no Gabinete Civil, tentando encontrar com o governador Robinson Faria, mas até agora não obtivemos êxito. Inclusive, reconhecemos os esforços do secretário Walber Virgolino em intermediar e de sensibilizar o Governo. O que os agentes querem é o tratamento igual a outras categorias. Isso porque o Governo tem cumprido leis aprovadas ainda em governos passado, mas não feito isso em relação a nossa classe", justifica Vilma Batista, presidente do Sindasp-RN.

Vilma indica que o Estatuto dos Agentes Penitenciários foi confeccionado de uma maneira diferente, sendo o único a ter um dispositivo que leva em conta a Lei de Responsabilidade Fiscal. "Recentemente, porém, o vice-governador sancionou o Estatuto de outra categoria sem esse dispositivo. Foi um grande gesto dele e justo, por isso, queremos que o governador Robinson dê o mesmo tratamento aos agentes penitenciários".

A presidente do Sindasp-RN ressalta que um dos principais pontos é a atualização dos quinquênios, que consta no Estatuto, mas até agora não saiu do papel. Além disso, a categoria pede a atualização dos níveis, melhorias no Sistema Penitenciário e nas condições de trabalho.

"Os agentes penitenciários, que desempenham uma função altamente estressante e perigosa têm se sentido desprestigiados pelo governador Robinson Faria. Lutamos tanto para que o Estatuto fosse aprovado, mas, na prática, ele ainda não foi efetivado, o que não serve em nada para valorizar os agentes. O resgate do Sistema Penitenciário, que é o que é esperado por toda a sociedade, passa fundamentalmente pelo cumprimento desse Estatuto", completa Vilma Batista.

Com a greve marcada para a partir do próximo sábado, apenas os serviços essenciais serão mantidos, como fornecimento de comida para os detentos e atendimentos de urgência, bem como os 30% que determina a lei. As visitas e atendimentos externos estarão suspensos.

Veja como seriam os preços de carros no Brasil sem impostos


Toyota SW4
O utilitário-esportivo derivado da picape Hilux iria de R$ 213.450 para R$ 96.479

Kia Sportage
O utilitário-esportivo médio Sportage iria de R$ 109.990 para R$ 49.715

Chevrolet S10
A picape média Chevrolet S10, que parte de R$ 97.890, iria iniciar em R$ 44.246

Chevrolet Cruze
O sedã médio Chevrolet Cruze passaria de R$ 89.990 para R$ 40.675

Ford Fiesta 1.0 Turbo Ecoboost
O Ford Fiesta com motor 1.0 turbo custa R$ 71.990 e iria para R$ 32.539

Citroën C3
O Citroën C3 com novo motor 1.2 parte de R$ 46.490 e iria para R$ 21.013

Hyundai HB20
O Hyundai HB20 1.0 parte de R$ 40.545 e passaria a R$ 18.326

Volkswagen Gol 1.0
O Volkswagen Gol custa R$ 34.250 e iria custar R$ 15.481

Fiat Mobi
O novo compacto da Fiat, o Mobi, custa R$ 31.900 e iria para R$ 14.418


No início do ano o agora ex-presidente da Anfavea (associação dos fabricantes de veículos), Luiz Moan, disse que a carga tributária sobre os automóveis no Brasil é 54,8% do preço final. Diante disso, calculamos o preço de recentes lançamentos no País sem os impostos. O Brabus 850 S63 iria de R$ 1.209.000 para R$ 546.468

Jaguar F-Pace
O utilitário-esportivo F-Pace iria de R$ 309.300 para R$ 139.803

BG / Isaac Plantão Caicó

Polícia esclarece que homem morreu devido acidente e não homicídio em Santana do Matos

A Polícia Militar de Tenente Laurentino foi acionada na noite de hoje (04) para atender uma ocorrência no sítio Pimenteira, dando conta de um homicídio tendo como vítima o Sr. Chico Jacó.

Ao chegar no local o Subtenente Marcelo Coelho constatou que não se tratava de homicídio, mas sim um acidente onde a vítima estava, segundo familiares, muito embriagado, discutiu e tentou agredir o filho mais novo que chegou da escola naquele momento. Que a vítima ficou arengando com o filho e caiu dentro do quarto e bateu a cabeça na quina da cama vindo a óbito. Todos que estavam dentro de casa confirmaram a mesma história que foi um acidente.

Por se tratar de outro município, (Santana do Matos) a polícia de Santana e o ITEP foram acionados para assumir a ocorrência. A polícia de Santana do Matos já se encontra no local nesse momento é a Polícia Civil também está indo ao local junto com o ITEP, cabendo a eles toda a solução do problema. Os policiais de Tenente Laurentino retornaram para cuidar da sua própria cidade.

Fonte: Tenente Laurentino Agora


Irmã do ex - goleiro Bruno acusa mais 2 pela morte de Eliza Samudio


Preso no Piauí sob acusação de estupro, o irmão do ex-goleiro Bruno, Rodrigo Fernandes, afirmou à Polícia Civil daquele Estado ter presenciado a morte e ocultação do cadáver de Eliza Samudio. Mãe de um filho de Bruno, a mulher desapareceu em 2010. Bruno foi condenado a 17 anos e meio de prisão pelos crimes, e o corpo de Eliza nunca foi encontrado. Além do goleiro, que está detido no presídio de Contagem (MG), outras sete pessoas foram presas pelos crimes contra Eliza.

O irmão do goleiro está preso desde setembro de 2015 no presídio do município de Altos (PI), acusado de estupro. Ele já havia sido detido outras vezes por acusações semelhantes e já respondeu ou ainda responde a seis acusações de estupro.

Em depoimento à Polícia Civil do Piauí, o irmão de Bruno afirmou que o corpo de Eliza foi ocultado em uma cidade de Minas, mas que só dará mais detalhes se for incluído em um programa de proteção de testemunhas. Ele também acusa mais duas pessoas de participar da morte de Eliza. O nome desses acusados ainda não foi divulgado.

Embora Bruno tenha sido julgado pela Justiça de Minas, porque o crime teria sido praticado em um sítio do ex-atleta naquele Estado, a Polícia Civil do Rio também investiga as agressões sofridas por Eliza. Isso porque, cerca de um ano antes de desaparecer, ela própria tinha denunciado agressões à Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá (zona oeste).

A Polícia Civil do Piauí informou a Deam sobre o teor do depoimento de Rodrigo Fernandes, e a delegacia está investigando o caso. Nesta segunda-feira, 4, a Deam emitiu nota sobre o caso: “Encontra-se em andamento uma investigação complementar para identificar dois indivíduos que teriam participado do sequestro e da tentativa de aborto sofridos por Eliza Samudio”.

Segundo a delegacia, o irmão de Bruno narrou à polícia do Piauí que estava no Rio de Janeiro na época do sequestro, mas não informou se teve alguma participação no crime. Ele disse também ter presenciado o homicídio de Eliza Samudio, ocorrido em Minas Gerais, e informou que prestará mais informações a respeito se for incluído em programa governamental de proteção à testemunha.

A Polícia Civil do Rio encaminhou o depoimento à Justiça de Minas Gerais, para eventuais providências.
Estadão

Inacinho Viagens : Viagem com conforto e segurança


DE SEGUNDA À  SÁBADO

Caicó - Natal 3:00h e 14:00h.
Natal - Caicó 2:40min e 13:00h.

DOMINGOS E FERIADOS

Caicó - Natal 14:00h
Natal - Caicó 14:00h

DISQUE VIAGENS 84-9.9951-3565 / 84-9.8718-4140 / 84-3421-1920