segunda-feira, 11 de julho de 2016


Morre estudante gay espancado após sair de boate


Morreu hoje (11) em Salvador um estudante de jornalismo de 30 anos que foi agredido ao sair de uma boate, no bairro do Rio Vermelho, no último sábado (9). Leonardo Moura estava internado no Hospital Geral do Estado (HGE), na capital baiana.

O primo dele, Gustavo Moura, disse que o rapaz foi “brutalmente espancado” após sair de uma festa em uma boate voltada para o público LGBT. Como Leonardo era homossexual e alguns pertences de valor não foram levados pelos agressores, a família atribui a violência a crime de ódio motivado por homofobia.

“Deixaram um relógio original, óculos de sol e identidade. Levaram o celular somente por levar, mas esse não foi o propósito de quem bateu nele. Foi intolerância, foi ódio porque ele era gay e estava saindo àquela hora de uma boate”, disse o primo da vítima.

“Ele estava muito machucado, cheio de marcas e inchaços, o que nos leva a deduzir que mais de uma pessoa o agrediu. Mas somente a polícia saberá dizer”, completou.

Segundo a Polícia Civil, Leonardo foi encontrado “muito machucado” por um pescador que acionou o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu). O estudante chegou a perder um dos rins por causa do espancamento e morreu no hospital após sofrer uma parada cardíaca.

O corpo de Leonardo será velado amanhã (12), no Cemitério Campo Santo, em Salvador. De acordo com a polícia, uma necrópsia foi feita para acrescentar informações à investigação. A delegada responsável pelo caso, Mariana Ouais, já ouviu integrantes da família do rapaz e ainda ouvirá um amigo dele, que ficou no ponto de ônibus após a saída da boate. Além disso, foram solicitadas imagens dos circuitos de segurança de todo o percurso feito por Leonardo após sair do local.

“Fica a indignação, porque ninguém pede pra sair de uma festa e ser espancado. A minha avó tem mais de 80 anos e está muito abalada com tudo isso. As pessoas têm o direto de viver as suas verdades e ser quem são. A gente fica apreensivo por outras pessoas com essa orientação sexual, que podem também ser violentadas, porque isso parece que não vai acabar”, disse Moura.

Protesto
Entidades LGBT da Bahia farão na próxima sexta-feira (15) um protesto em frente à boate em que Leonardo estava para denunciar a violência e o assassinato de pessoas LGBT. De acordo com o Grupo Gay da Bahia, que atua no combate à homofobia, entre janeiro e junho deste ano, 19 pessoas morreram em situações consideradas pela entidade como “de evidente conotação homofóbica”.

Casos de violência contra pessoas LGBT devem ser denunciados por telefone, no disque 100.
Um centro de referência LGBT foi aberto na capital baiana no primeiro semestre para atender a pessoas que precisam de orientação e assistência jurídica, psicológica ou judicial.
Edição: Luana Lourenço

Inacinho Viagens : Viagem com conforto e segurança


DE SEGUNDA À  SÁBADO

Caicó - Natal 3:00h e 14:00h.
Natal - Caicó 2:40min e 13:00h.

DOMINGOS E FERIADOS

Caicó - Natal 14:00h
Natal - Caicó 14:00h

DISQUE VIAGENS 84-9.9951-3565 / 84-9.8718-4140 / 84-3421-1920

Caminhoneiros têm direito à aposentadoria especial

Os motoristas de caminhão, sejam celetistas(carteira assinada) ou autônomos têm direito à aposentadoria especial 25 anos de contribuição independente da idade, sem redução pelo fator previdenciário, em várias hipóteses.

Deve-se lembrar, o quão nocivo é o famoso Fator Previdenciário que chegar a reduzir em 50% o valor da aposentadoria do trabalhador, regra geral, os caminhoneiros completam o tempo antes que outros profissionais, normalmente entre os 40 e 50 anos de idade, em virtude de começarem bem cedo sua atividade laboral.

Antes de 1995 todos os caminhoneiros ou motoristas de ônibus tinham automaticamente direito a essa vantagem apenas com a prova de que exerceram essa profissão. Mesmo com a revogação do direito nesta data, os períodos trabalhados antes de 1995 ainda são considerados com a simples prova do exercício da profissão de caminhoneiro ou motorista de ônibus.

Após essa data, é possível ainda obter o reconhecimento da atividade especial, através da comprovação que a atividade exercida é substancialmente prejudicial à saúde do trabalhador, deve-se utilizar todos meios de prova bem como usando documentos do caminhão, notas de frete, laudos médicos, filiações a associações de classe, manifestos, ou qualquer outro documento.

Vale lembrar que após 04/2003 todos os caminhoneiros podem computar como tempo de contribuição ao INSS todo e qualquer frete que realizem com a simples emissão da nota fiscal de frete. Isso ocorre porque a lei determinou que a empresa tomadora do serviço tem obrigação de reter o valor da contribuição previdenciária sobre o valor do frete e recolher ao INSS. Se não fizer e o INSS não cobrar, não é problema do caminhoneiro, que só precisa provar que realizou o frete. Para isso é necessário apresentar as notas de frete, como vimos no post Notas de Frete Comprovam Tempo para Aposentadoria do Caminhoneiro.

É possível também que o caminhoneiro, apenas com a CNH, que ateste exercer atividade remunerada, possa recolher algum período passado que ficou devendo, a fim de completar seu tempo para aposentadoria, como empresário ou autônomo.

Assim, é bem possível que o caminhoneiro entre 40 e 50 anos de idade já tenha condição de se aposentar pelo INSS e obter uma complementação de sua renda ou quem sabe até parar de trabalhar.

Bandidos fortemente armados surpreendem policiais,roubam armas e quase R$ 100 mil na Zona Norte de Natal


Dois policiais, que faziam escolta a ser esclarecida, foram assaltados na manhã desta segunda-feira (11) na Zona Norte de Natal. Informações dão conta que quatro homens encapuzados e fortemente armados levaram pistolas e cerca de R$ 90.000,00(noventa mil reais).

Ainda segundo informações, os bandidos estavam em um veículo CrossFox preto e mudaram para outro carro, que seria um táxi, Fiat Uno, de cor branca, de Extremoz.

Banco do Brasil quer sair de sociedade com os Correios

A parceria do Banco do Brasil com os Correios no Banco Postal corre o risco de acabar neste ano. Os dois sócios na prestação de serviços financeiros discordam, atualmente, do objetivo e, principalmente, do valor do negócio. Com rombo nos últimos três anos, sendo o de 2015 de R$ 2,1 bilhões, os Correios veem a renovação do contrato com o BB como uma oportunidade de injetar dinheiro na estatal, que ainda opera no vermelho neste ano. O melhor resultado da história dos Correios foi justamente o de 2012, afetado pelo negócio com o banco público.

Já o BB, segundo fontes, não considera o negócio tão vantajoso, em meio ao cenário econômico adverso e às mudanças no comportamento dos clientes. Sem o BB, os Correios precisariam leiloar novamente o serviço neste ano. Segundo a avaliação dos maiores bancos do País, há pouco apetite para explorar a rede de agências da estatal, presente em 95% das cidades brasileiras. Com o avanço dos canais digitais e os desafios de tornar a rede física rentável, a atratividade do canal diminuiu.

Compre sua casa financiada pelo banco

Vende-se casa pronta para morar recém construída na Rua Professor Manoel Fernandes, 260,  Bairro Maynard, escriturada e pronta para receber toda a sua família. O imóvel possui 3 quartos, sendo uma suite, banheiro social, sala, cozinha, área de serviço e garagem. Pode ser financiada pelo banco.

Valor da Residência R$ 135 mil.

Interessados podem entrar em contato com o corretor Carlos Eduardo - CRECI 5408/RN - pelo número 84. 9 9981-2503.

Pastor suspeito de abuso contra enteado deixa prisão no Rio de Janeiro

O pastor Felipe Garcia Heiderich, suspeito de abuso sexual contra o enteado de 5 anos, deixou o complexo penitenciário de Bangu, na Zona Oeste do Rio, na madrugada deste domingo (10), como informou a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). Neste sábado (9), o desembargador Murilo Kieling concedeu alvará de soltura do Heiderich, mesmo sem tornozeleiras eletrônicas.

O equipamento parou de ser fornecido ao governo porque a empresa responsável não recebe do estado desde setembro. Anteriormente, a Justiça havia determinado a prisão domiciliar do pastor. Segundo o magistrado, o Ministério Público já havia se posicionado de maneira favorável pela soltura nestas condições.

De acordo com a denúncia do MP, o pastor teria cometido os atos libidinosos contra o menino diversas vezes. Ele foi denunciado por estupro de vulnerável e, de acordo com o documento, a prática ocorreu até o dia 11 de junho deste ano. A denúncia do promotor Luiz Otávio Lopes foi oferecida com base na investigação da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV). O MP também requereu ao Juízo a revogação da prisão temporária do acusado, por entender já ter sido possível obter na fase de investigação os elementos necessários para a propor a denúncia.

O Ministério Público requereu, ainda, a aplicação de outras medidas cautelares, como a proibição de contato do denunciado com a vítima e sua mãe, uma distância-limite de 250 metros entre os mesmos, a proibição do acusado de deixar a comarca e o recolhimento do seu passaporte.

O caso veio à tona quando a mulher do pastor e mãe da suposta vítima de abuso, a também pastora Bianca Toledo, postou um vídeo nas redes sociais em que fala sobre o caso. Com mais de 3 milhões de seguidores, Bianca enfatizou que seu desabafo era uma forma de manter a transparência com seu público.