sábado, 5 de novembro de 2016


Caixões são encontrados abertos e com manchas de sangue em Campo Grande


É comum, infelizmente, moradores de vários bairros do Rio reclamarem que encontraram lixo acumulado em terrenos baldios. Mas, quem mora na Rua Eulino Nogueira, altura da Avenida Alhambra, em Campo Grande, Zona Oeste, teve um encontro mórbido e inexplicável. Seis caixões foram encontrados abertos e com manchas de sangue na parte interna. Alguns estavam identificados com nomes de pessoas. As fotos foram postadas no Facebook e compartilhadas por quase 500 perfis.

As fotos foram feitas por uma pessoa que passou pelo local Foto: Facebook Antigo Campo Grande

Muitos internautas diziam que a situação fazia parte de algum ritual religioso. Outros especulam sobre algum tipo de crime.

Alguns caixões tinham manchas de sangue Foto: Facebook Antigo Campo Grande

As polícias Civil e Militar foram procuradas e ainda não responderam sobre o caso.

Estudante que se preparava para prova do Enem tem AVC e é internada

G1

Katinayane Jolin, de 19 anos, é estudante e se preparava para a prova do Enem (Foto: Reprodução/TVCA)

A estudante Katinayane Jaine da Silva Jolin, de 19 anos, está internada no Pronto-Socorro de Cuiabá desde a terça-feira (1º) quando sofreu um acidente vascular cerebral (AVC). Ela se preparava para fazer a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste sábado (5) e domingo (6) quando foi internada às pressas. Para custear os gastos hospitalares, a família da jovem pede doações na internet.

Segundo os familiares da estudante, na terça-feira ela começou a passar mal e apresentar alguns sintomas como dormência, formigamento nos membros e dor de cabeça. “Minha avó queria que ela [Katinayane] fosse para o hospital, mas ela disse que logo iria passar e não foi”, contou a prima da jovem, Keiti Valéria Padovan da Silva.

Em seguida, os sintomas ficaram mais fortes e Katinayane foi levado a uma unidade hospitalar. “A médica só deu um remédio e disse que era estresse por causa dos estudos para o Enem”, disse Keiti. Durante a madrugada, no entanto, ela piorou e uma ressonância magnética diagnosticou o AVC.

“Ela já estava com a paralisia em um dos lados corpo e não consegui nem andar e falar mais”, afirmou a prima da jovem.

Jovem foi internada e família pede doações para custear gastos (Foto: Reprodução/TVCA)

Atenção : Não perca esta oportunidade de comprar sua casa em condomínio fechado pelo programa habitacional Minha Casa, Minha Vida


Vende-se imóvel em um condomínio fechado no Bairro Maynard em Caicó.

O imóvel conta com 2 quartos, banheiro social, sala,cozinha, área de serviço e garagem. Pode ser financiada pelo banco.

Valor da Residência R$ 115 mil.

Interessados podem entrar em contato com o corretor Carlos Eduardo - CRECI 5408/RN - pelo número 84. 9 9981-2503.

Imóvel ideal para investimento na melhor localização da Região do Seridó.

Boletos virão com número de CPF do pagador a partir do ano que vem

A partir do próximo ano, os boletos bancários passam a ter registro do CPF do pagador, os bancos criaram uma nova plataforma de eletrônica de cobrança com o intuito de aumentar a segurança e possibilitar o pagamento, após o vencimento, em qualquer banco ou correspondente não bancário.

De acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), o sistema atual de cobrança funciona há mais de 20 anos, e a nova plataforma deve reduzir inconsistência de dados, evitar pagamentos em duplicidade e permitir identificar o CPF do pagador, facilitando o rastreamento de pagamentos. No Brasil, são pagos cerca de R$ 3,5 bilhões em boletos bancários de vendas de produtos e serviços.

Maior avião do mundo vai pousar pela 1ª vez no Aeroporto de Viracopos

Antonov chegará no Brasil no dia 14 de novembro (Foto: Divulgação/ Antonov Company )

O maior avião do mundo, o Antonov An-225 Mriya, vai pousar pela primeira vez no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), na segunda-feira (14). A aeronave mede 84 metros de comprimento, tem 88 metros de envergadura (distância entre a ponta das asas) e pesa 175 toneladas sem carga e combustível.

Com seis turbinas, o An-225 pode carregar até 250 toneladas no compartimento de cargas. Além disso, pode transportar itens na parte externa e superior da fuselagem. Ele é o único exemplar deste porte em atividade no mundo.

James Waterhouse, professor da USP

A concessionária Brasil Viracopos, que administra o aeroporto, informou que o avião, que vem do Chile, fará uma escala em Campinas para pegar uma peça que servirá de suporte para o transformador que ele carregará em Guarulhos (SP).

Depois, o cargueiro retornará novamente para Santiago, no Chile, com a encomenda. A concessionária destacou ainda que não será reservado espaço especial para o público acompanhar a chegada da aeronave.

Mesmo assim, grupos combinam nas redes sociais os melhores locais para observação do avião. Em um deles, mais de mil pessoas confirmaram que irão ver a aeronove de perto em Campinas.

O An-225 também atraiu os olhares este ano na cidade australiana de Perth, onde 20 mil pessoas pararam para acompanhar o pouso do cargueiro e o trânsito perto do aeroporto ficou congestionado.

Ônibus espacial

Segundo o professor do departamento de engenharia aeronáutica da Universidade de São Paulo (USP), James Waterhouse, o avião tem um porte monumental porque foi projetado para transportar o Buran, que era o ônibus espacial soviético.

"Baseado no Antonov 124, que era um avião enorme, fabricado em série, eles desenvolveram uma versão maior ainda. Aumentaram as asas, fuselagem, colocaram uma cauda especial e colocaram o Buran em cima [...] Eles utilizaram seis motores e aí ficou um avião simplesmente descomunal", explica.

Uber quer ter frota de carros elétricos voadores no mundo inteiro até 2026

“E se você pudesse economizar quase quatro horas no trajeto entre o centro da cidade de São Paulo e Campinas?” É com indagações como essa que o Uber inicia um relatório de 98 páginas escrito para apresentar os planos da companhia para a próxima década: ter uma frota de carros elétricos voadores para transportar seus clientes no mesmo que todos nós já conhecemos pelo aplicativo. E, o melhor de tudo: por um valor não muito diferente daquele praticado atualmente na econômica categoria uberX.

Ok, sonhar com automóveios aéreos cruzando os céus das grandes metrópoles não é algo novo — trata-se de um conceito constantemente explorado em obras de ficção científica. Porém, o Uber está levando esse projeto a sério e desenvolveu um longo relatório provando a viabilidade da ideia, com direito até mesmo a algumas especificações técnicas dos VTOLs (sigla para Vertical Takeoff-and-Landing, ou Veículo de Decolagem e Pouso Vertical), automóveis que podem muito bem ser considerados uma versão tripulada dos drones.

Os automóveis imaginados pela companhia teriam esse nome justamente pela capacidade de decolar e pousar na vertical, utilizando rotores de forma parecida com o que acontece em um helicóptero. A marca imagina, porém, que um VTOL será muito mais silencioso e eficiente, sendo capaz de voar 160 km em uma velocidade média de 240 km/h a cada recarga de suas baterias. Com isso, uma viagem de São Paulo até Campinas durasse apenas 18 minutos.

Comparativo entre uma viagem de São Paulo até Campinas no UberBLACK e no Uber Elevate

Obstáculos e desafios

Vale observar que o Uber não tem planos de projetar e fabricar tais carros voadores — a companhia pretende, na verdade, incentivar o mercado a entrar nesse segmento, reunindo empresas privadas e órgãos governamentais para que, juntos, eles consigam resolver uma pilha de obstáculos técnicos para que o projeto dê certo. Tais obstáculos incluem legislações globais, infraestrutura de pouso e decolagem, especificações da bateria elétrica etc.

Mesmo com tantos desafios pela frente, o Uber acredite que conseguiremos fabricar os primeiros VTOLs até 2021, enquanto sua frota, que se chamará Uber Elevate, deve começar a funcionar em 2026. Caso queira ver o relatório completo (em inglês), clique neste link e divirta-se.

Oi: investidores estrangeiros prometem investir até R$ 10 bilhões

Investidores estrangeiros interessados em adquirir a Oi estiveram em Brasília no gabinete de Juarez Quadros, presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Eles indicaram a possibilidade de promover investimentos bilionários ao adquirir a empresa em recuperação judicial. Segundo Quadros, “há quem diga que vai aportar R$ 8 bilhões ou R$ 10 bilhões” na companhia. A agência confia numa solução de mercado, ou seja, que algum grupo venha a adquirir o controle da operadora e lide com sua dívida.

— O fato é que, dentro dessa solução de mercado, precisamos fazer com que haja atratividade, além de checar quem é esse investidor — disse Quadros.

Para aumentar a atratividade, disse ele, é possível que o Brasil avance na aprovação da nova Lei Geral de Telecomunicações (LGT), em discussão na Câmara dos Deputados. O texto poderá transformar o regime de concessão em autorização, flexibilizando o mercado.

Quadros destacou que a Oi possui mais de cem imóveis só no Rio — alguns em endereços nobres, como um prédio no Leblon —, que poderão ser revertidos em investimentos na expansão da banda larga, se aprovado o projeto que reforma a LGT pelo Congresso.

— Hoje, há espaço na lei que permite avaliar esses imóveis por dois conceitos: o patrimonial e o funcional. A proposta define melhor o conceito funcional. São mais de cem prédios no Rio, alguns talvez ainda sejam necessários, mas não tantos. São locais com valor imobiliário, mas, dado o tipo de prédio, teria de derrubá-los e construir para outras finalidades.

Odebrecht negocia venda do Maracanã por R$ 40 mi e complica dupla Fla-Flu

A Odebrecht está disposta a vender o controle do Maracanã para que possa deixar a administração do estádio. Depois de abrir uma ação numa corte arbitral para tentar romper o contrato de concessão a qual mantém com o governo, a companhia agora negocia com a empresa francesa Lagarde a venda dos direitos sobre a arena. A construtora quer cerca de R$ 40 milhões para repassar a concessão.

Odebrecht e Lagarde iniciaram na semana passada uma negociação para o possível repasse do controle do Maracanã. Nesta quinta-feira (3), representantes das empresas conversaram com o governo sobre o negócio, que é visto como uma possibilidade concreta para a solução do impasse que paira sobre o futuro do Maracanã.

O governo do Rio é o dono do estádio. Em 2013, organizou uma licitação e concedeu o espaço a um grupo de empresas controlado pela Odebrecht, a Maracanã SA. Acontece que o negócio nunca deu certo. Neste ano, a Odebrecht decidiu deixar a administração da arena.

O governo do Rio não quer mais administrar o estádio. Por isso, já iniciou estudos sobre uma nova licitação do Maracanã. Com a negociação entre Odebrecht e Lagarde, é possível que a concorrência não seja mais necessária, o que impactaria diretamente nos planos de Flamengo e Fluminense.

Os clubes não falam sobre o assunto, mas reprovam internamente a possibilidade de o controle do estádio ser vendido pela Odebrecht. Isso os impediria de participar de um novo processo de licitação e os deixaria mais uma vez reféns da administração privada do complexo esportivo.

O Rubro-negro, por exemplo, se vê como protagonista e já deixou claro não ter a ideia de celebrar um novo contrato de locação com um eventual sucessor da Maracanã SA. O Tricolor se apoia no longo contrato de 32 anos com a atual concessionária para manter seus jogos no estádio.

Até o fim de novembro, o Maracanã permanece administrado pelo Comitê Organizador da Rio-2016. A tendência é a de que em breve a situação sobre o futuro do principal estádio do país seja resolvida.

Procurada pela reportagem, a Odebrecht optou por não comentar o assunto. O governo confirmou a reunião com Odebrecht e Lagarde. O Estado diz que segue avaliando a melhor alternativa para a administração do Maracanã.

Feira do Empreendedor leva inspiração e oportunidades ao Seridó


Um evento para capacitar, gerar oportunidades, inspirar e estimular empreendedores a tirar as ideias do papel e montar um negócio. Essa é a proposta da Feira do Empreendedor 2016, que será realizada no período de 9 a 12 deste mês, na Ilha de Sant’Ana, em Caicó. A feira vai apresentar modelos e ideias de negócios para quem já é empresário e também aqueles que pretendem abrir uma empresa, além de disponibilizar informações técnicas e capacitações em diversas áreas.

Com o slogan Terra de Empreendedores, o evento terá espaços destinados à apresentação de modelo de negócios, salões de exposição e áreas de atendimento. Toda estrutura está sendo montada numa área de aproximadamente 10 mil metros quadrados, incluindo o ginásio e o anfiteatro da Ilha. Os visitantes encontrarão mais de 5 mil oportunidades de capacitação nas áreas de empreendedorismo, gestão empresarial, finanças, inovação, gestão de pessoas, planejamento, mercado e vendas, entre outros.

“Os empreendedores, estudantes universitários e visitantes terão uma grande oportunidade de acesso ao conhecimento em diversas áreas. A nossa expectativa é receber nos quatro dias de feira cerca de 8 mil pessoas na Ilha de Oportunidades”, afirma o diretor de Operações do Sebrae-RN, Eduardo Viana.