terça-feira, 29 de novembro de 2016


“Sobrevivi porque segui os protocolos de segurança”, diz sobrevivente do voo da Chapecoense

“Sobrevivi porque segui os protocolos de segurança. Diante da situação, muitos se levantaram dos assentos e começaram a gritar. Coloquei as malas entre as minhas pernas para ficar em posição fetal, que é o que se recomenda em acidentes”, teria dito Tumiri em entrevista à Fox Sports da Argentina. A informação também foi publicada pelo site argentino “Toda Pasión”.


Além de Tumiri, se salvaram no voo fatal a também tripulante Ximena Suarez, o jornalista Rafael Henzel e três jogadores da Chapecoense: o lateral-esquerdo Alan Ruschel, o goleiro Follmann e o zagueiro Neto.


Ao todo, 77 pessoas estavam na aeronave, que saiu de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, e rumava para Medellín, na Colômbia. O número foi confirmado pela Unidade Nacional para Gestão de Risco e Desastre da Colômbia, quando houve o anúncio do fim das buscas.


“O balanço é o seguinte: seis pessoas feridas e 71 pessoas falecidas. O total era de 77 pessoas. O balanço final foi ajustado já que quatro pessoas não viajaram de última hora. Pode-se dizer que foi uma das operações mais rápidas que já fizemos, com logística aérea a terrestre”, afirmou Carlos Iván Marquéz Pérez, líder do grupo de busca.

O acidente aconteceu na madrugada desta terça-feira (29) a cerca de 30km do aeroporto de Medellín. A provável causa é pane elétrica por falta de combustível no avião.

Atenção : Não perca esta oportunidade de comprar sua casa em condomínio fechado pelo programa habitacional Minha Casa, Minha Vida


Vende-se imóvel em um condomínio fechado no Bairro Maynard em Caicó.

O imóvel conta com 2 quartos, banheiro social, sala,cozinha, área de serviço e garagem. Pode ser financiada pelo banco.

Valor da Residência R$ 115 mil.

Interessados podem entrar em contato com o corretor Carlos Eduardo - CRECI 5408/RN - pelo número 84. 9 9981-2503.

Imóvel ideal para investimento na melhor localização da Região do Seridó.

Homem com mandado de prisão por homicídio contra mulher em Caicó é preso pela Denarc em Mossoró

FIM DA LINHA

Uma equipe de policiais civis da Delegacia de Narcóticos (DENARC) de Mossoró prendeu no início da tarde desta segunda feira 28 de novembro um foragido da justiça da comarca de Caícó na região do Seridó Potiguar.

Antônio Fernandes dos Santos de 66 anos de idade, fugiu do presídio estadual de Caicó, onde cumpria pena por homicídios contra duas mulheres, sendo um na cidade de Alexandria na região Oeste e outro em Jardim de Piranhas na região do Seridó.

O foragido foi preso em uma residência na Avenida Santa Luzia no Conjunto Santa Delmira, aqui em Mossoró em cumprimento a um mandado judicial expedido pela justiça da comarca de Caícó.

Segundo o delegado da Denarc Antônio Teixeira Júnior, a sua equipe recebeu informações sobre o paradeiro do fugitivo e durante uma abordagem na residência indicada pela denúncia, conseguiu prender o homicida que não reagiu a prisão.

Ainda de acordo com Teixeira Júnior, Antônio Fernandes matou uma mulher a facadas no ano de 2004 na cidade de Alexandria e no ano de 2008 cometeu mais um homicídio contra outra mulher desta vez na cidade de Jardim de Piranhas e cumpria pena pelos homicídios, mas conseguiu fugir do Pereirão em Caicó.

Após ser preso o matador de mulheres como ficou conhecido, foi encaminhado à Cadeia Pública, mas deverá ser transferido para o presídio de origem nesta terça-feira

Urgente : Fuga no Ceduc em Caicó

Na tarde desta Terça-feira (29), foi registrado mais uma fuga na unidade do CEDUC em Caicó.

Segundo informações, 4 internos fugiram pulando o muro da unidade  e fugiram em direção ao Bairro Castelo Branco.

Guarnições do GTO,GTOR,RP
e CIPAM estão em diligencias na região.

Atualizando : A Polícia recapturou todos os fugitivos.


CBF tem contrato com a Itaú para garantir jogadores

O Brasil acorda entristecido. O avião que levava o time da Chapecoense à Colômbia para a disputa da final da Copa Sul-Americana caiu em uma região montanhosa, deixando 76 mortos (atletas, jornalistas e tripulação) entre as 81 pessoas a bordo, informou a polícia colombiana nesta terça-feira.


Neste momento tão difícil, as seguradoras estão envolvidas nos contratos que auxiliam empresas e famílias, dando apoio para a tramitação burocrática que envolve a morte, como translado, funeral e apoio psicológico e financeiro aos familiares. Além das apólices de seguros pessoais, todos os atletas profissionais com contratos ativos no sistema BID da Confederação Brasileira de Futebol passaram a ter direito a coberturas de seguro de vida e de auxílio funeral custeados pela entidade, segundo anúncio feito em março, pelo presidente em exercício da CBF, Antônio Nunes de Lima.


O objetivo da iniciativa, segundo a CBF, é dar tranquilidade e segurança aos atletas no seu dia a dia, além de garantir economia aos clubes brasileiros. Na época da assinatura do contrato, quase 10 mil contratos estavam ativos no departamento de Registro e Transferências da Confederação. O programa de seguro atualiza mensalmente o número de contratos vigentes.


O pagamento de seguro de vida é obrigação dos clubes, de acordo com o artigo 45 da Lei Pelé, informa a CBF em seu portal. A CBF, no entanto, percebeu que poderia assumir o custo com o apoio do parceiro Itaú Seguros, responsável pelas coberturas e que uniu esforços junto à entidade para viabilizar a proposta em vigor.


O que foi acertado na época era que a apólice contratada forneceria ao beneficiário cobertura por morte por qualquer causa, invalidez permanente total ou parcial por acidente e invalidez funcional permanente ou total por doença. Todas as coberturas são calculadas conforme o salário do atleta, multiplicado o valor em doze vezes.

Qual a diferença da crise na Paraíba para o Rio Grande do Norte?


A RESPOSTA É SIMPLES!

FALTA DE GESTÃO!

O que está errado no RN? Enquanto estamos com salários atrasados e obras paralisadas, no vizinho estado da Paraíba o governador Ricardo Coutinho entrega 88 viaturas, inaugura aeroporto no Município de Cajazeiras, interior do Estado e paga servidores em dia.

#desgovernodoRN

DUPLO HOMICÍDIO EM GOVERNADOR DIX-SEPT ROSADO. CASAL É EXECUTADO EM ESTRADA CARROÇÁVEL

Chega informações repassadas pela viatura da cidade de Governador Dix Sept Rosado de um duplo homicídio. De acordo com informações um casal foi executado em uma estrada carroçal no Sítio Gangorrinha, próximo ao abatedouro.

A princípio seria um acidente, porém um policial afirmou se tratar de um duplo homicídio. Uma equipe de trânsito de Mossoró já estava se dirigindo pois a primeira informação seria acidente, porém após confirmar duplo homicídio, o ITEP e a polícia civil estão à caminho, junto com a viatura da cidade que se encontrava em Mossoró.

Segundo informações eles foram executados por dois em uma moto escura grande.

Ainda não se tem a identificação das vítimas deste duplo homicídio.

TIM vai expandir 3G para mais 26 Cidades potiguares até dezembro; Caicó fica fora

A TIM vem ampliando sua rede e reforçando a qualidade da cobertura em todo o Nordeste. Neste segundo semestre de 2016, 342 municípios da região, ainda não cobertos com o 3G, serão beneficiados através do plano de investimentos da companhia para expansão da tecnologia.

Após Cerro Corá, Jardim de Piranhas, Jardim do Seridó, Lagoa Nova, São João do Sabugi e Serra Negra do Norte terem sido contemplados com o sinal no primeiro semestre, a ampliação da cobertura alcançará mais 26 novos municípios potiguares até o próximo mês de dezembro.

Municípios que receberão o 3G da TIM este ano:

A Anac proibiu que a Chapecoense fretasse um vôo para Medellin

A Chapecoense teve que mudar seus planos na viagem em direção à Colômbia. Quando enfrentou o Junior Barranquilla, nas quartas de final da Copa Sul-Americana, o trajeto foi modificado algumas vezes. Agora, o voo fretado que o Verdão do Oeste contratou para levar a equipe a Medellín, onde enfrentaria o Atlético Nacional, não foi autorizado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para partir rumo a Colômbia.

Segundo o entendimento da Anac, o voo deveria ser feito por uma empresa brasileira ou colombiana, e a empresa contratada pela Chapecoense é venezuelana.

Avião da Chapecoense voava abaixo da velocidade normal durante a queda

A Aeronave Avro RJ85, da LAMIA, que caiu na Colômbia deixando 76 mortos e que transportava o time do Chapecoense, estava em baixa velocidade no momento da queda.

Segundo o sistema de acompanhamento de aeronaves FlightRadar, no momento em que a aeronave deixou de emitir sinais, ela voava com velocidade de 142 nós (263 km/h). Segundo o consultor em aviação Lito Sousa, uma velocidade tão baixa só é compatível com uma grande aproximação da pista de pouso, o que não era o caso. O avião estava a cerca de 30 km do aeroporto Internacional José Maria Córdova, em Rio Negro, ao lado da cidade de Medellín.


Segundo informações do sistema, antes da queda, a aeronave fez duas voltas no sentido anti-horário, o que pode indicar que o avião estava aguardando autorização para pousar.


Um vídeo feito da tela do FlightRadar indica o momento em que a aeronave desaparece do radar.

A aeronave Avro RJ85 partiu de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, às 22h18 (horário de Brasília), com destino a Medellín. O voo chegou a passar pelo espaço aéreo brasileiro, na região do Amazonas. Às 00h37, depois de passar por grande parte da Colômbia, a aeronave faz uma curva para a direita, se encaminhando para o aeroporto de Medellín. Às 00h42, a aeronave começa a voar em círculos, no sentido anti-horário. O trajeto do avião não aponta para anormalidades. A manobra costuma ser feita quando uma aeronave aguarda a autorização para o pouso.


Durante a manobra, a velocidade da aeronave é constantemente reduzida, mas ainda não há indícios de problemas. Após realizar a segunda volta, a aeronave reduz ainda mais a sua velocidade: de 409 km/h para 263 km/h. Às 0h55, a aeronave emite seu último sinal antes da queda.

Ao menos 25 pessoas morreram e seis foram resgatadas com vida em um acidente na noite desta segunda-feira (28) na Colômbia com o avião que transportava a equipe da Chapecoense. O time disputaria nesta quarta (30) a primeira partida da final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional.

Autoridades que trabalham no local da tragédia falam em 76 mortos, número que ainda não foi confirmado oficialmente.

CAERN divulga novo rodizio para abastecimento de Caicó

A Companhia de Águas e Esgotos do RN divulgou um novo calendário de rodízio para abastecimento de Caicó. Barra Nova, Acampamento, parte do Centro da cidade (da Rua Pedro Velho, situados na Avenida Seridó em direção ao bairro Acampamento).


Dias 28, 28 e 30 Observação: Os demais setores do centro de Caicó terão água todos os dias, por motivo do abastecimento da Zona Norte. ZONA NORTE Os bairros Alto da Boa Vista, Parte alta do Recreio (Da Rua Cesar Rodrigues Fechine até as proximidades do motel, setor próximo ao Marizão, Samanaú, Salviano Santos, penitenciária, Nova Caicó, Serrote Branco III).



Dias 01, 02 e 03 Vila do Principe, Darci Fonseca, Recreio, parte Baixa (Da Rua Cesar Rodrigues Fechine em direcao ao Rio Seridó), Loteamento Serrote Branco I e II e Boa Passagem.



Dias, 28, 39 e 30 ZONA SUL Bairro Paraíba e Soledade Dias 28, 29 e 30 Parte do Setor do Hospital do Seridó, Batalhão da Polícia Militar Dias 28, 29 e 30 ZONA LESTE – SERÃO ABASTECIDOS POR 72 HORAS E 72 HORAS DESABASTECIDOS Bairros Vila Altiva, Vila Carlindo Dantas, Itans I e II, Penedo II, Nova Descoberta, Castelo Branco, Jardim Satelite (IPE), Canutos e Filhos, Loteamento Diniz, Maynard, Santa Costa, Vila Graciosa, Romeiros, Cidade Judiciária, Rua Cândido Gato, Vila Brasil, Bento XVI.



Dias 30, 01, 02 e 03 ZONA OESTE – SERÃO ABASTECIDOS POR 72 HORAS E 72 HORAS DESABASTECIDOS Bairros João XXIII, Walfredo Gurgel, Luiz  Januario (Novo Horizonte) e parte do setor do Matadouro Público e parte do bairro Barra Nova, João Paulo II, Frei Damião e São José. Dias 28, 29 e 30

Obs: Os bairros Frei Damião e São José serão abastecidos por 8 horas nos dias informados, sendo 4 horas para os setores elevados e 4 horas para os setores mais baixos. Bairros Adjuto Dias e Paulo VI Dias 28 e 29

"Estou me preparando para o pior", diz atleta da Chapecoense que não viajou

Nivaldo, goleiro da Chapecoense

O goleiro Nivaldo é símbolo da ascensão da Chapecoense porque está no elenco desde 2006 e iniciou a escalada desde quando o time estava na Série D. Mas na manhã desta terça-feira ele está consternado com a queda do avião com os companheiros de equipe. "Estou me preparando para o pior. Não quero, não tô acreditando, mas tem que ser forte.

Ele falou que estava em Chapecó na casa de Cadu Gaúcho, funcionário do clube. Nivaldo contou que foi acordado às 5 horas com o telefonema de um amigo preocupado perguntando se ele estava no voo. O atleta contou que os jogadores passaram a conversar pelo Whatsapp, mas não conseguiram mais informações além do que saiu na imprensa.


O goleiro afirmou que as ligações para os dirigentes e atletas que estavam no voo não foram atendidas. "Todo mundo está rezando para que não tenha acontecido o pior".


A perplexidade contratava com o clima e euforia que imperava no clube desde a classificação nas semifinais. Nivaldo contou que a partida contra o Atlético Nacional era encarada como maior jogo da história de 43 anos do clube. Em seguida, o goleiro pediu para desligar o telefone porque não conseguia mais falar.

Reprodução/Twitter

As 81 pessoas que estavam no vôo que transportava a equipe da Chapecoense

Os atletas convocados

1. Danilo
2. Gimenez
3. Bruno Rangel
4. Marcelo
5. Lucas Gomes
6. Sergio Manoel
7. Felipe Machado
8. Matheus Biteco
9. Cleber Santana
10. Alan Ruschel
11. William Thiego
12. Tiaguinho
13. Neto
14. Josimar
15. Dener
16. Gil
17. Ananias
18. Kempes
19. Follmann
20. Arthur Maia
21. Mateus Caramelo
22. Aílton Canela

Demais convocados e comissão técnica

22. Caio Júnior (Técnico)
23. Duca
24. Pipe Grohs
25. Anderson Paixão
26. Anderson Martins
27. Dr. Marcio
28. Gobbato
29. Cocada
30. Serginho
31. Serginho
32. Adriano
33. Cleberson Silva
34. Maurinho
35. Cadu
36. Chinho di Domenico
37. Sandro Pallaoro
38. Cezinha
39. Giba

Diretoria

40. Plínio D. de Nes Filho
41. Nilson Folle Júnior
42. Decio Burtet Filho
43. Edir de Marco
44. Ricardo Porto
45. Mauro dal Bello
46. Jandir Bordignon
47. Dávi Barela Dávi

Convidados

48. Delfim Peixoto Filho
49. Luciano Buligon
50. Gelson Meisão

Imprensa

51. Victorino Chermont (Fox Sports)
52. Rodrigo Gonçalves
53. Devair Paschoalon
54. Lilacio Júnior
55. Paulo Clement (Fox Sports)
56. Mario Sergio P Paiva (Fox Sports e ex-jogador)
57. Guilher Marques
58. Ari Júnior
59. Guilherme Laars
60. Giovane Klein
61. Bruno Silva
62. Djalma Neto
63. Adré Podiacki
64. Laion Espindula
65. Rafael Henzel
66. Renan Agnolin
67. Fernando Schardong
68. Edson Ebeliny
69. Gelson Galiotto
70. Douglas Dorneles
71. Jacir Biavatti

Além de 6 tripulantes.

76 mortos na queda do avião que transportava a equipe da Chapecoense

O voo que transportava a equipe de futebol Chapecoense caiu na madrugada desta terça-feira, nas proximidades de Medelín, na Colômbia. O avião, da empresa boliviana Lamia, transportava 81 pessoas, sendo 72 passageiros e 9 tripulantes. O prefeito de Medelín, Federíco Guitierrez Zuluaga, afirmou no início desta manhã que cinco pessoas foram resgatadas com vida e pelo menos 25 mortes foram confirmadas. As buscas aéreas foram encerradas por conta do mau tempo e agora só é possível chegar ao local do acidente por terra. Cerca de 150 pessoas participam das operações de resgate.

Entre os resgatados com vida e levados para o hospital San Juan de Dios, em La Ceja, está o jogador Alan Ruschel. Ele estava consciente ao chegar no local. Os goleiros Danilo Padilha e Jackson Follman também foram resgatados e levados a hospitais em Rionegro, cidade próxima do acidente. De acordo com a GloboNews, uma comissária de bordo, identificada como a boliviana Jimena Suárez, e o narrador da Rádio Oeste Rafael Henzel também estão entre os sobreviventes.

Em entrevista à rádio, um bombeiro que está no local do acidente afirmou que há sobreviventes, mas não conseguiu precisar quantos. A temperatura no local é estimada em 5 graus. O avião não explodiu, o que aumenta a expectativa por sobreviventes.

Após acidente com o avião da Chapecoense, Conmebol suspende final da Copa Sul-Americana

A Confederação Sul-Americana de Futebol confirma que foi notificada pelas autoridades colombianas de que o avião que levava o time da Chapecoense rumo a Medellín para a final da Copa Sul-Americana sofreu um acidente na chegada à Colômbia. A decisão foi suspensa pela entidade.

O jogador Alan Ruschel foi o primeiro atleta da Chapecoense socorrido com vida.

Anac vetou voo fretado da Chapecoense; parte do elenco ficou no Brasil

A Chapecoense tentou fretar um avião para fazer a viagem direto para Medellín, mas foi impedida pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). O clube havia planejado sair de São Paulo e fazer uma escala na Bolívia. A mesma medida foi tomada quando o time viajou à Colômbia para enfrentar o Junior Barranquilla, quando o órgão não permitiu.


Alguns atletas da Chapecoense não viajaram com a equipe. A lista inclui os seguintes jogadores: Neném, Demerson, Marcelo Boeck, Andrei, Hyoran, Martinuccio, Nivaldo e Rafael Lima. Eles não vinham sendo utilizados pelo treinador Caio Júnior. Entre todo o time, o goleiro Nivaldo é o mais antigo do elenco e está no grupo desde que a equipe estava na Série D.

O avião que caiu com o time da Chapecoense

De acordo com o site Sport, da Espanha, o avião que sofreu um acidente com o time da Chapecoense foi utilizado por Messi e os jogadores argentinos justamente na viagem para o Brasil, quando a seleção hermana enfrentou os comandados de Tite pelas eliminatórias da Copa do Mundo, no Mineirão.


Segundo sites especializados em aviação, o avião que sofreu um acidente com o time da Chapecoense é novo, tem apenas 17 anos de uso e era o único da companhia aérea Lamia, da Bolívia.

O modelo é o Avro Regional Jet 85, também conhecido como Jumbolino, de matrícula CP-2933, produzido pela British Aerospace. O avião tem lugar para 95 pessoas, mas segundo as autoridades colombianas, tinha 72 passageiros e 9 tripulantes no momento do acidente.

O avião tinha na sua fuselagem o escudo do Chapecoense

Avião da Chapecoense tem problemas elétricos e sofre acidente na Colômbia

O avião em que embarcou a delegação da Chapecoense com destino à Colômbia fez um pouso forçado na região de Antioquia, naquele país, na madrugada desta terça-feira (29). A delegação da equipe estava a caminho do aeroporto José Maria Córdova, em Medellín, onde a equipe catarinense enfrenta o Atlético Nacional pela final da Copa Sul-Americana deste ano.

A aeronave partiu de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, sob o número de identificação CP2933. A equipe fez escala no país depois de ter deixado São Paulo por volta das 15h35, horário local.

A conta oficial do Aeroporto José María Córdova no Twitter confirmou um chamado de emergência do avião que decolou de São Paulo e informou que a operação de resgate está sendo realizada apenas por terra devido as condições climáticas no local. Segundo informações da rádio Caracol, sobreviventes já estão sendo retirados do local do acidente e levados para o hospital de La Ceja, a cerca de uma hora de Medellín.

A Aerocivil, entidade responsável pelo controle dos voos no país, fez um comunicado oficial sobre o acidente: "A Força Aérea da Colômbia já disponibilizou um helicóptero para colaborar com as buscas. Funcionários da Aerocivil já instalaram um posto especial no centro de operações aéreas do Aeroporto José María Córdová para atender à situação sob a liderança de Alfredo Bocanegra, diretor da Aerocivil."

A aeronave transportava 81 passageiros e tripulantes.

R7 / Plantão Caicó

Novidades na LK MULTIMARCAS

Siga @LkMultimarcas
LK MULTIMARCAS é em EDISOM
Contato 84999278030
Rua Renato Dantas 643 prox a Farmácia Pague Menos em Caicó