sexta-feira, 9 de dezembro de 2016


Vale consegue licença para maior projeto de mineração do planeta

A Vale divulgou, nesta sexta-feira (9), que obteve licença para o projeto de extração de minério de ferro S11D, no Pará.Trata-se do maior projeto da história da empresa, sendo também o maior do planeta. Emitida pelo Ibama, a licença de operação é válida por 10 anos. Ela inclui mina para extração de ferro, assim como uma usina de beneficiamento, pilhas de estéril, diques e estruturas auxiliares.

O empreendimento entrará em operação comercial já em janeiro de 2017. Os investimentos totais são de US$ 48,3 bilhões de reais, aplicados na implantação da mina e da usina, na construção de um ramal ferroviário de 101 quilômetros, a expansão da Estrada de Ferro Carajás (EFC) e na ampliação do Terminal Marítimo de Ponta da Madeira, em São Luís (MA).
Veja / Plantão Caicó

Volvo vai construir o maior ônibus do mundo no Brasil


A Volvo já tinha apresentado oficialmente o seu gigantesco ônibus biarticulado para o sistema de BRT do Rio de Janeiro, mas ainda não tinha dado informações sobre a sua fabricação. Havia a possibilidade de a marca trazer pelo menos parte do veículo da Europa para cá, mas já não se fala nisso. A companhia vai fabricar o Gran Artic 300 no Brasil.

Esse biarticulado é um destaque por ser o maior do mudo. Ele mede 30 metros de comprimento e deve conseguir carregar 300 pessoas, bem apertadinhas, naturalmente. Esses detalhes foram revelados na FetransRio, uma feira bienal sobre ônibus que aconteceu no Rio de Janeiro.

Padrão vermelho e preto é, na verdade, o do BRT de Curitiba.

Também foi apresentado pela empresa o biarticulado Super Artic 210, que mede 22 metros e conseguirá carregar 210 pessoas em sua capacidade máxima. Esse modelo segue basicamente o mesmo padrão da maioria dos ônibus usados em sistemas de BRT e de rua pelo Brasil.

Apesar de o Gran Artic 300 ter sido desenvolvido para operar na capital carioca, a montadora já está vendendo o seu chassi para que outras empresas possam montar suas estruturas sobre ele. Portanto, espera-se que, quando outras grandes cidades brasileiras — como Curitiba — ou estrangeiras — como Bogotá — começarem a renovar suas frotas BRT, elas passem a usar esse modelo da Volvo também.


Governo estuda liberar fatia do FGTS para trabalhador pagar dívidas, diz jornal

Na busca por acelerar a recuperação da economia brasileira, o governo Michel Temer estuda duas medidas. De acordo com a Folha de S. Paulo, uma delas é permitir o uso do FGTS para que trabalhadores quitem empréstimos com bancos.

A outra possibilidade em análise é a liberação dos depósitos compulsórios (recursos que os grandes bancos depositam obrigatoriamente no Banco Central) para refinanciar dívidas de pessoas jurídicas e físicas.

As duas propostas ainda dependem de um acerto final entre Temer e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Além disso, a liberação do Fundo de Garantia precisa passar pelo Conselho Curador do FGTS, órgão com representantes de trabalhadores, empregados e governo.

A liberação de compulsório por meio de aplicação obrigatória em um tipo de crédito já foi usada no início da gestão Dilma Rousseff. Na época, os bancos podiam fazer empréstimos para compra de veículos e descontavam o valor emprestado do compulsório. A ideia, agora, seria destinar o dinheiro para pagar dívidas.

Segundo a Folha, equipe econômica e mercado acreditam que o elevado endividamento de empresas e consumidores provoca um travamento do mercado de crédito. Com isso, a expectativa inicial de que o governo de que o país voltaria a crescer no fim deste ano não deve se confirmar.

Pesquisa da Serasa Experian aponta que, em agosto, havia 59,3 milhões de inadimplentes no país, o que representa cerca de 40% da população acima de 18 anos.

19 infrações que causam a suspensão da CNH

O motorista não tem a sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa apenas quando atinge 20 pontos ou mais em seu prontuário no período de 12 meses. Existem também algumas infrações gravíssimas que, se cometidas apenas uma vez, já causam a perda do direito de dirigir. É o caso, por exemplo de exceder em mais de 50% o limite de velocidade na via, não prestar socorro a vítima de acidente de trânsito, pilotar motocicleta sem capacete, participar de racha, dirigir após ingerir bebida alcoólica ou recusar-se a realizar o teste do bafômetro.

Leia mais:

Para ajudar a esclarecer todos os casos, o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) lista quais são essas infrações, os valores das multas e qual órgão é responsável pela fiscalização.

Dirigir embriagado

Multa: R$ 2.934,70

Órgão responsável pela fiscalização: Estadual/Rodoviário

Dirigir ameaçando os pedestres que estejam atravessando a via pública ou ameaçando os demais veículos

Multa: R$ 293,47

Órgão responsável pela fiscalização: Est/Munic/Rodoviário

Disputar corrida, ou participar de competição sem permissão

Multa: R$ 2.934,70

Órgão responsável pela fiscalização: Estadual/Municipal/Rodoviário

Participar como condutor em demonstração de manobras de veículos sem permissão

Multa: R$ 2.934,70

Órgão responsável pela fiscalização: Municipal/Rodoviário

Utilizar veículo em demonstração de manobra perigosa mediante arrancada brusca, por derrapagem, frenagem ou arrastando pneus

Deixar o condutor envolvido em acidente, de prestar ou providenciar socorro à vítima ou de evitar perigo para o trânsito

Multa: R$ 1.467,35

Órgão responsável pela fiscalização: Estadual/Rodoviário

Deixar o condutor envolvido em acidente de remover o veículo local quando determinado por autoridade de trânsito ou deixar de preservar local para perícia

Deixar o condutor envolvido em acidente, de identificar-se ao policial e prestar informações p/ o B.O.

Forçar passagem entre veículos que trafegam em sentidos opostos para realizar ultrapassagem

Transpor bloqueio viário policial

Conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor sem capacete de segurança ou sem vestuário aprovado pelo Contran

Conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor transportando passageiro sem capacete

Conduzir motocicleta/motoneta/ciclomotor transportando passageiro fora do assento

Conduzir motocicleta/motoneta/ciclomotor fazendo malabarismo/equilibrando-se em uma roda

Conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor com os faróis apagados

Conduzir motocicleta/motoneta/ciclomotor transportar criança menor de 7 anos ou sem condição cuidar própria segurança

Transitar em velocidade acima de 50% à máxima permitida

Multa: R$ 880,41

Órgão responsável pela fiscalização: Municipal/Rodoviário

Recusa ao teste do etilômetro ou exame clínico para perícia

Usar qualquer veículo para, deliberadamente, interromper, restringir, ou perturbar a circulação na via sem autorização do órgão

Multa: R$ 5.869,40

Órgão responsável pela fiscalização: Municipal/Rodoviário

Quanto tempo dura a suspensão?

O período varia de 2 a 8 meses e, no caso de reincidência em um ano, de 8 a 18 meses. O histórico do motorista conta para a decisão do prazo total. No caso de embriaguez ao volante, recusa ao teste do bafômetro e uso do veículo para, deliberadamente, interromper, restringir ou perturbar a circulação na via, o período de suspensão será sempre fixado em 12 meses. Já o motorista autuado por alcoolemia, se for flagrado dirigindo durante o período de suspensão, poderá ter a carteira de habilitação cassada por dois anos.

Quando começa o prazo?

A CNH não é suspensa imediatamente, pois a legislação federal de trânsito prevê direito à defesa. O Detran notifica o cidadão sobre a abertura do processo administrativo de suspensão e fornece prazo para apresentação de recurso, que pode ser feito online. Se não for apresentada defesa ou se o recurso for indeferido, o condutor deverá comparecer à unidade do Detran na qual sua habilitação está registrada para entregar o documento e começar a cumprir o prazo de suspensão do direito de dirigir.

Quando volto a dirigir?

O condutor com CNH suspensa deve fazer o curso de reciclagem em uma autoescola. Uma vez cumpridos o período de suspensão e o curso, o motorista terá sua CNH restituída.

Se o motorista for flagrado dirigindo ou cometer alguma infração durante o período de suspensão, a lei prevê a cassação da carteira por um período sempre de dois anos. Nesse caso, para reaver a CNH, o condutor terá que se submeter às provas teórica e prática, aos exames médico e psicotécnico, além de fazer o curso de reciclagem novamente.

Sem taças, Atlético encerra ano com quase R$ 23 milhões em premiação nas grandes competições

O Atlético montou um elenco recheado de estrelas em busca de títulos na temporada 2016. Aos poucos, o time viu os sonhos ruir. Com a coleção de decepções, restou ao Galo apenas a vaga direta na Copa Libertadores, por causa do quarto lugar no Campeonato Brasileiro. No entanto, os bolsos alvinegros terminam o ano cheios em relação à premiações recebidas. São R$ 22,3 milhões arrecadados pelo clube.

A valor é a soma da receita de premiações pelas participações do Galo na Copa Libertadores, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.

Na Libertadores, cada jogo como mandante fez o clube receber R$ 2,4 milhões. Como o Galo foi até às quartas, o clube recebeu R$ 12 milhões na competição continental em cinco jogos em casa.

Na Copa do Brasil, a premiação pelo vice-campeonato foi de R$ 2 milhões. Por ter classificado nas fases anteriores a partir das oitavas de final da competição, o Galo já havia garantido mais R$ 3 milhões.

Já no Campeonato Brasileiro, o Galo arrecadou R$5,3 milhões com o quarto lugar.

Em menos de 24 horas, quatro aviões caem no mundo


Em meio às informações sobre a tragédia aérea com a delegação da Chapecoense, que provocou 71 mortes, na Colômbia, outros acidentes com aeronaves marcaram os últimos dias.  

Em Manaus, no Amazonas, um avião de pequeno porte caiu na manhã dessa quarta, no bairro União.  

No Paquistão, um avião da Pakistan International Airlines desapareceu pouco após decolar nessa quarta. Segundo autoridades paquistanesas havia 48 passageiros a bordo da aeronave PK-116, que partiu de Chitral a Islamabad. Segundo autoridades paquistanesas havia 48 passageiros a bordo da aeronave PK-116, que partiu de Chitral a Islamabad.

Volkswagen segue tendência e lança bicicletas no Brasil

Já não é novidade montadoras de automóveis lançarem bicicletas com sua marca no mercado. A Chevrolet, por exemplo, já tem a sua "magrela" e marcas premium como Audi e BMW também têm as suas - a última, inclusive, desenvolve modelos sofisticados, de competição.

Outras marcas de automóvel, como Chevrolet, têm as suas bikes

Agora é a vez da Volkswagen lançar no Brasil dois modelos de mountain bikes - uma com rodas de 27,5 polegadas, por R$ 9.463, e outra de aro 29, por R$ 9,7 mil. Ambas trazem quadro de alumínio hidroformado, mais leve e resistente, freios a disco hidráulicos nas duas rodas e suspensão dianteira Suntour (com trava no guidão para o modelo mais caro).

O modelo de aro 27,5 está disponível na cor preta com detalhes em azul e traz câmbio Shimano Deore de 27 marchas, enquanto a de 29 polegadas vem na cor preta com grafismos brancos e azuis e conta com câmbio Shimano XT de 30 velocidades.

UOL / Plantão Caicó

Urgente : Ótica é arrombada na madrugada desta sexta-feira (09), em Caicó

A Ótica Brilhante que fica localizada na Av Coronel Martiniano, Centro de Caicó, foi vítima de arrombamento  por volta das 03:00 horas da madrugada desta sexta-feira (09).


Dois indivíduos chegaram em uma Biz e jogaram uma pedra paralelepípedo na Vitrine da loja e levaram alguns óculos e relógios do local.

A Polícia Militar foi acionada e encontra-se no local.

Mega Promoção LK MULTIMARCAS


Camisetas por R$ 49,90

Camiseta + bermuda R$ R$49,90

2 Gola polo R$ 59,90

Relógios a partir de R$ 25,00

Ainda concorra a 1 Fiat Mobi 0Km

A loja LK MULTIMARCAS fica no centro na Rua Renato Dantas vizinho a Tulio Confeções. Na EDISOM
Mais informações pelo telefone99927-8030