sábado, 17 de dezembro de 2016


Cadastro Positivo tem adesão de 5,5 milhões de consumidores


Agência Brasil

Cadastro Positivo fará com que sistema de bons pagadores passe a funcionar podendo reunir até 120 milhões de consumidoresMarcelo Camargo/Agência Brasil/EBC

A inclusão automática dos consumidores no Cadastro Positivo vai fazer com que o sistema de bons pagadores passe a funcionar efetivamente, na avaliação do presidente do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), Roque Pellizzaro. O cálculo é que 5,5 milhões de consumidores aderiram ao cadastro até agora, em um universo que poderia chegar a 120 milhões.

Nesta semana, entre as medidas de estímulo à economia, o governo anunciou que a inclusão do consumidor passará a ser automática e a exclusão dependerá de manifestação. Atualmente, o consumidor precisa aderir ao Cadastro Positivo para ter os dados incluídos no sistema. A mudança será implementada por meio de medida provisória. Pellizzaro explica que, apesar de ser criado por lei em 2011, na prática o Cadastro Positivo não funciona até hoje devido à baixa adesão de consumidores.

Burocracia atrapalha consumidores

Para o presidente do SPC Brasil, a legislação atual torna a adesão ao cadastro um processo burocrático e os consumidores ainda não conhecem as vantagens da adesão. Na avaliação de Pellizzaro, assim como o valor do seguro de carro é definido pelo perfil de risco dos clientes das seguradoras, o cadastro positivo também vai facilitar uma avaliação melhor para a liberação de crédito. “O prazo e os juros serão de acordo com o perfil de cada um”, disse.


Segundo Pellizzaro, com a efetivação da mudança proposta pelo governo, a expectativa é que em um ano o Cadastro Positivo tenha volume de dados suficientes para funcionar de verdade.


Atualmente, as empresas do setor têm adotado estratégias para tentar aumentar a adesão. A Serasa, por exemplo, tem oferecido o sorteio de R$ 5 mil para quem aderir ao Cadastro Positivo.

A união dos cinco maiores bancos no país – Bradesco, Banco do Brasil, Caixa Econômica, Itaú e Santander – para criar um bureau de crédito em 2017 também é uma promessa para tentar alavancar o Cadastro Positivo.

Em novembro, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a criação da Gestora de Inteligência de Crédito (GIC), que concorrerá diretamente com as empresas Serasa Experian, Boa Vista SCPC e SPC Brasil.

Smartphones intermediários chegam ao país




Ao contrário da concorrência, a fabricante chinesa Lenovo, dona da linha Moto, não fez barulho com o lançamento dos smartphones Vibe K6 e Vibe K6 Plus no Brasil. Disponíveis nas cores grafite e dourado, os gadgets intermediários custam, respectivamente, R$ 999 e R$ 1.299, e trazem como destaque a capacidade da bateria.

O Vibe K6 possui tela de 5 polegadas, bateria de 3.000 mAh, câmera frontal de 13MP e frontal de 8MP, processador octa-core Snapdragon 430 de 1,4 GHz, memória RAM de 2GB e armazenamento de 32GB, entrada para microSD e dois chips de operadoras de telefonia.Já o Vibe K6 Plus possui tela de 5,5 polegadas, bateria de 4.000 mAh e câmera frontal de 16MP. O restante do hardware é exatamente o mesmo, com design de alumínio e alto-falantes da Dolby. Ambos os smartphones têm o Android 6.0 Marshmallow de fábrica, com modificações.

INTERNET

Continua em vigor a medida da Anatel que proíbe as operadoras de telefonia de cortarem a internet dos consumidores que ultrapassarem a franquia, e, segundo a Agência, o assunto não deve voltar a ser discutido tão cedo.Para quem não lembra, o assunto causou polêmica quando, em fevereiro deste ano, a Vivo impôs limites mensais de 10GB a 130GB para os novos assinantes de sua internet fixa, alegando que esta era uma tendência mundial para melhorar o serviço.


Zagueiro do Chapecoense retorna à Arena Condá e chora


Muito emocionado, o lateral Alan Ruschel concedeu uma entrevista coletiva na manhã deste sábado (17), na Arena Condá, em Chapecó. Alan recebeu alta na tarde de sexta-feira (16) em Chapecó. Ele foi o primeiro dos quatro sobreviventes brasileiros a ter alta, 17 dias após o acidente aéreo com o avião da Chapecoense, que deixou 71 mortos e seis feridos na Colômbia.


Chorando muito durante as primeiras perguntas dos jornalistas, Alan falou sobre seu futuro. “Farei de tudo para voltar a jogar. Com muita paciência farei de tudo para dar muita alegria para esse pessoal aqui”.


“Tava indo pra um jogo, tu não sabe o que vai acontecer daqui a 10 minutos. O que eu levo da lição é viver a vida, aproveitar a vida e fazer o bem. O que os médicos fizeram por mim durante esses dias não tem explicação”, disse.



O lateral não se lembra do acidente. “Lembro de a gente chegando em Santa Cruz de la Sierra, em barcando. não lembro do voo. Não lembro do acidente. Lembro depois da minha esposa Marina falando comigo lá no hospital.” O jogador afirmou que trocou de lugar durante o voo. “Eu estava sentando mais pra trás e o Cadu pediu pra eu sentar mais na frente pros jornalistas sentarem no fundo”.


Ele também falou sobre a volta para casa depois de tantos dias hospitalizado. “Poder dormir com a minha esposa, ver meu cachorro, minha mãe. Todo mundo em casa. É uma sensação única, não tem explicação”. “A primeira coisa que pedi para comer foi feijão, arroz a bife acebolado. Foi muito bom”.

Proposta milionária! Chineses oferecem a Messi R$ 1 milhão por dia e sem impostos


O Dia Online

China - O clube chinês Hebei Fortune está disposto a tirar o Lionel Messi do Barcelona, onde o jogador tem vínculo até junho de 2018. O valor da proposta é tentador e o time estaria disposto a oferecer ao craque cerca de 1,75 bilhão líquidos, com contrato válido por cinco temporadas.

Lionel Messi tem contrato com o Barcelona até junho de 2018 e que negocia sua renovação com o Barcelona EFE


Segundo o canal britânico Sky Sports, no Hebei Fortune o contrato seria equivalente a 100 milhões (R$ 350 milhões) de euros por temporada, o que contabilizaria R$ 1 milhão líquido por dia e livre de impostos.

A equipe chinesa é comandada pelo chileno Manuel Pellegrini, que já treinou clubes como Manchester City, Real Madrid, River Plate e Villarreal, e conta em seu elenco com o brasileiro Aloísio, ex-São Paulo, e o argentino Ezequiel Lavezzi.