segunda-feira, 19 de dezembro de 2016


Currais Novos em festa : Caicó perde UTI Neonatal para Currais Novos


O juiz titular da 1ª Vara Cível de Caicó, André Melo Gomes Pereira, homologou na tarde desta segunda-feira (19), o acordo celebrado entre Ministério Público, Governo do Estado e diversas entidades públicas, para que os equipamentos de Unidade de Terapia Intensiva que estão guardados em uma sala no Hospital do Seridó em Caicó, sejam instalados no Hospital Estadual Mariano Coelho em Currais Novos/RN.

Morre funcionário da Prefeitura de Caicó

Morreu nesta segunda-feira  (19), o funcionário da prefeitura de Caicó, Hudson Cleiton

Hudson era lotado na secretaria de infraestrutura. O mesmo estava se tratando de um câncer no pulmão e no dia de hoje o mesmo foi à óbito em um hospital da Capital do Estado.


Cartão Nubank pode fechar as portas no Brasil nos próximos dias


TecMundo

“Nós já fizemos algumas simulações. Com dois dias é apagar a luz e fechar a porta. Com 15 dias, a gente precisaria de quase R$ 1 bilhão de capital adicional do dia para a noite”, disse Cristina Junqueira, cofundadora do Nubank. É exatamente isso: se o Banco Central confirmar nesta terça-feira (20) uma mudança no prazo de pagamento das vendas aos lojistas, o Nubank pode estar com os seus dias contados.

A sentença foi dita por Junqueira em entrevista ao Estadão, deixando claro que "reduzir de 30 para 2 dias o prazo, como vem sendo dito em Brasília, vai representar o fim do negócio".

Os responsáveis por esta mudança são o Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e o atual presidente, Michel Temer, que buscam "impulsionar a economia". Como explica o Estadão, hoje, o lojista leva até 30 dias para receber o dinheiro pago via cartão por um consumidor. Agora, o governo busca encurtar esse processo.

Com dois dias é apagar a luz e fechar a porta

A cofundadora do Nubank diz a mudança será um problema, já que trará um custo extra para todos os emissores de cartões de crédito. Além disso, quem vai sofrer com essa mudança são os bancos menores, como o Nubank, já que os grandes do mercado brasileiro — e global — têm uma capacidade de financiamento muito maior, como o Santander, o Bradesco e o Itaú Unibanco.

Junqueira explicou o seguinte sobre o caso: “Atualmente, um cliente que usa o cartão pagará a fatura, em média, 26 dias depois. Assim, o Nubank, como emissor, receberá o dinheiro apenas após este prazo. Com o dinheiro, pagamos o adquirente (operador do cartão), que leva mais dois ou três dias para pagar o varejista. Isso dá o prazo de 30 dias”, descreve.

O TecMundo conversou com o Nubank e recebeu a seguinte posição:

O ponto é que, se essas medidas econômicas se tornarem realidade, elas inviabilizarão o nosso negócio e não teremos como continuar

Desde 2014, o Nubank já emitiu mais de 1 milhão de cartões e tem uma receita via percentual descontado do valor repassado ao lojista — algo em torno de 5% (1,5% para Nubank e o resto para adquirente e bandeira). Caso o tempo caia de 30 para 2 dias, o Nubank será obrigado a pagar o adquirente antes de receber o pagamento da fatura pelo cliente. Para isso, será preciso pegar recursos no mercado, então a situação posterior não é nada boa:

A redução do prazo de pagamento de lojistas pode ser fatal

“Mudar dramaticamente, reduzir o prazo para dois dias, isso seria apocalíptico para a gente. Nós já fizemos algumas simulações. Com dois dias é apagar a luz e fechar a porta. Com 15 dias, a gente precisaria de quase R$ 1 bilhão de capital adicional do dia para a noite. E, mesmo que os outros bancos emprestassem o dinheiro, eu não tenho margem para pagar o custo mensal da dívida. Hoje, meu custo de capital é bem mais alto que 1,5%.”

As mudanças serão apresentadas amanhã pelo presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn. Como nota a fonte, "analistas acreditam que a redução do prazo de pagamento de lojistas pode ser fatal não apenas para alguns emissores, mas também para adquirentes menores".

China torra bilhões para virar potência no futebol


Muitos dos astros do futebol europeu e sul-americano abdicaram do glamour do Velho Continente para faturar montanhas de dinheiro na China, que viu a qualidade e atratividade de sua liga subir consideravelmente em poucos anos. Este novo cenário, porém, não causou um grande efeito de imediato na seleção local.


Com metade das dez rodadas disputadas da última etapa das eliminatórias asiáticas, a China, que é a 83ª colocada no ranking da Fifa, está na lanterna da chave A com dois pontos, atrás de Catar (quatro pontos), Síria (cinco), Uzbequistão (nove), Coreia do Sul (dez) e Irã (11). Como somente os dois primeiros vão ao Mundial de 2018 e o terceiro disputará a repescagem, os chineses estão em uma situação delicada. O país não joga a Copa desde 2002.

Nos jogos disputados até aqui, a China perdeu para Coreia do Sul (3 a 2) e Uzbequistão (2 a 0) fora de casa e ainda acabou superada pela Síria, que está inserida em uma guerra civil e vive crise humanitária séria, em casa (1 a 0) e somou pontos apenas com dois empates sem gols em casa, contra Irã e Catar.


Em meio ao momento ruim, o técnico Marcelo Lippi, campeão do mundo com a Itália em 2006, foi contratado no fim de outubro para tentar reverter a situação. Ele esteve no banco na derrota ara o Uzbequistão e no empate com o Catar. O salário do italiano de 68 anos seria de cerca de 18 milhões de euros anuais.


Os resultados são extremamente modestos para um país que deseja ser uma potência do futebol em 2050. O esporte virou prioridade de estado de um governo, que planeja 20 mil centros de treinamento de futebol , 70 mil campos e 50 milhões de adultos e crianças praticando futebol em 2020.


Do Chelsea para a China: BB Debate analisa transação de Oscar que envolveu um 'caminhão de dinheiro'

Além da mentalidade criada pelo próprio país, o investimento nos clubes chineses também é cada vez mais chamativo. Na sexta-feira, o canal britânico Sky Sports informou que o Hebei Fortune está disposto a oferecer um contrato de 500 milhões de euros (1,75 bilhão na cotação atual) líquidos, válido por cinco temporadas, para tirar Lionel Messi do Barcelona.


Dias antes, foi noticiado que outro argentino poderia ir à China para receber um salário astronômico. De acordo com o jornal Olé, o Shanghai Shenhua estaria disposto a pagar R$ 141,5 milhões a Carlos Tevez por ano. Além disso, Oscar prester a trocar o Chelsea pelo país asiático para se tornar um dos futebolistas mais bem pagos do mundo.

A China tem despertado a atenção dos fãs do futebol ao redor do mundo pelo dinheiro e pelos craques. Porém, por enquanto, não por sua seleção.

250 clientes da COSERN/Caicó ficarão sem energia elétrica na próxima quarta-feira (21)

A Cosern comunica que para realizar serviços de melhoria na rede elétrica, será necessário interromper temporariamente o fornecimento de energia elétrica nesta quarta-feira (21), das 08h00 às 13h00, nas ruas..

Altívio Clemente de Araújo.

André Sales, Chilon Herádio de Araújo.

Silde Capuxu.

Manoel Gonçalves de Melo e Adjacências nobairro Barra Nova.

Caso os serviços sejam realizados antes do horário previsto, a rede será energizada sem aviso prévio.


Bala perdida mata vigilante no interior do RN


Um vigilante de 28 anos foi morto a tiros na madrugada deste domingo (18) na cidade de Bento Fernandes, região Agreste do estado.


De acordo com a Polícia Militar, Noberto Nicácio da Silva chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do hospital. Cinco suspeitos foram detidos e um revólver apreendido.




Segundo a PM, Noberto descia de um ônibus quando foi atingido pelo disparo. Ainda de acordo com a PM, cinco homens estavam em duas motos e efetuaram vários disparos próximo a um clube onde acontecia uma festa.

G1/RN

Mega-Sena pode pagar R$ 36 milhões nesta terça-feira (19)

O concurso 1.887 da Mega-Sena pode pagar nesta terça-feira (20) R$ 36 milhões para quem acertar as seis dezenas, segundo estimativa da Caixa Econômica Federal. As apostas podem ser feitas até as 19h do dia do sorteio nas lotéricas.


O último concurso, realizado no sábado (17), não teve ganhador. Os números sorteados foram: 03, 07, 15, 40, 45 e 54.

Avião caiu ao tentar fazer pouso de emergência na Rússia



Um avião Ilyushin-18 transportava 32 passageiros e sete tripulantes e fez uma aterragem de emergência por volta das 4.45 horas na hora de Moscovo (1.45 GMT) no leste da região siberiana de Sakha.



Todos sobreviveram, mas 16 ficaram feridos com gravidade, informou a agência RIA Novosti, citando o Ministério da Defesa.

Um porta-voz dos serviços de emergência disse à agência Interfax que uma falha técnica ou as más condições meteorológicas na zona poderão ter sido as causas do acidente. A aeronave tentava realizar uma manobra de emergência num aeródromo militar da era soviética, mas acabou por cair a cerca de 30 quilómetros do local.



Voo da Chapecoense : Controladora quebra o silêncio e diz "tudo foi bem feito"


Esporte UOL

Quase três semanas depois do acidente com o avião da Chapecoense, a controladora de voo Yaneth Molina quebrou o silêncio e concedeu entrevista ao "Fantástico", da "Globo". Apesar de se negar a falar diretamente sobre o ocorrido, ela afirmou que, por parte do controle de voo, tudo foi bem feito.

Na entrevista, ela também disse esperar visitar a cidade de Chapecó um dia. "Sou solidária nessa situação tão dolorosa. Agradeço pelo apoio que recebi e espero algum dia visitar Chapecó, acompanhar as famílias, participar de alguma cerimônia religiosa. E que todos estejam seguros de que, pelo controle, tudo foi bem feito", afirmou.

Poucos dias após o acidente, Yaneth divulgou uma carta e afirmou ter sido vítimas de ameaças. Ela, inclusive, disse ter feito tudo que era possível. Ao "Fantástico", ela explicou o motivo de ter escrito a carta.

"Era como eu me sentia no momento. Comecei a receber pelas redes sociais, mensagens agressivas. Então, eu quis escrever, de início, só para os meus colegas do trabalho para dizer que fiz tudo o que era tecnicamente obrigatório e humanamente possível".

Rejeitando falar sobre o acidente especificamente, Yaneth comentou sobre os padrões utilizados pelos pilotos em situações de perigo. De acordo com ela, em casos de queda iminente, a palavra mundialmente utilizada é "mayday", algo que não foi dito pelo piloto do voo da Chapecoense.

"Enfrentei situações em que o piloto pede prioridade, isso é diferente. A prioridade, ela supõe que exista um tempo, uma folga, para gerenciar as circunstâncias. Em alguns casos, essa prioridade pode se converter em emergência", explicou, dizendo que não teria como saber o quão preocupante estava a situação do voo.

"Para que isso aconteça, a palavra que tem que ser usada mundialmente pelo piloto é 'mayday'".


Whatzapp pode parar de funcionar em plataformas antigas de celular no fim do ano


O WhatsApp estendeu o prazo de suporte para as plataformas BlackBerry, BlackBerry 10, Nokia s40 e Symbian S60. Depois de anunciar no início do ano que deixaria de funcionar nesses sistemas até o final de 2016, o aplicativo de mensagem que pertence ao Facebook fez uma atualização em seu blog aumentando o prazo até 30 de junho de 2017.

LK MULTIMARCAS : Vista - se bem todos os dias gastando pouco


PROMOÇÕES  !!

•Sandália Couro PoloVip a partir de R$ 49,90

•Bermuda R$ 35,00

•Mocassim Sergio K
20% dea desconto

•T-Shirt PoloVip R$ 29,90

Tudo isso na LK MULTIMARCAS
Whatsapp 99927-8030
Instagram @LkMultimarcas
Rua Renato Dantas 643 centro Caicó.