Há mortos e feridos neste 5º dia de rebelião no RN; inclusive diretor

16:41:00


Rede Globo/Reprodução

O quinto dia de rebelião na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, fez vítimas. A confirmação foi emitida pela Polícia Militar (PM) na tarde desta quinta-feira (19). Ainda não foram detalhados números de mortos. Tampouco de feridos. Outra informação oficial, no entanto, é a de que Ivo Freire, diretor da unidade prisional, a maior do estado, foi ferido por um tiro. Freire passa bem.

A situação, que saiu de controle durante esta manhã, com confrontos incessantes entre integrantes das facções PCC (Primeiro Comando da Capital) e Sindicato do Crime, ficou mais "tranquila" a partir das 14h. Os detentos, que haviam rompido as barricadas e se enfrentavam livremente, voltaram para os pavilhões.

Segundo o G1, no entanto, os rivais ainda atiram objetos e trocam ameaças. Mais cedo, nem a presença da PM conseguiu conter o confronto - os presos usaram pedras, barras de metal e vigas de madeira um nos outros. Disparos de armas de fogo eram ouvidos a todo instante. Também havia muita fumaça no local e internos ocupando o telhado.

Segundo o G1, foi necessário a polícia atirar balas de borracha e bombas de gás lacrimogêneo para conter a confusão. Ainda de acordo com a reportagem, há fumaça na parte interna e barulhos de tiros podem ser ouvidos por quem está próximo à penitenciária. A Folhapress divulgou que, por volta das 10h o helicóptero Potiguar I, da secretaria de Segurança Pública, chegou ao local para auxiliar na operação.

Leia Também...

0 comentários