Governador volta atrás e afirma que não pretende construir mais um presídio em Mossoró

12:18:00



O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, declarou nas redes sociais na noite da quarta-feira, 1º de janeiro, que não pretende construir mais um presídio Estadual em Mossoró. A construção de mais uma unidade prisional na cidade havia sido defendida pelo secretário de Estado da Justiça e Cidadania, Walber Virgolino, durante visita em Mossoró no dia 11 de janeiro.

“Esclareço aos mossoroenses que não considero em hipótese nenhuma construir um presídio estadual na cidade”, afirmou Robinson Faria no Twitter.

Durante a rebelião dos detentos na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, o Governo do Estado informou que a unidade seria desativada e os presos transferidos para unidades prisionais a serem construídas nas cidades de Ceará-Mirim, Afonso-Bezerra e Mossoró, que, juntas, teriam capacidade para receber 2.200 presos.

Na visita a Mossoró no mês passado, o secretário Walber Virgolino havia afirmado que o Governo analisava a construção de um novo presídio na cidade, pois há um terreno do Estado na área próxima à Penitenciária Agrícola Dr Mário Negócio com tamanho o suficiente para abrigar outra unidade prisional.

Reações da classe política

A possibilidade de que Mossoró receba mais uma unidade prisional, visto que a cidade já possui um Presídio Federal, uma Penitenciária, um Centro de Detenção e uma Cadeia Pública, desagradou a população e alguns políticos.

“Em reunião com o secretário estadual de Justiça e Cidadania, Wallber Virgolino, solicitei que o novo presídio a ser construído pelo Governo do Estado não seja direcionado para Mossoró. A cada unidade prisional instalada, os índices de violência aumentam. Os presídios devem ser construídos longe dos centros urbanos. Estarei na luta para evitar que Mossoró receba este presente de grego. Não precisamos de mais um presídio. O secretário afirmou que não existe a mínima possibilidade de o presídio ser construído na nossa cidade”, afirmou o deputado federal Beto Rosado.

Entre os políticos que se posicionaram contra a construção de mais uma unidade prisional na cidade está a presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Izabel Montenegro.

“Quero aqui externar minha opinião sobre a vinda de mais uma unidade prisional para Mossoró: Sou totalmente contra, como fui quando a Governadora Vilma de Faria trouxe o Presidio Federal, de segurança máxima, para o nosso Município, fiz pronunciamento na Tribuna da Câmara e dei entrevistas mostrando que iria trazer mais violência”, escreveu a parlamentar pedindo que todos sejam contrários a vinda de um novo presídio para Mossoró. Estaremos de braços dados com a população para coibir esse absurdo! Queremos para Mossoró mais empregos, que seja reativada a Porcelanatti, a Fábrica de Tintas Cruz Color, a fábrica de Tecidos Líder, a Aficel e as dezenas de empresas prestadoras de serviços a Petrobrás!”, publicou a vereadora.

Leia Também...

0 comentários