A UM ANO DA COPA, MENOS DA METADE DOS ESTÁDIOS RUSSOS ESTÃO PRONTOS

06:22:00


A exatamente um ano da abertura do maior evento de futebol do planeta, a Rússia ainda precisa inaugurar oito dos 12 estádios que vão receber os jogos da Copa do Mundo de 2018. Isso significa que apenas 33% das instalações entregues pelo país sede estão prontas.

De acordo com a "Folha de S. Paulo", o número de estádios russos prontos é menor do que o Brasil em junho de 2013, quando faltava apenas um ano para sediar a Copa do Mundo. Vitaly Mutko, o presidente do Comitê Organizador Local (COL), chegou a afirmar em maio que todos os estádios da sede de 2018 estarão prontos até o fim deste ano.

Os 11 estádios da Rússia estão espalhados por 11 cidades do país, sendo que dois deles estarão na capital Moscou. Mas ainda tem uma construção que preocupa, a Arena Cosmos, em Samara. Prevista para ser palco de seis jogos do evento, pode ter sua construção adiada. "Esta é a única arena em que estamos com o cronograma atrasado, principalmente no que diz respeito à estrutura do gramado", disse Mutko.

estádio Luzhniki, palco da final do Mundial na Rússia, foi fechado em 2014 para reformas e está dentro dos oito que ainda não estão prontos. O que se sabe é que a seleção sede vai reinaugurar o local, que foi utilizado nas Olimpíadas de 1980, provavelmente com um amistoso. O mesmo ainda sediou a final da Liga dos Campeões em 2008, quando o Manchester United foi campeão.

"Sempre estive convicto de que a Rússia cumprirá com todas as suas obrigações e agora já podemos ver os fatos concretos. Como presidente da Fifa e um fã de futebol eu convido todos a virem para a Rússia", disse Gianni Infantino.

Investimentos

Como anfitriã da Copa do Mundo de 2018, a Rússia vai investir cerca de R$ 36 bilhões em construções e reformas de estádios e infraestruturas. Somente em arenas, foram R$ 11,4 bilhões e a maior parte deste valor é proveniente dos cofres públicos.

Leia Também...

0 comentários