PM morto foi executado porque bandidos viram na carteira dele a identificação policial

12:36:00


velório do sargento da Polícia Militar Herbet Helio Ferreira Lima, de 38 anos, aconteceu na tarde deste domingo (13), no Centro de Fortaleza. O oficial foi abordado por dois homens quando deixava um familiar em sua residência, no Bairro Parque Dois Irmãos, neste sábado (12).





Ao roubar a carteira do PM, os suspeitos identificaram que Herbet era militar e o executaram com três disparos: um na nuca e dois nas costas, segundo o irmão da vítima que não quis se identificar. As informações são do programa Barra Pesada, da TV Jangadeiro/SBT.




O irmão da vítima que também é Polícia Militar informou que o responsável pela morte do sargento já foi identificado. “Ele (o suspeito) faz assaltos na avenida Expedicionários, no Parque Dois Irmãos. Eu sou militar e não vamos deixá-lo em paz até prendê-lo”, declarou o familiar ao Barra Pesada.




O PM também promete que não deixará o crime impune. “Bandido que troca tiros com a polícia vai receber aço também“, ressalta.



Helio Herbet é o 15º policial assassinado no Estado do Cerá. O irmão comenta sobre o perigo da profissão e como os oficiais estão suscetíveis a serem vítimas de crime como esses.



“Hoje em dia, é difícil um policial chegar a 30 anos de profissão”, lamentou o irmão. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está investigando o caso e uma equipe policial realiza buscas para capturar os criminosos responsáveis pela ação.




Leia Também...

0 comentários