FORAGIDO DO RN PRESO EM CARUARU DIZ QUE MATOU MAIS DE 100 NA REBELIÃO DE ALCAÇUZ

06:45:00



A Polícia Civil de Pernambuco prendeu um fugititvo do sistema prisional do Rio Grande do Norte de alta periculosidade.

Jefferson Santos da Silva, 22 anos, estava foragido da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, e responde a vários crimes como latrocínio, homicídio e porte ilegal de arma, inclusive, no município de Mossoró.

O foragido foi detido por suspeita de participação num tiroteio em Caruaru, região Agreste pernambucano. O crime aconteceu no sábado (16).

Na ação, o jornalista Alexandre Farias, da Asa Branca TV, afiliada da Rede Globo, foi ferido na cabeça por uma bala perdida.

Na segunda (18), a polícia localizou o grupo no Sítio Maniçoba, zona rural de Caruaru, após denúncias de populares. Durante a ação, Vagner Santos Figueiredo, 30, Vitor Luiz Bezerra da Silva, 20, e José Raniere de Oliveira Simão, 32, foram presos. Igor Alves do Nascimento, 34, acabou morto na troca de tiros. Todos são fugitivos ou presos do semi-aberto do RN.

Jefferson é apontado pela PCPE como o mais agressivo da quadrilha. Segundo a Polícia, dois dos cinco integram a facção Primeiro Comando da Capital (PCC).

“Ele responde por homicídio, latrocínio e porte ilegal de arma. Ele menciona que faz parte do PCC e que, na rebelião do início deste ano (em Alcaçuz), junto com os demais, matou mais de 100 pessoas”, detalhou o chefe da Polícia Civil de Caruaru, Joselito Kehrle.

O massacre de Alcaçuz, como ficou conhecido o episódio, aconteceu em janeiro deste ano e vitimou, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado, 26 presos.

Com Jefferson foram apreendias duas armas, uma teria sido roubada de um policial do Rio Grande do Norte. Além de vários pertences roubados.

“Dada a vasta ficha criminal, a nossa sugestão é de que sejam retirados daqui e colocados em um presídio de segurança máxima”, informou Kehrle.

No ano passado, Jefferson foi preso pelo latrocínio contra o professor universitário Diogo Rosembergh da Silva Nóbrega, 26 anos, em Extremoz. Ele confessou o crime.

Os três homens presos na segunda passaram por audiência de custódia na terça e foram encaminhados para a Penitenciária de Caruaru. Outras duas pessoas foram detidas acusadas de envolvimento com o grupo.

Leia Também...

0 comentários