LÍDER DE FACÇÃO MORRE EM CONFRONTO COM A POLÍCIA

13:14:00





Um dos líderes de facção criminosa, que atua no comando do tráfico de drogas na comunidade Novo Horizonte (antiga favela do Japão), no bairro das Quintas, foi morto em confronto com a polícia. O tiroteio ocorreu nas primeiras horas da manhã da última segunda-feira (25), durante incursão da Companhia de Patrulhamento Tático (PATAMO) do BPChoque, durante a Operação Madrugada Segura na comunidade.



Rafael da Silva Moreira, conhecido por 'Careca', segundo a polícia, fornecia armas para o PCC

Rafael da Silva Moreira, conhecido por 'Careca', acabou atingido, foi socorrido ao Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, mas morreu na entrada do pronto-socorro. Segundo a Polícia Militar, a operação faz parte de uma série de ações para o combate à criminalidade e à violência na região.

Segundo o comando do BPChoque, 'Careca' era o 'armeiro', responsável por distribuir armas para o PCC na favela do Japão. Um revólver calibre 38 e seis munições deflagradas foram apreendidos.

Ainda de acordo com o BPChoque, a troca de tiros aconteceu por volta das 4h30, e uma das guarnições se deparou com o criminoso, que estava no meio da rua, armado. Quando os policiais se aproximaram, ele começou a atirar e o revide, segundo a polícia, foi inevitável.

Confronto no Mosquito

Bandidos atiraram contra uma viatura da Força Nacional na noite no último domingo (24), na Avenida Felizardo Moura, próximo à comunidade do Mosquito, na zona Oeste de Natal. Por causa da ação dos criminosos, o trânsito foi interrompido em uma das faixas e motoristas precisaram trafegar na contramão.

Em imagens gravadas por motoristas que estavam no local, é possível ver a reação dos policiais e a tensão de motoristas que circulavam na área.

Segundo a Polícia Militar, cinco criminosos que estavam próximo à linha férrea atiraram contra uma viatura da Força Nacional que passava pelo local. Os policiais revidaram e os bandidos fugiram em seguida.

Um reforço policial foi acionado e uma operação foi realizada em busca dos criminosos na comunidade. Duas pessoas chegaram a ser detidas. Elas foram encaminhadas a Central de Flagrantes, mas foram liberadas logo em seguida.


Leia Também...

0 comentários