BR 101 TEM 46% DAS OBRAS CONCLUÍDAS

16:15:00



A superintendência regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) pretende concluir, até dezembro de 2018, as obras viárias que irão tornar o trecho de 14 km da BR-101 em via expressa. Até o momento, 46% do total da obra foi concluída. Ao todo serão construídos cinco viadutos e duas passagens inferiores, vias marginais (nos dois sentidos), cinco passarelas para travessia de pedestres e 52 abrigos em paradas de ônibus entre o viaduto de Ponta Negra e o IFRN-Parnamirim.

Atualmente, o DNIT trabalha na terraplanagem e pavimentação da marginal da BR-101, nas proximidades da Avenida Abel Cabral, que será interditada no sábado

Os recursos aplicados são do Governo Federal, e o investimento chega a R$ 157 milhões – além de outros R$ 20 milhões destinados para desapropriações. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes já concluiu os viadutos de Neópolis e Emaús. “Essa obra está de vento em popa. Tivemos uma vitória no Congresso Nacional, que foi de uma emenda impositiva de recursos para finalizar o empreendimento”, disse Willy Saldanha Filho, superintendente do DNIT no Rio Grande do Norte.

A partir deste sábado (28), o acesso à Avenida Abel Cabral, no bairro de Nova Parnamirim, pela BR-101 será paralisado nos dois sentidos, durante pelo menos 20 dias. A medida será para viabilizar a execução dos serviços de terraplanagem e pavimentação para implementação da via marginal da BR-101. Ao mesmo tempo, está sendo construído a passagem inferior na Avenida Maria Lacerda. As construções irão facilitar o trânsito entre os bairros de Cidade Satélite e Nova Parnamirim.

“Essas obras são de fundamental importância. Hoje temos vários gargalos e pontos críticos naquela região, que serão eliminados. Além de dar maior fluidez ao tráfego, reduziremos o tempo de viagem e conseqüentemente diminuindo os congestionamentos”, frisou Willy Saldanha Filho.

As obras viárias na altura de Nova Parnamirim fazem parte de um contexto maior de intervenções, planejadas pelo DNIT ao longo de 14km – do viaduto de Ponta Negra até o IFRN-Parnamirim. Ao todo, serão construídos cinco viadutos e duas passagens inferiores entre Natal e Parnamirim, vias marginais (nos dois sentidos) e cinco passarelas para travessia de pedestres, transformando o trecho em via expressa. A previsão é que a velocidade média passe dos atuais 60km/h para 80 km/h, aumentando a capacidade de fluxo de 12 mil para 20 mil veículos por faixa.

O superintendente do Dnit no Rio Grande do Norte explicou que é difícil dar um cronograma para o término de cada uma das intervenções, devido à retirada de postes e fiações elétricas, que devem ser feitas pela Cosern.

Outros projetos

O DNIT-RN ainda possui outros projetos em andamento no Estado, que juntos somam R$ 400 milhões. “São recursos para manutenção rodoviária, construção de novos equipamento e duplicação da BR-304, o trecho inicial (Reta Tabajara, em Macaíba) está em andamento”, acrescentou o superintendente.

Outros projetos que ainda estão em andamento são a duplicação da BR-304 desde o trecho da Reta Tabajara até a divisa com o Ceará. A obra ainda está em fase de estudo, e não foi orçada pelo órgão. A obra na Reta Tabajara foi retomada parcialmente. O superintendente explicou que nesta quarta-feira (25), foi encaminhado um projeto com readequações para o Dnit nacional, que será avaliado e encaminhado ao Tribunal de Contas da União (TCU). Por causa dos ajustes, a obra não têm prazo de conclusão definido.

Em andamento, também está a Ponte Felipe Guerra, em Açu, no Oeste Potiguar. O empreendimento foi orçado em R$ 38,7 milhões e deve ser concluído em outubro de 2019.


Status atualizado das obras viárias previstas pelo DNIT

Viaduto de Neópolis

Andamento: 100% concluído

Status: Entregue.

Túnel da Avenida das Alagoas, em Neópolis

Andamento: 0%

Status: Não iniciado. O túnel será alargado em pelo menos 13 metros para que, em sua superfície, seja construído um acostamento no sentido Parnamirim/Natal.

Túnel line (estrutura subterrânea, com cerca de 20 metros de profundidade, ao lado do Túnel da Avenida das Alagoas que carreará água das chuvas para uma lagoa de captação no San Vale, distante 1,5km da margem da BR-101 Sul)

Andamento: Não atualizado

Status: Em obras.

Passarela próxima à Avenida Abel Cabral, em Nova Parnamirim

Andamento: 0%

Status: Não iniciado (DNIT argumenta que judicializou causa contra a Cosern para que arque com os custos de remoção de postes instalados no traçado do projeto).

Viaduto da Avenida Abel Cabral, em Nova Parnamirim

Andamento: 42,11%

Passarela entre as Avenidas Abel Cabral e Maria Lacerda Montenegro, em Nova Parnamirim

Andamento: 0%

Status: Não iniciada.

Passarela na altura da Avenida Maria Lacerda Montenegro, em Nova Parnamirim

Trincheira (espécie de viaduto invertido com passagem inferior, igual ao que está sendo erguido em Pium) na altura da Av. Maria Lacerda Montenegro, em Nova Parnamirim.

Viaduto de Emaús, em Parnamirim

Andamento: 100%

Passarela de Emaús, em Parnamirim

Passarela de Parnamirim, nas proximidades do Assaí Atacado, na BR-101

Viaduto em frente ao Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim

Viaduto da Av. Clementino Câmara, na Cohabinal, em Parnamirim

Andamento: 86,83%

Status: Iniciada, está em andamento.

Passarela em frente ao IFRN, em Parnamirim

Viaduto do Gancho, em Igapó

Andamento: 0%

Status: Obra não iniciada.

R$ 200 milhões é custo do pacote de obras para a BR-101 Sul e Norte

Tribuna do Norte


Leia Também...

0 comentários