Quatro são mortos e criança é baleada em Mossoró

11:19:00


Duas mulheres, um homem e um adolescente mortos, além de uma criança baleada e socorrida ao hospital. Este foi o saldo de mais uma noite e madrugada violentas em Mossoró, segunda maior cidade do Rio Grande do Norte. Os crimes aconteceram entre a sexta (22) e este sábado (23). Ninguém foi preso. Por conta da paralisação dos PMs, a cidade só conta com 30% do efetivo nas ruas.


Em Taipu, cidade distante 60 quilômetros de Natal, o desembargador aposentado Osvaldo Soares da Cruz, ex-presidente do Tribunal de Justiça do estado, foi vítima de um assalto seguido de sequestro relâmpago.


Assim como vem acontecendo em Natal, na capital do estado, Mossoró também sente a falta de policiamento ostensivo. Desde a terça (19), praças e oficiais da PM e do Corpo de Bombeiros estão aquartelados. O protesto é por causa dos salários atrasados, situação recorrente já alguns meses no estado.

Segundo o coronel Eliause Moreira, comandante da Polícia Militar em Mossoró, apenas 30% do efetivo vem atuando no patrulhamento. O restante, não sai dos quartéis por alegar falta de estrutura, além dos salários de novembro, que ainda não foram pagos.

Em Natal, a Força Nacional foi convocada para ajudar no patrulhamento. Entre homens e mulheres, 70 agentes chegaram à cidade para dar apoio no patrulhamento. Mossoró não recebeu reforço algum.

Duplo homicídio

As duas mulheres foram baleadas no início da noite. Maria Ivanilda Bezerra da Silva, de 29 anos, e a segunda vítima, identificada apenas como Maiara, estavam na rua Felipe Camarão, próximo ao viaduto na saída para a cidade de Apodi, no bairro Aeroporto, quando foram surpreendidas pelos assassinos. Maiara morreu no local.

Já Ivanilda, ainda recebeu socorro médico, mas morreu na ambulância, a caminho do Hospital Regional Tarcísio Maia.

Pouco tempo depois, ainda na noite da sexta, criminosos armados invadiram uma residência na rua Zeca Cirilino, no bairro Barrocas, e mataram um homem identificado como Rodolfo Renarlly Afonso de Souza, de 26 anos. Ele dormia em uma rede ao lado de uma criança, filho dele. O pai morreu na hora. O menino, que também foi baleado, foi socorrida pela Polícia Militar para o Hospital Regional Tarcísio Maia. Há informações que ele está fora de perigo. Já a mãe do garoto e uma outra mulher que também dormiam na casa, nada sofreram.

G1-RN / BLOG DO BG

 

Leia Também...

0 comentários