quarta-feira, 4 de janeiro de 2017


Delegado confirma morte de dois detentos durante rebelião no Presidio de Patos - PB


O portal Patos online, destaca que segundo as primeiras informações dois detentos morreram, provavelmente em confronto entre os próprios apenados. Em contato com a imprensa no início da tarde desta quarta-feira,04, o delegado da Polícia Civil, Sylvio Rabelo, confirmou que dois detentos foram mortos com uso de uma arma de fogo.

Veja parta das fichas dos presos mortos.

Darlan Alves dos Santos foi preso no dia 07 de janeiro de 2011, na Operação Alto da Tubiba, que prendeu acusados por homicídio e tráfico em Patos e região. Já Maelson dos Santos foi detido em 15 de agosto de 2015 acusado de assassinar Alan Delon no bairro do Mutirão em Patos.

Mulher que dormia com cobra de estimação descobre que o animal estava há dias sem comer para devorá-la


Uma mulher que dormia com sua cobra de estimação descobriu que o animal estava se preparando para comê-la.

Um usuário do Facebook chamado Chris Planer postou uma história, no mínimo assustadora, que foi amplamente compartilhada na rede social.

“Era uma vez uma mulher que tinha uma cobra de estimação que amava muito. A cobra tinha cerca de 7 pés [2,13 metros] de comprimento e um dia ela simplesmente parou de comer. Após várias semanas tentando tudo o que podia para fazer a cobra comer, a mulher levou-a ao veterinário”, escreveu ele.

Continuando a história, o internauta disse que a mulher explicou a situação a um veterinário e ele perguntou a ela se o réptil estava dormindo com ela, ou próximo dela, à noite.

Mulher que dormia com cobra de estimação descobriu que o animal estava há dias sem comer para conseguir devorá-la em breve, de acordo com o internauta do Facebook, Chris Planer.

“A mulher respondeu: ‘Sim, ela vem fazendo isso todos os dias e isso me faz tão triste porque eu não posso ajudá-la a se sentir melhor’”.

O texto continua: “O veterinário disse: ’Madame, sua cobra não está doente, ela vem se preparando para comer você’”.

Prosseguindo o que foi dito no relato, o veterinário explicou que o animal se espichava para saber quanto espaço precisava ter para poder ingerir sua dona.

Fonte: Metro


Mulher é presa após bater em marido que não parava de pensar na cama

Uma mulher foi presa depois que ela bateu no marido que não parava de soltar gases na cama. O incidente ocorreu no dia 11 de dezembro, na Flórida. 

Segundo os depoimentos dados à polícia, Dawn começou a discutir com o marido, Donald Fitzroy Meikle, devido aos gases e o expulsou da cama. Com a insistência do homem em retornar ao quarto, os dois começaram a lutar. 

Dawn inclusive usou spray de pimenta durante a confusão. Ela agora enfrenta acusações de agressão doméstica.
Metro / Plantão Caicó

2016 foi um ano violento em Caicó : confira os números

O ano de 2016 foi um dos anos mais violento de todos os tempos.

Confira os números de homicídios,suicídios e mortes no trânsito urbano em Caicó.

35 Homicídios

25 Suicídio

07 Mortes no Trânsito Urbano do Município


Arquivo do Plantão Caicó

Pernambuco, Paraíba e Santa Catarina sob risco de rebeliões

A rebelião no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, em Manaus, foi uma batalha pelo controle do tráfico de cocaína na região, especialmente a produzida no Peru, considerada hoje mais pura e, por isso mesmo, mais rentável no mercado internacional, conforme disse ao GLOBO uma autoridade federal que acompanha o assunto. Segundo esta autoridade, a guerra pelo controle do narcotráfico é intensa e, se não for contida, outros banhos de sangue podem se repetir em outros presídios, sobretudo em Santa Catarina, Paraíba e Pernambuco.

São estados onde ainda existem disputas de força entre as facções. Sem um grupo hegemônico, a tendência das quadrilhas, baseadas dentro dos presídios, é partir para confronto aberto com o risco de matança em larga escala. Este teria sido um dos motivos de recente rebelião em Roraima, que resultou na morte de 11 presos. São Paulo e Rio de Janeiro, embora tenham uma numerosa população carcerária, estariam passando ao largo do problema porque são áreas controladas por antigas facções.

Áudios que circulam em Whatsapp levam pânico a população de Manaus

Áudios compartilhados nas redes sociais e no WhatsApp estão assustando a população manauara sobre boatos a respeito da rebelião no Complexo Penitenciário Anísio Jobim(Compaj) ocorrida no último domingo(3).

O áudio mais compartilhado é de uma mulher informando que o irmão trabalha em um jornal e teria afirmado que, ao contrário do que foi divulgado oficialmente, seriam cerca de 200 mortos na rebelião, mais de 1 mil detentos foragidos do Compaj e desses fugitivos, 300 teriam sido mortos pela polícia.

Dados falsos sobre a rebelião

Outro áudio, revela uma suposta conversa entre policiais militares confirmando que seria um número maior de vítimas do que o divulgado.

Conversa entre supostos PMs

De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária(Seap), o Compaj tem capacidade para 459, e antes da rebelião haveriam 1200 internos.

Portanto, não seria possível essa quantidade de mortos e foragidos, o presídio teria ficado totalmente vazio.

Oficialmente, são 184 detentos foragidos do Compaj e Instituto Penal Antônio Trindade(Ipat), e 60 detentos mortos na rebelião.