sábado, 28 de janeiro de 2017


Segurança ignorou alertas e tirou presos de Alcaçuz sem certeza de facção

Material do site UOL

A transferência de 220 presos da penitenciária de Alcaçuz, no último dia 18, para outros dois presídios foi realizada pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Rio Grande do Norte contra a vontade dos gestores do presídio e da Secretaria de Justiça e Cidadania --responsável pela gestão das cadeias potiguares. 

O UOL teve acesso à ata da reunião na noite anterior à retirada dos presos, no Centro Administrativo do Estado. O encontro foi tenso, demorou duas horas e foi marcado por discordâncias. Os gestores dos presídios alegavam risco na ação e diziam que eram incapazes de identificar integrantes de facções criminosas.

Mas a Secretaria de Segurança insistiu e disse que a operação era necessária para evitar uma possível retaliação a ser promovida por uma facção criminosa em resposta a outra pelo massacre do dia 14 de janeiro. A pasta disse que tinha "informações" que apontariam para o ataque, e a transferência foi feita pela Polícia Militar --com apoio de outros órgãos de segurança.

O primeiro a falar na reunião do dia 17 foi o vice-diretor de Alcaçuz, Juscelino Barbosa. Ele defendeu que todos os presos de uma das duas facções fossem retirados do local.

Barbosa ainda fez um alerta. Disse que, na condição em que o presídio se encontrava, era impossível saber que presos eram de facção e quais eram da "massa" (como são chamados os presos sem ligação à grupos criminosos). "Sabe-se, tão somente, ou líderes ou os declarados", afirmou.

Segundo apurou o UOL, no dia transferência, presos chegaram a ser consultados na hora da ocupação policial para saber se eram de facção e se gostariam de ser transferidos de Alcaçuz. Mesmo com a saída, muitos integrantes do Sindicato do RN permaneceram.

Em seguida, foi a vez de o secretário de Justiça e Cidadania, Walber Virgolino, se posicionar contra a transferência, alertando que "não resolverá o problema, podendo ensejar em mortes nunca antes vistas no sistema prisional brasileiro."

Após as duas manifestações, foi a vez de o diretor da Penitenciária de Parnamirim, Adailton Oliveira, se posicionar contra a transferência por ser dia de visita na unidade -- o presídio foi um dos que recebeu presos vindos de Alcaçuz.  

Em Alcaçuz, há presos de duas facções: PCC (Primeiro Comando da Capital) e Sindicato do RN. Foi a disputa entre elas que, no dia 14, resultou no massacre com 26 mortos dentro de Alcaçuz, quando presos do pavilhão 5 (controlado pelo PCC) se soltaram e atacaram presos do pavilhão 4, do Sindicato, que estavam em menor quantidade.

No mesmo dia da transferência, por ordem de presos do Sindicato do RN, o Estado começou a viver uma onda de atentados, que durou mais de 48 horas e resultou em 42 ataques a ônibus, carros e prédios públicos.

No dia seguinte à transferência, os presos restantes do Sindicato do RN atacaram detentos do PCC, em cenas que mais lembravam uma batalha campal. Pelo menos três presos morreram --inclusive com corpos dilacerados e queimados--, segundo relato de agentes e vídeos divulgados pelos próprios detentos. A perícia entrou no local após dois dias e recolheu pedaços de corpos, mas ainda não informou sobre mortos.

Em resposta ao UOL, o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Caio Bezerra, explicou que não seria possível transferir todos os presos de uma facção.

"As transferências foram realizadas dessa forma porque do contrário teríamos que realizar a transferência de duas unidades penitenciárias inteiras, em curto espaço de tempo, uma vez que não existiam vagas na Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP). Seria preciso transferir todos os presos do PEP para outro presídio, para assim receber os apenados de Alcaçuz. Além disso, essa medida teria o potencial de levar o problema para esta outra unidade, o PEP, quando a crise, apesar de grave, estava contida em Alcaçuz", disse.

Segundo ele, os ataques a ônibus "infelizmente se sucedem quando se instala algum tipo de crise no sistema prisional." "Aconteceu, por exemplo, em 2015 e no ano passado, quando da instalação de bloqueadores nessa unidade denominada PEP. Todas as forças de segurança já estavam mobilizadas e trabalharam para debelar estas ações criminosas o mais rápido possível", afirmou.

Ainda segundo Bezerra, a operação acabou sendo bem-sucedida. "O trabalho resultou na queda das ocorrências à metade do primeiro para o segundo dia de ataques e praticamente zeraram já no terceiro. Foram realizadas várias prisões dos responsáveis pelas ações criminosas e as operações policiais continuam", disse. 

Procurada, a Secretaria de Justiça e Cidadania não enviou resposta, nem se pronunciou sobre o conteúdo da ata.

Base da PM sofre atentado em Natal

Uma viatura da Polícia Militar, que estava estacionada em frente à base da Polícia Militar do bairro Morro Branco, foi alvejada na tarde deste sábado, 28.

Uma arma calibre 12 foi usada na ação, além de um coquetel molotov.

Até o momento ninguém foi preso.

A caminhada de Adjunto Neto



O presidente municipal do PMDB de Caicó, o jovem Adjuto Neto, filho do vice-prefeito de Natal, Álvaro Dias, não para.  Adjuto Neto, é tido com provável candidato a deputado estadual nas eleições de 2018, caso seu pai, assuma a prefeitura de Natal, com a desincompatibilização de Carlos Eduardo, atualmente nome mais lembrando para concorrer ao governo do estado.  

Luciano Vale / Plantão Caicó 


Além de participar de encontros e reuniões com lideranças em Caicó, Adjuto Neto, foi visto recentemente prestigiando a Festa de São Sebastião, em Parelhas ao lado do atual prefeito, Alexandre Dantas (PMDB) e de outras lideranças locais. 

O prefeito Alexandre Dantas, é filho do ex-prefeito, Antônio Petronilo, tido como a maior liderança do município e aliado de Álvaro Dias. 

Prefeitura de Caicó recebeu trator novo

Município de Caicó recebeu neste sábado um trator novo com implementos que foi adquirido através de emenda federal tendo sido concluído o processo de licitação e a autorização da caixa para recebermos o equipamento. 

Ja recuperamos alguns tratores quebrados e com mais esse novo vamos da início imediato aos trabalhos de corte de terra na zona rural do nosso município de Caicó.

Viagem com conforto e segurança


Caicó - Natal - Caicó é com Inacinho Viagens.

De Segunda a Sábado

Caicó - Natal 3:00h e 14:00h
Natal - Caicó 02h40 min e 13:00h

Domingos

Caicó - Natal 14:00h
Natal - Caicó 14:00h

Disque viagens 84 - 9.9951-3565 / 84 - 9.8718-4140 / 84 - 3421-1920.

Urgente : Bombeiros acionados para um incêndio na zona oeste de Caicó

Por volta das 15:00h deste sábado (28), três viaturas dos Bombeiros de Caicó foram deslocadas para um incêndio em um deposito de material de construção as margem da BR 427, saída de Caicó para Jardim de Piranhas.

Ao chegar no local os bombeiros se deparam com um princípio de incêndio no interior do deposito, rapidamente o fogo foi controlado e ninguém foi ferido, apenas prejuízo para o proprietário do depósito. 

Pavilhões de Alcaçuz passam por reparos em celas


Nesta sexta-feira (27), logo após a intervenção de agentes penitenciários do Rio Grande do Norte e agentes federais de execução penal da força-tarefa, a Secretaria de Justiça e Cidadania deu início aos reparos nos pavilhões. No Pavilhão 5, por exemplo, que oficialmente se chama Presídio Rogério Coutinho Madruga, grades das celas que foram arrancadas estão sendo recolocadas.

Além da recolocação das grades nas celas, presos de outros pavilhões estão trabalhando na reconstrução dos telhados e também no fechamento de buracos e na pintura das paredes que foram pichadas com siglas de facções e outras palavras de ordens durante as rebeliões que começaram no dia 14 de janeiro e resultaram em pelo menos 26 mortos.

G1 - RN / Plantão Caicó

Caicó : Escola Mateus Viana funcionará na estrutura da Iracema Trindade


A secretária municipal de Educação de Caicó, Lúcia Gregório e a secretária adjunta, Veracilda Vale, visitaram algumas escolas municipais que estão passando por adequações e reformas em suas estruturas físicas.

A agenda incluiu Ivanor Pereira (Soledade), creche Mundo Mágico (Soledade), Olívia Pereira (Paulo VI), Escola Walfredo Gurgel (Walfredo Gurgel) e Auta de Souza (Casas Populares).

No prédio da Escola Estadual Iracema Trindade (foto), que vai receber os alunos da Escola Municipal Mateus Viana, está sendo construído um refeitório, além de outras melhorias previstas.

Urgente : Caicó registra o primeiro suicídio de 2017

Por volta das 06h30min, deste sábado (28), foi registrado o primeiro suicídio do Ano na Cidade de Caicó.

O sinistro foi registrado em uma residência na Rua Luiz Chermont, no Centro de Caicó, nas  proximidades da ponte velha.

Um Pedreiro por nome de Pedro, aproximadamente 72 anos, vinha sofrendo sérios problemas de saúde e na manhã de hoje (28), o mesmo cometeu suicídio por inforcamento em sua própria residência.

Uma equipe da Polícia Militar juntamente com o ITEP estão no local fazendo a remoção do corpo da vítima. 

ATENÇÃO : NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE DE COMPRAR SUA CASA EM CONDOMÍNIO FECHADO COM O MELHOR PREÇO E A MELHOR LOCALIZAÇÃO DA REGIÃO


Casa financiada pelo programa Minha Casa, Minha Vida.

Vende-se imóvel em um condomínio fechado no Bairro Maynard em Caicó.

O imóvel conta com 2 quartos, banheiro social, sala,cozinha, área de serviço e garagem. Pode ser financiada pelo banco.

Valor da Residência R$ 115 mil.

Interessados podem entrar em contato com o corretor Carlos Eduardo - CRECI 5408/RN - pelo número 84. 9 9981-2503.

Imóvel ideal para investimento na melhor localização da Região do Seridó.