sábado, 18 de março de 2017


URGENTE : MOTO TOMADA DE ASSALTO AGORA POUCO EM CAICÓ

Por volta das 20:00h deste sábado (18), foi registrado um assalto a mão armada próximo ao sítio de biririu saída para o sabugi.


Dois indivíduos armados renderam um motoqueiro e tomou de assalto a sua moto modelo fan 150 de cor vermelha e cerca de um mil reais em dinheiro da vítima. 



URGENTE : ASSALTO NO CENTRO DE CAICÓ

Por volta das 19:00h deste sábado  (18), um indivíduo com uma faca praticou um assalto a um cidadão na rua Generina Vale no Centro de Caicó.


Segundo Informações um indivíduo conhecido por "Galeguinho", rendeu uma moça e tomou de assalto um aparelho celular modelo Iphone e fugiu em direção ao bairro Penedo.

ASSALTO À PANIFICADORA NO CENTRO DE CAICÓ

Na tarde deste sábado (18),  dois elementos em uma moto preta se utilizaram de uma faca para praticar um assalto na Panificadora Bom Sucesso no Bairro Barra Nova, Zona Oeste de Caicó.

Todo o dinheiro do local foi levado pelos indivíduos que fugiram em direção ao bairro Barra Nova.

"ATENDIA 80 CLIENTES E AGORA SÓ TENHO 5", AFIRMA GERENTE DE CHURRASCARIA APÓS ESCÂNDALO DA CARNE


Churrascarias de SP se preocupam com movimento após escândalo Divulgação

O impacto das revelações da Operação Carne Fraca já começa a ser sentido nos estabelecimentos que lidam diretamente com o produto: as churrascarias. Embora muitos dos responsáveis por elas evitem fornecer dados concretos, os administradores admitem que parte dos clientes já evitam comer carne num primeiro momento após a operação da Polícia Federal. O R7 entrou em contato com 18 churrascarias em São Paulo neste sábado (18) para falar sobre a repercussão do escândalo.

O gerente-geral Claudinei do Santos, da Churrascaria Boi 100, no bairro Casa Verde, em São Paulo, explicou que o movimento caiu drasticamente nesse sábado.

Nesse horário costumo atender uns 80 clientes, mas no momento só tenho cinco. Foi um pé no s***.

Embora ressalte que sempre tenha selecionado os melhores fornecedores, Santos teme os próximos dias para o negócio.

Vai demorar pelo menos uns 40 dias para se recuperar dessa situação.

Outras churrascarias sentiram muito menos repercussão com relação a operação federal, mas também têm dúvidas quanto ao fluxo de clientes nos próximos dias.

O movimento está fraco, mas ninguém cancelou reserva ou fez qualquer comentário a respeito da carne. Não posso falar em números, mas está bem mais vazio que o normal para o horário [por volta das 13h] — afirmou a recepcionista da Churrascaria Asalola, que se identificou apenas como Cassia.

Brasileiros vivem crise alimentar e estão longe de comida de verdade

Carne vencida e mascarada com produtos cancerígenos: o que se sabe sobre o escândalo que atinge as maiores empresas

Já Antônio Santos, gerente da Prazeres do Sul, na República, em São Paulo, afirmou que a casa ainda não registrou diminuição no número de clientes, mas existe sim o medo com relação aos próximos dias.

Ainda não vimos diferença hoje, mas tememos que ocorra, claro, uma vez que essas coisas se espalham rapidamente. No nosso estabelecimento, sempre tivemos muito cuidado com a carne que nos é fornecida

Segundo Antônio, há uma preocupação especial com os embutidos, evitados ao máximo no local.

Particularmente, sempre evitei embutidos [linguiças e salsichas] até em casa, e trago a mesma recomendação aqui na churrascaria. Por isso sempre escolhemos os melhores fornecedores.

Já outras churrascarias não comentaram muito o assunto, e apenas afirmaram que até o momento não perceberam qualquer diferença no movimento e vão continuar trabalhando com os mesmos padrões de carnes.

Ainda não sentimos qualquer efeito, a casa está lotada, tem gente na fila e mesas com mais de dez pessoas. Em nenhum momento algum cliente nos interrogou sobre isso — afirmou o administrador da Churrascaria Dona Leopoldina Luís Franzen, na Vila Leopoldina.

Nas lojas, consumidor revê compra de carne

Carne Fraca: Ministério da Agricultura afasta 33 servidores e lista problemas em mortadela, salsicha e aves

Segundo Luís, ele ficou sabendo do escândalo "vendo rapidamente nos jornais" e não espera problemas nos negócios nos próximos dias.

De uma forma geral, muitas churrascarias evitaram falar sobre o problema, afirmando que apenas fariam ajustes nos fornecedores, se necessário. Nenhum dos gerentes das churrascarias afirmou comprar carne das empresas envolvidas no escândalo.

É o caso de Alberto Jr., da Churrascaria Taberna Gaúcha, que diz "ter o maior cuidado possível na escolha dos fornecedores".

Buscamos fornecedores que criam as vacas, evitando grandes empresas, além de conferirmos sempre a validade. Cremos que a confiança dos nossos clientes no estabelecimento vai evitar problemas futuros.

REVISTA NA CADEIA PÚBLICA DE MOSSORÓ ENCONTRA CELULARES, ARMAS E DROGA

Agentes Penitenciários com apoio do Grupo Tático Operacional (GTO) e Força Tática (FT) do 2º BPM, realizaram na noite desta sexta feira 17 de março, uma revista na Cadeia Pública Pública de Mossoró com objetivo de retirar de circulação ilícitos dentro da unidade.

Segundo o diretor do presídio, José Fernandes, a revista se estendeu aos pavilhões das duas facções criminosas, (PCC e Sindicato RN), onde foi encontrado um vasto material proibido.

As equipes de buscas localizaram, celulares com carregadores, armas brancas e algumas trouxinhas de maconha. todos os detentos foram retirados das celas e levados para uma quadra interna da unidade prisional.

FIM DA LINHA / PLANTÃO CAICÓ

Urgente : ASSALTO EM MERCADINHO NA ZONA NORTE DE CAICÓ

Por volta das 15:00h deste sábado  (18), foi registrado um assalto ao "Mini box Boa Vista" que fica localizado na rua José Lourenço da Silva, próximo a Igreja do  bairro Alto da Boa Vista, zona norte de Caicó.

Dois indivíduos com uma arma de fogo chegaram ao local e anunciaram o assalto, os indivíduos levaram todo o dinheiro do local e fugiram em uma moto fan de cor vermelha.

Carne fraca: JBS e BRF perdem bilhões em um único dia

A operação da Polícia Federal Carne Fraca deflagrada na última sexta-feira (17) impactou as ações da JBS e da BRF. Os papéis fecharam em queda de 10,58% e 7,25%, respectivamente.

O mau desempenho na Bolsa ontem fez com que as empresas perdessem valor de mercado.

Veja também

Segundo um levantamento realizado pela consultoria Economatica, a pedido de EXAME.com, a empresa dos irmãos Batista perdeu 3,456 bilhões de reais em um único dia, passando de 32,632 bilhões de reais na quinta-feira para 29,643 bilhões de reais na sexta-feira.

A BRF perdeu 2,31 bilhões de reais no mesmo período e fechou a semana valendo 29,317 bilhões de reais.

FORAGIDA DA JUSTIÇA DO RN É PRESA NO ESTADO DO PERNAMBUCO

Um soldado da Polícia Militar de Pernambuco prendeu, nesta sexta-feira (18) no Alto Sertão Pernambucano, Joyce Soares, 19 anos, por ter assassinado Maria Raquel Silva de Almeida, 15 anos, no dia 18 de fevereiro deste ano no bairro Nossa Senhora de Nazaré, Zona Oeste de Natal. O crime ocorreu durante um evento carnavalesco, onde Joyce desferiu à vítima com um golpe de faca, matando-a.

Através de investigações realizadas por equipes de policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a qual foi comandada pelo delegado Reginaldo Soares, o mandado de prisão preventiva da mulher foi expedido. Joyce estava sendo procurada pela Polícia Civil do Rio Grande do Norte, quando foi reconhecida por um soldado da Polícia Militar de Pernambuco após tê-la visto em uma matéria jornalística de cunho nacional acerca do crime. Ela foi presa e será transferida para Natal, onde ficará à disposição da Justiça.

Arlindo Cruz entra em coma no Rio de Janeiro

Arlindo Cruz passou mal na tarde desta sexta-feira (17) e foi induzido a um coma para estabilizar sinais e preservar órgãos. Após o mal estar o cantor foi levado pela mulher e o filho para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), da Barra. As informações foram confirmadas pela mulher do artista. O cantor estaria em Salvador neste domingo (19) no “Festival Vozes do Brasil”. A esposa do cantor, Babi, explicou que a medida foi acionada para auxiliar na transferência dele para a UPA do Hospital São José. O médico pessoal da família acompanha o caso. De acordo com o G1, apesar das medidas o diagnóstico ainda não foi passado.