sexta-feira, 21 de abril de 2017


URGENTE : ASSALTO E TROCA DE TIROS NA ZONA NORTE DE CAICÓ

Por volta 19h 45 min desta sexta-feira  (21), foi registrado um assalto a mão armada no no bairro Vila do Príncipe, um empresário do ramo de funilaria automotiva foi a vitima. A Polícia Militar foi acionada e houve uma perseguição e troca de tiros com a dupla de assaltantes.

Dois elementos foram presos após perseguição policial no bairro Recreio.

Uma motocicleta foi apreendida, além de celulares e uma certa quantia em dinheiro e dois indivíduos, um por nome de Danilo e residente no recreio e outro indivíduo natural de Alto do Rodrigo.

Urgente : Pizzaria é vítima de assalto no centro de Caicó

Por volta 19h30min desta sexta-feira  (21), foi registrado um assalto a mão armada na pizzaria Oba o
Oba na Avenida Rio Branco no centro de Caicó.

Dois  elementos em uma moto de cor vermelha praticaram o roubo e  fugiram em direção à rodoviária.

URGENTE : ASSALTO NA ZONA OESTE DE CAICÓ

Por volta 16h10min desta sexta-feira  (21), foi registrado um assalto em um bar ao lado do Big Boi no bairro Barra Nova.

Dois indivíduos chegaram em uma motocicleta de cor vermelha e de arma em punho levaram todo o dinheiro do local, logo em seguida fugiram em direção ao Walfredo Gurgel.

Mossoró aparece como a 18ª cidade mais violenta do mundo e Natal a 33ª

Segundo o jornal Estadão, o Brasil e a América Latina se configuram como as regiões mais violentas do mundo. A análise serve para países que não estão em guerra. De acordo com levantamento atualizado do Instituto Igarapé divulgado pela revista ‘The Economist’, 43 das 50 cidades com maiores taxas de homicídios são latino-americanas.

El Salvado continuou sendo o primeiro do ranking. Em 2015 e 2016 foi considerado o país mais violento do mundo e sua capital, San Salvador, a cidade com mais homicídios.

Metade das cidades que constam na lista ficam no Brasil. A taxa de assassinato caiu nas maiores cidades, mas aumentou em menores. Seguindo esta linha, com um número crescente de execuções, Mossoró aparece na surpreendente 18ª posição. Já Natal, aparece na 33ª posição ao lado de outras oito capitais de Estado.

Serviços da Caixa Econômica ficarão indisponíveis na madrugada de domingo (23)

A Caixa Econômica Federal informou nesta quinta-feira (20) que, no próximo domingo (23), os ambientes de autoatendimento, Internet Banking Caixa e opção débito dos seus cartões estarão indisponíveis de 0h às 5h. Os cartões de crédito funcionarão normalmente.

Segundo a Caixa, a pausa nos serviços se deve a uma manutenção tecnológica que visa melhorar a qualidade e disponibilidade dos serviços aos clientes.

Criança morre afogada em reservatório da CAERN no município de Jucurutu

Uma tragédia foi registrado na manhã desta sexta-feira (21), no município de Jucurutu, distante 50 km do município de Caicó. Uma criança de apenas 3 anos de idade morreu afogada quando caiu dentro de um reservatório da CAERN que estava descoberto.

A criança foi encontrada presa na tubulação do reservatório e teve que ser esvaziado para retirada da mesma

Maria Fernanda  ainda  foi levada para a maternidade Lula Queiroz. Mas, não resistiu.

Imagens via Grupos de WhatsApp Plantão Caicó

Super feirão da Gol tem passagens nacionais por R$ 129 (ida e volta)

A Gol acaba de lançar mais um super feirão com promoção de passagens aéreas nacionais por R$ 129 (ida e volta em voos diretos) e R$ 189 (ida e volta em voos com conexão). A oferta é válida a partir das 20h desta quinta, 20, até as 8h de segunda, 24, ou enquanto houver disponibilidade. As viagens devem ser feitas entre 1º de maio a 30 de junho deste ano.

Destinos nacionais, como Maceió, Foz do Iguaçu, Curitiba, Porto Alegre e Porto Seguro fazem parte da promoção, com exceção a Fernando de Noronha. Para garantir a tarifa com desconto, é obrigatório comprar passagens de ida e volta e ficar, pelo menos, três noites ou um sábado no destino escolhido. Clique aqui para aproveitar o feirão, escolher seu destino e comprar sua viagem.

Confira os trechos nacionais operados pela Gol válidos nessa promoção:

Alta Floresta, Aracaju, Araçatuba Araguaina, Araxá, Barra do Garças, Barreiras, Bauru, Belém, Belo Horizonte, Boa Vista, Brasília, Cabo Frio, Cacoal, Caldas Novas, Campina Grande, Campinas, Campo Grande, Campos dos Goytacazes, Carajás, Cascavel, Caxias do Sul, Chapecó, Corumbá, Cruzeiro do Sul, Cuiabá, Curitiba, Divinópolis, Dourados, Feira de Santana, Florianópolis, Fortaleza, Foz do Iguaçu, Goiânia, Governador Valadares, Ilhéus, Imperatriz, Ipatinga, Jaguaruna, Ji-Paraná, João Pessoa, Joinville, Juazeiro do Norte, Juiz de Fora, Lages, Lençóis, Londrina, Macapá, Maceió, Manaus, Marabá, Marília, Maringá, Montes Claros, Natal, Navegantes, Palmas, Parnaíba, Passo Fundo, Paulo Afonso, Pelotas, Petrolina, Ponta Grossa, Porto Alegre, Porto Seguro, Porto Velho, Presidente Prudente, Recife, Ribeirão Preto, Rio Branco, Rio Verde, Rio de Janeiro, Rondonópolis, Salvador, Santa Maria, Santarém, São José do Rio Preto, São Luís, São Paulo, Sinop, Sorriso, Tefé, Teixeira de Freitas, Teresina, Três Lagoas, Uberaba, Uberlândia, Uruguaiana, Valença (Bahia), Varginha, Vilhena, Vitória e Vitória da Conquista.

GIGANTE DO VAREJO BRASILEIRO RENEGOCIA DÍVIDAS COM BANCOS

A Máquina de Vendas, terceira maior varejista de eletrodomésticos do país, entra em uma nova etapa de seu esforço para se reerguer de uma crise aprofundada pela recessão econômica.

A empresa, conhecida pela bandeira Ricardo Eletro, voltou a conversar com bancos credores nas últimas semanas para mudar o perfil de sua dívida, que já passou por um primeiro processo de reestruturação em 2016.

Na terça (18), executivos da empresa se reuniram com representes de seus fornecedores na indústria para comunicar os novos rumos e passar mensagem de otimismo.

A Máquina de Vendas entrou em 2016 com uma dívida de R$ 2,2 bilhões, dos quais R$ 1 bilhão vencendo no próprio ano. Sem condições de pagar, renegociou com credores e reduziu a dívida para R$ 1,5 bilhão com emissão de uma debênture em novembro.

Após a reestruturação, a dívida de curto prazo caiu de 49% para 4% do montante devido. Para dar fôlego à empresa, a dívida renegociada no ano passado agora só começa a vencer no fim do ano que vem.

Apesar dessa melhoria no perfil da dívida, o montante ainda é considerado pesado pela cúpula da empresa, num país como o Brasil, em que os juros são muito pesados, exigindo um patamar de rentabilidade muito alto para pagar o serviço da dívida.

A empresa começa agora a discutir com bancos credores como Itaú e Bradesco a possibilidade de ter uma estrutura de dívida em que os bancos pudessem participar do retorno obtido na operação.

Executivos envolvidos no processo dizem que há expectativas de que a empresa ganhará valor no curto prazo, mas descartam a possibilidade de que os bancos assumam a empresa, até por impossibilidades regulatórias.

Uma das ideias —mas que está fora de cogitação no curto prazo— seria encontrar um novo sócio minoritário em um ou dois anos, quando o mercado brasileiro voltar a atrair investidores interessados no setor.

ENFERMARIA

No ano passado, também foi colocado em prática um plano de unificação da empresa, que chegou a ter cinco bandeiras, fruto de uma sequência de aquisições que ela veio realizando nos últimos anos, desde que se formou a partir da união entre a varejista mineira Ricardo Eletro e a baiana Insinuante, em 2010.

A fusão havia levado à formação de uma companhia difícil de gerir, com escritórios espalhados por muitos Estados e mais de 30 centros de distribuição.

Hoje, ela tem cerca de R$ 1 bilhão de gastos com compras indiretas, como energia e aluguel. Nessa frente, também passa por um esforço para renegociar contratos, rever gastos administrativos e da cadeia logística.

Desde o início do ano, a empresa já fechou três centros de distribuição. Pretende encerrar outros três antes do fim de 2017 para ficar com apenas cinco.

Também fechou 155 lojas no ano passado. Neste ano, já foram outras 112, chegando às atuais 701 unidades no país. Ainda há 90 lojas que são tratadas internamente na empresa como "enfermaria". Se não reagirem antes do segundo semestre, são candidatas ao fechamento.

Com todas essas mudanças, a ideia é fazer uma empresa mais enxuta até o fim de 2018. A empresa que já alcançou faturamento de R$ 9 bilhões em 2014, fechou o ano passado com R$ 6,3 bilhões.

Procurada, a companhia não quis se manifestar.

MÁQUINA DE VENDAS

(2016)

Faturamento

R$ 6,3 bi

Número de lojas

701

Concorrentes

Magazine Luiza, Casas Bahia

Via Folha de São Paulo / Plantão Caicó

URGENTE : Acidente com vítima fatal na BR 427

Um acidente envolvendo três veículos na BR 427, na entrada da cidade de Acari, por volta de 06h20, da manhã desta sexta-feira (21) envolvendo uma Hilux, uma Ducato que pegou fogo no local e uma moto, (que até a 06h30 não havia sido encontrada). E teve morte no local o curraisnovense Ricardo Salustino Mangueira, que estava na moto. A Policia Militar chegou primeiro ao local e acionou o ITEP de Caicó e a PRF com sede em Caicó, por se tratar de um trecho federal.



Jota Dantas / Plantão Caicó 

HOMEM TENTA MATAR O SEU PRÓPRIO PRIMO NA CIDADE DE SERRA NEGRA DO NORTE

Um homem por nome de Rafael foi vítima de cutilada de faca peixeira na região do pescoço. Fato este registrado por volta das 21:00 horas em um bar no município de Serra Negra do Norte, distante 44 km do município de Caicó.

O acusado é conhecido na cidade por  Lunga de Cícero do Padre.

Após tentar matar o próprio primo, o acusado fugiu do local em uma motocicleta. A vítima foi socorrida as presas para o Hospital Regional do Seridó, em Caicó e o seu estado de saúde é considerado estável.

COMPRE SEU IMÓVEL PELO PROGRAMA HABITACIONAL MINHA CASA, MINHA VIDA COM PRESTAÇÕES A PARTIR DE R$ 450,00



Vende-se imóvel em um condomínio fechado no Bairro Maynard em Caicó.O imóvel conta com 2 quartos, banheiro social, sala,cozinha, área de serviço e garagem. Pode ser financiada pelo banco.

Valor da Residência R$ 115 mil.

Interessados podem entrar em contato com o corretor Carlos Eduardo - CRECI 5408/RN - pelo número 84. 9 9981-2503. Imóvel ideal para investimento na melhor localização da Região do Seridó.

Carlos Eduardo Melo Mariz

(84) 9981-2503