domingo, 3 de dezembro de 2017


INACINHO VIAGENS ; VIAGEM COM CONFORTO, SEGURANÇA E PONTUALIDADE






Caicó - Natal - Caicó é com Inacinho Viagens.

De Segunda a Sexta;

Caicó - Natal 2:40h e 14:00h

Natal - Caicó 02h40 min e 13:00h

Sábados

Caicó - Natal 02h40 min e 14:00

Natal - Caicó 02h40 min e 12:00

Domingos

Caicó - Natal 14:00h

Natal - Caicó 14:00h

Disque viagens 84 - 9.9951-3565 / 84 - 9.8718-4041 / 84 - 3421-1920 / 99196-1102

Bombeiro do DF rouba viatura, dirige por quase 30 km e é preso a caminho do Congresso Nacional




Um militar do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal foi preso, na madrugada deste domingo (3), após roubar uma viatura da corporação e seguir, em alta velocidade, em direção ao Congresso Nacional. O carro foi interceptado perto da Catedral de Brasília, no início da Esplanada dos Ministérios. Ninguém ficou ferido.



No início da manhã, militares dos Bombeiros e da Polícia Militar chegaram a usar o termo “terrorismo” em conversas com o G1. Segundo eles, o homem estava em “surto aparente” e planejava invadir o Congresso com o carro.


Até as 10h30, as forças de segurança do DF não comentavam essas duas informações. O G1 aguarda retorno da Polícia Civil sobre a ocorrência registrada e o indiciamento do homem preso.


O carro foi retirado sem autorização de um quartel em Ceilância, e percorreu quase 30 quilômetros até chegar à Esplanada dos Ministérios. Segundo a PM, o bombeiro militar recusou várias ordens de parada, informadas pelo rádio do próprio veículo e por carros que acompanharam o trajeto.


Ainda de acordo com a PM, viaturas das duas corporações seguiram o carro roubado pela via Estrutural para “balizar” o trajeto e evitar acidentes, até que o carro parasse. Já na Esplanada, tiros foram disparados contra os pneus do veículo, até que ele não conseguisse mais continuar a fuga.


O homem foi detido e encaminhado a outro quartel do Corpo de Bombeiros, onde recebeu voz de prisão. Até as 10h30, os dados desse suspeito e a motivação dele para o roubo do carro não tinham sido divulgadas por nenhum órgão ligado ao governo do DF.

 

G1

PERDI A CHAVE DO CARRO, E AGORA ?



"Tenha sempre uma ou duas chaves reservas do seu veiculo, assim você evita dor de cabeça e principalmente dor no BOLSO!"

Em Caicó você tem a Caicó Auto Chaves.

Chaves codificadas para automóveis nacionais e importados.

Observação  !!

 
Consertamos módulos de Air Bag e ABS !!

 
Consertamos buzina de toyota hilux e corola em geral !!

Contatos - 84 - 9. 9668-8485

WhatsApp - 84 - 9.9945-5859

ACIDENTE DE TRÂNSITO NA ZONA LESTE DE CAICÓ

Por volta 05:40 deste domingo  (03), foi registrado um acidente de trânsito tipo colisão, na BR 427, em frente a delegacia de polícia civil em Caicó.  Segundo informações, um veículo colidiu na traseira de um carro pipa, o veículo de passeio ficou com sua frente praticamente destruída.

Segundo informações, o condutor do veículo, é um Agente da Polícia Rodoviária Federal. O mesmo foi socorrido para o hospital regional do seridó com pequenos ferimentos pelo corpo e encontra-se bem.

Visitas de estrangeiros caem 75% no RN



Tribuan do Norte

Com uma queda de 75,1% no número de turistas internacionais ao longo da última década, o turismo no Rio Grande do Norte vive uma nova fase. Há anos consolidado com uma importante atividade econômica, que representa cerca de 8% do Produto Interno Bruto (PIB) do Estado, movimentando cerca de R$ 3 bilhões anualmente, o turismo tenta se reinventar para estabilizar sua curva de crescimento para além da alta estação, estabelecendo o Rio Grande do Norte como destino de negócios e apostando em novas iniciativas para fugir do roteiro “sol e mar” pelo qual o Estado já é conhecido.

O Estado, que teve um crescimento significativo no número de turistas internacionais entre 2001 e 2005, começou a vivenciar uma queda drástica a partir de 2006, que foi se acentuando nos anos seguintes: de cerca de 117.688 turistas internacionais em 2006, o número caiu para para 29.355 em 2016. Nem a Copa do Mundo, em 2014, conseguiu trazer uma mudança significativa ao quadro, de acordo com os dados que foram concedidos pela Embratur.

As causas da queda de visitas de turistas estrangeiros foram principalmente externos, como a crise econômica de 2005 e as oscilações de cotação das moedas estrangeiras

Os motivos da queda, de acordo com o coordenador da Câmara de Turismo da Federação do Comércio do RN (Fecomercio/RN), George Gosson, foram principalmente externos, com a forte crise internacional que atingiu Europa e Estados Unidos em 2005 e as oscilações de cotação das moedas estrangeiras. “Algumas medidas internas, caso tivessem sido tomadas, poderiam ter amenizado esse quadro, como investimentos na urbanização de nossos principais cartões postais, limpeza urbana e segurança para os visitantes”, ressalta Gossom.

A redução do turismo internacional, no entanto, veio acompanhada de um aumento significativo do turismo doméstico, que em 2012 já representava 87,9% do fluxo de turistas do RN na alta estação, de acordo com pesquisas realizada pela Fecomercio. Desde então, o perfil do turista no Rio Grande do Norte se mantem: são basicamente paulistas, mineiros e cariocas, entre 36 e 50 anos e com gastos médios de pouco mais de R$ 200,00 por dia.

Apesar de já saber os principais interesses desse público e do Estado receber avaliações majoritariamente positivas dos turistas – em média 94,9% dos visitantes classificaram o RN como “bom ou excelente” na avaliação geral -, os empresários do setor se preocupam em estabilizar a curva de crescimento, superar definitivamente o período de crise e consolidar outros atrativos turísticos. Para eles, o novo perfil demanda um calendário de eventos culturais consistente, oferta de entretenimento e um elevado grau de urbanização, especialmente na capital.

Atuando há mais de 20 anos no ramo de restaurantes em Natal, o empresário e presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no RN (Abrasel), Max Fonseca, conta que sentiu o peso da crise na clientela do restaurante, que é constituída em 80% por turistas “Sinto que agora paramos a fase de sangria. A queda, que vinha em média de 7% agora está entre 1% e 2%. O fluxo este ano está melhor que no ano passado, mas precisamos de uma consistência econômica maior, especialmente do turista que vem para Natal. Isso, é claro, só vem com investimentos voltados para poder atrair esta clientela, que procura um turismo não apenas de sol e mar, mas também de charme, com atrativos", diz Max, que também é proprietário do restaurante Chopp & Camarão.

De acordo com os dados de movimento de passageiros no Aeroporto Internacional Aluízio Alves, no mês de janeiro, auge da chamada “alta estação”, cerca de 300 mil pessoas circulam pelo aeroporto. Já nos meses de abril, maio e junho, esse número se reduz para pouco mais de 150 mil. De acordo com George Gossom, na prática, isso representa uma ociosidade considerável, de quase 50% no turismo durante este período. “Não se trata apenas de rede hoteleira. O turismo é uma cadeia, então são menos pessoas nos restaurantes, menos pessoas circulando nos centros de artesanato, utilizando serviços de táxi”, explica.

Números

117.688 foi o número de turistas internacionais no Rio Grande do Norte em 2006, de acordo com o relatório de Dados e Fatos do Ministério do Turismo. Neste ano, Portugal foi o país que mais enviou turistas ao Estado (32.638).

29.355 foi o número de turistas internacionais no Estado em 2016, de acordo com a mesma fonte. Neste ano, o país que mais enviou turistas ao RN foi a Argentina (7.683).

R$ 235,16 foi o valor médio gasto diariamente pelos turistas no Rio Grande do Norte em 2017, durante a alta estação, valor 12,8% superior ao mesmo período em 2016.

79,7% dos turistas que vem para o Estado são brasileiros, vindo principalmente de São Paulo (35,2%), Rio de Janeiro (11,2%) e Minas Gerais (5,9%).

15º é o lugar do Rio Grande do Norte no ranking de destinos mais procurados pelos turistas internacionais no Brasil, de acordo com o Ministério do Turismo.

75 municípios fazem parte do Mapa do Turismo do Rio Grande do Norte. Desses, 16 estão nas categorias A,B e C do Ministério do Turismo, que representam aqueles que concentram o fluxo de turistas domésticos e internacionais. Os demais 59 municípios figuram nas categorias D e E, que possuem papel importante no fluxo turístico regional.

R$ 3 bilhões é o valor médio movimentado pelo setor anualmente no Estado, o que representa aproximadamente 8% do PIB.

Nova coleção em LK MULTIMARCAS




Venha conferir as novidades que acabaram de chegar em LK Multimarcas, grandes marcas com preços imbatíveis você encontra aqui.

Aqui você encontra tudo num só lugar!

🌐 Siga @Lkmultimarcas

84 - 999278030

Localizado na Rua Renato Dantas 643 próximo a Farmácia Pague Menos no Centro de Caicó.