Após dois anos de redução, RN fecha 2017 com saldo positivo de criação de empregos

16:15:00

O Rio Grande do Norte terminou 2017 com saldo positivo de vagas de trabalho formal, segundo dados do Ministério do Trabalho. Houve abertura de 848 de novos postos ao longo de todo o ano. Esta é primeira vez, desde 2014, que o balanço do emprego potiguar termina positivo.

De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), as admissões, em 2017, totalizaram 143.847, e as demissões, 142.999.  Os números incluem contratos firmados sob novas modalidades incluídas pela reforma trabalhista, como a jornada parcial e a jornada intermitente.

Diferente do cenário nacional, que segue com tendência negativa nos últimos três anos, o volume de demissões apresentou estagnação. Em comparação com 2016, houve aumento de 2,05% nas admissões (140.958) e redução de 8,78% nos desligamentos (156.764). Nos últimos dois anos, segundo Ministério do Trabalho, um total de 28.104 vagas de emprego fechadas no Rio Grande do Norte,

Ao longo de todo o ano, todos os setores econômicos apresentaram números estáveis, sem sobressaltos, com serviços e agropecuária como os responsáveis pela mudança de panorama. Em 2017, os serviços obtiveram saldo positivo de 3.142 vagas; já a agropecuária abriu 365 novos postos de trabalho.

O setor que apresentou o pior resultado em 2017 foi a construção civil. No período, o segmento registrou 18.159 admissões contra 19.709 demissões. O saldo negativo foi de 1.550 vagas, uma variação 4,84%.

Apesar de terminar com o ano maior número de emprego, o mês dezembro registrou saldo negativo, com 2.851 postos fechados no estado. É o terceiro ano seguido em que este mês termina com um maior número de desligamentos (11.879) em relação às admissões (9.028). O setor de serviços teve saldo negativo de 918 vagas. Em segundo lugar, o agronegócio, que mostrou retração de 835 vagas.

Em todo o ano, o Brasil fechou 20.832 vagas de trabalho. Esse foi o terceiro ano consecutivo de saldo negativo no território potiguar. Em 2015, houve queda de 1.534.989 vagas. De acordo com os dados, as contratações, no ano passado, totalizaram 14.635.899, e as demissões, 14.656.731. Apenas em dezembro, 328.539 postos de trabalho formal foram fechados – queda de 0,85% em relação ao mesmo período do ano anterior.

AGORA JORNAL

Leia Também...

0 comentários