"EM BREVE, PODEREMOS HACKEAR SERES HUMANOS"

13:42:00




Como regulamentar a propriedade de dados? O futuro da humanidade e da vida dependem dessa resposta. A afirmação é de Yuval Noah Harari, professor da Universidade Hebraica de Jerusalém e autor do livro Sapiens – Uma Breve História da Humanidade. Ele palestrou nesta quarta-feira (24/01) no Fórum Econômico Mundial.



De acordo com Harari, o controle dos dados se tornou tão importante porque estamos atingindo um ponto em que poderemos “hackear seres humanos”. “Há muitas conversas nos dias de hoje sobre hackear computadores, contas bancárias e smartphones. Mas, na verdade, estamos ganhando a habilidade de hackear os humanos”.



Segundo o historiador, esse processo ainda não aconteceu, pois não tínhamos o poder computacional e conhecimento biológico necesssário para interpretar o que ocorre no corpo e cérebro humano. “Isso está mudando por causa de duas revoluções simultâneas: os avanços na ciência da computação, especialmente em machine learning e inteligência artificial, e em biologia, principalmente na ciência do cérebro”, diz o professor. “Quando as duas revoluções se misturarem, conquistaremos a habilidade de hackear os humanos”.


Ditadura Digital

Em breve, será possível criar algoritmos capazes de analisar movimentos, pressão sanguínea e atividade cerebral. “Esses algoritmos vão conhecer os humanos melhor do que eles mesmos”, afirma Harari. Esses sistemas serão capazes de “prever doenças”, “manipular emoções” e até mesmo “tomar decisões” em nome das pessoas, resultando no que o historiador chama de “ditadura digital”.


“O controle de dados pode dar às elites humanas a possibilidade de fazer algo ainda mais radical do que apenas construir ditaduras digitais. Hackeando organismos, as elites podem ganhar o poder de fazer a reengenharia do futuro da vida”, afirma Harari.

De acordo com o professor, essa será a maior revolução na história da humanidade, desde o início da vida. “A ciência está substituindo a evolução natural pela evolução por projeto inteligente”, afirma Harari. “Não o projeto inteligente de algum Deus sobre as nuvens, mas o nosso projeto inteligente e de nossas nuvens, a nuvem da IBM, da Microsoft. Essas são as novas forças dirigentes da evolução”.



“Depois de 4 bilhões de anos de vida orgânica modelada de maneira natural, nós estamos entrando na era da vida inorgânica”, afirma Harari. “É por isso que a propriedade dos dados é tão importante. Se não regularmos os dados, uma pequena elite irá controlar não apenas o futuro das sociedades humanas, mas a modelagem das formas humanas”.


Mas como fazer a regulação dos dados e quem ficará com o controle desse bem é uma resposta que nem mesmo o professor pode dar. A única certeza de Harari é que os políticos não devem ficar com esse poder.

Época Negócios

Leia Também...

0 comentários