Caicó : Ao defender namorado dela, mãe é empurrada pelo filho, cai e bate a cabeça

09:33:00


    

Segundo relatos de testemunhas, DIANDRO DIXSON DOS SANTOS, de 32 anos conhecido por ‘Pipo‘, chegou em casa e não gostou de ter visto sua mãe, EDJANE MARIA DOS SANTOS, de 59 anos conhecida por ‘Boneca‘, com o namorado, de nome LUÍS, e iniciou – se uma discurssão entre eles.

O fato aconteceu por volta das 0:30 da madrugada deste domingo (27) na rua Manoel Joaquim Xavier, antepenúltima rua antes da ponte Velha que liga Centro/Boa Passagem.

EDJANE teria entrado na frente tentando defender o namorado LUÍS, o qual foi empurrado pelo filho dela. A mãe caiu junto com o namorado, chegou a bater a cabeça e sofreu um corte profundo. Já o namorado teria se evadido a pé logo em seguida.

Ao chegar no local os policiais usaram uma ‘flanela virgem‘ para estancar o sangramento, e um jovem, conhecido da vitima, permaneceu segurando o pano até a chegada do socorro médico, ao passo que, o acusado que estava chorando muito, foi preso e colocado na viatura.

DIANDRO DIXSON DOS SANTOS, de 32 anos conhecido por ‘Pipo’

Uma equipe do Samu foi acionado e ao chegar ao local, deu prosseguimento ao socorro da vítima, inclusive imobilizando um dos braços da vitima que estaria lhe causando dores e a conduziu até a Urgência do Hospital Regional do Seridó momento

EDJANE chegou a perder os sentidos (desmaiou) e pouco antes da chegada do Samu ela recobrou a consciencia e lançou fora o que havia comido (vomitou). Após a vítima ser conduzida em segurança para o hospital, a viatura policial conduziu o acusado até a DP para o registro do fato.

Um popular informou que na residência em que eles (mãe e filho) moram funciona um bar administrado pelos mesmos, onde o filho cuida da parte das bebidas e a mãe da parte da comida, ou seja, ela faz os tira gostos. O delegado de plantão, Dr. Francisco, entendeu que não foi intenção do filho agredir a mãe, sendo o mesmo ouvido e em seguida liberado.

Segundo um morador das proximidade a vitima, Edjane, também é mãe de Alex, que matou o professor Toinho no Centro de Caicó em 19 de abril de 2014 e de Kaká, morto por trás da Mototec Honda no bairro Boa Passagem em 28 de dez de 2015.

Caicó na Rota da Notícia / Plantão Caicó0

Leia Também...

0 comentários