Morte de Sargento da PM pode ter partido do crime organizado e a motivação pode ter sido o trabalho de evangelização desenvolvido por ele em favela

12:42:00



O Delegado da Divisão de Homicídios de Mossoró, Rafael Arraes acredita que a morte do Sgt Luiz Valdecio Faustino, crime ocorrido no dia 23 de março passado na Rua Francisco Romualdo, próximo ao muro do Aeroporto em Mossoró, esteja completamente esclarecido. Um dos suspeitos “Adolescente” foi detido na Favela do Ouro Negro, poucos dias após o crime e exames realizados por peritos da Força Nacional, comprovaram que a pistola apreendida com ele, foi à mesma utilizada para matar o militar.

De acordo com o delegado, durante o trabalho de investigação desenvolvido pela especializada, os agentes conseguiram imagens de câmeras de segurança que mostram o “Sgt Valdecio” saindo de motocicleta da região do Ouro Negro e sendo seguido por dois elementos numa motocicleta, até o local onde foi morto.

Na conversa que teve com a imprensa de Mossoró na manhã de hoje, 18, Rafael Arraes disse que as investigações apontam como motivação para o crime, o trabalho de Evangelização desenvolvido pelo Pastor, Valdecio na comunidade do Ouro Negro. Além da missão de Pr Evangeliszador, Valdecio também era Sgt da reserva da policia militar e sua presença estava incomodando os criminosos que dominam a região.

Ainda segundo o delegado, poucos dias da morte do Sgt Valdecio, alguns suspeitos e criminosos foram presos na região e os comandantes do crime organizado mandaram a ordem pra proibir a presença de qualquer pessoa que não fosse morador do bairro. O crime só não teria acontecido no Ouro Negro, para não chamar a atenção da policia, segundo Arraes.

Leia Também...

0 comentários