RN registra aumento de 70% no número de latrocínios em 2018

14:01:00


O número de assaltos seguidos de morte cresceu no Rio Grande do Norte em 2018. Até o dia 3 de junho, foram registrados 41 casos de latrocínios no estado. Esse aumento equivale a 70% se comparado ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 24 latrocínios. Os dados são do Observatório da Violência (OBVIO).

O crime mais recente aconteceu no último sábado (2), quando um motorista de transporte alternativo foi assassinado, no Conjunto Parque dos Coqueiros, por volta das 4h30 da manhã. Josimar Domingos da Costa, de 50 anos, foi surpreendido por criminosos enquanto saía para trabalhar. Ele foi assassinado durante um assalto em frente a casa em que morava com a esposa e os cinco filhos.

De acordo com o coordenador do OBVIO, Ivenio Hermes, os crimes são reflexos da falha na segurança do estado. “O aumento nas taxas de latrocínios expõem a fragilidade nas políticas de segurança pública, colocando em xeque as ações que visam reduzir a criminalidade plural”, afirmou Ivenio Hermes. A assessoria de Comunicação da Secretaria de Segurança do Estado (Sesed) informou que o órgão não comentará os dados que não são oficiais da Sesed.

O levantamento ainda apresenta os números de outros tipos de crimes que acontecem no território potiguar. Apesar do crescimento no número de latrocínios, o número geral de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) apresentou redução comparando com o mesmo período de 2017. No Rio Grande do Norte, foram mortas 871 pessoas até a madrugada desta segunda, em 2017, foram 1.046. O que representa 16,7% a menos.

OP9 / Plantão Caicó 

Leia Também...

0 comentários