Governo do RN e banco Mundial discutem reestruturação de empréstimos para obras

06:21:00


O projeto Governo Cidadão e o Governo do Estado recebem ao longo desta semana mais uma missão do Banco Mundial, que visa acompanhar o andamento das 444 obras em execução ao redor do Estado com recursos do acordo de empréstimo. A visita da equipe do Banco dessa vez tem como objetivo principal discutir a reestruturação do acordo de empréstimo, com vistas ao prolongamento do prazo de execução dos projetos por mais 18 meses.


O secretário da Sethas e coordenador do projeto, Vagner Araújo, abriu a missão nesta segunda-feira, 17, destacando a importância de acelerar a execução dos projetos em desenvolvimento, bem como os resultados parciais já alcançados em vários municípios do Rio Grande do Norte. “Já temos provas de que este projeto tem mudado vidas e alterado indicadores sociais e econômicos em todo o Estado. Precisamos garantir a continuidade disso”, reforçou.



A consultora sênior em Desenvolvimento Rural e gerente do projeto junto ao Banco, Fátima Amazonas, ressaltou a necessidade de ampliar ainda mais o desembolso de recursos na execução dos projetos, com vistas a alcançar resultados cada vez mais expressivos. “Sabemos que o projeto é multisetorial e tem capacidade para transformar a realidade dessas pessoas. Quanto mais repassemos os recursos e fomentemos a execução dos projetos, mais impactos teremos na vida dos norte-rio-grandenses”, emendou.


A gerente executiva do projeto, Ana Guedes, detalhou os níveis de execução das ações e apresentou resultados alcançados na geração de emprego e renda e arrecadação de impostos onde as obras estão em curso. “As obras têm aquecido o mercado da construção civil e gerado 10.644 empregos diretos e indiretos nos municípios onde estão em execução. É uma mudança de paradigma em meio a uma crise econômica vivida no Brasil inteiro”, destacou.


O projeto Governo Cidadão dispõe hoje de R$ 829 milhões do acordo de empréstimo com o Banco Mundial, que estão sendo aplicados em 444 obras nos dez territórios do Rio Grande do Norte.


A agenda da missão do Banco Mundial se prolonga até sexta-feira, 21, e inclui visitas de campo a projetos e obras em execução, além de reuniões para debater o andamento das ações e a prorrogação do prazo de execução para mais 18 meses. Participaram da abertura os secretários Vagner Araújo, Guilherme Saldanha (Agricultura), Sheila Freitas (Segurança), Marcos Antônio Medeiros (Administração), Manuel Gaspar (Turismo), João Farias (subsecretário de Educação), gerentes das unidades executoras e técnicos do projeto.

Agora RN

Leia Também...

0 comentários