'Esse troço já deu o que tinha que dar', diz vice de Bolsonaro sobre 'vitimização' após atentado contra o candidato

13:12:00


O general Hamilton Mourão, candidato a vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), avaliou nesta terça-feira (11) que "esse troço já deu o que tinha que dar" ao se referir ao episódio em que Bolsonaro levou uma facada em Juiz de Fora (MG). Para Mourão, é preciso "acabar com a vitimização".

Filiado ao PRTB, o candidato deu as declarações após participar de uma reunião em Brasília com correligionários.

Na semana passada, Bolsonaro foi atacado enquanto participava de um ato de campanha na cidade mineira. Inicialmente levado para a Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora, o candidato está internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo.

"Esse troço já deu o que tinha que dar. É uma exposição que eu julgo que já cumpriu sua tarefa. Ele [Bolsonaro] vai gravar vídeo do hospital, mas não naquela situação, não propaganda. Vamos acabar com a vitimização, chega", afirmou Mourão.


Na última sexta-feira (7), Mourão afirmou em entrevista à GloboNews que a campanha divulgaria pequenos vídeos nas redes sociais sobre o assunto e faria contato com os apoiadores de Bolsonaro nos estados para repassar a "palavra de ordem".

"[A palavra de ordem é] reduzir as tensões. Não adianta haver confronto neste momento, não faz bem para ninguém e é péssimo para o país", declarou.


Matéria no G1

Leia Também...

0 comentários