quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018


'ATIRARAM PARA MATAR', DIZ O FORROZEIRO WALDONYS APÓS ASSALTO COM ARRASTÃO



O músico cearense Waldonys foi assaltado no começo da tarde desta quarta-feira, 14, no Porto das Dunas, em Aquiraz. Ele estava com os dois filhos e dois amigos dos filhos quando o carro foi interceptado por uma quadrilha armada e teve pertences roubados.

O assalto ocorreu às 12h30min, na CE-025. De acordo com Waldonys, uma viatura e duas motos da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) chegaram em menos de três minutos para atender a ocorrência. Após ter o veículo interceptado, celulares e outros itens roubados, um dos criminosos jogou a chave do carro de Waldonys no mar.

"Eu estava vindo embora hoje, e o trânsito tava um pouco lento. Estava em uma subida íngreme quando os carros deram uma parada e eu ouvi o primeiro disparo", relata o cantor. "Tinha dois carros na minha frente. Na hora, pensei que era assalto, mas não imaginei que seria a bola da vez".

Waldonys diz que tentou dar a ré no veículo, mas o motorista que estava na traseira "não entendeu" o recado. "Ele ficou buzinando, não deu espaço", continua. Ao perceber que seria mais uma vítima, Waldonys orientou os filhos e os amigos a ficaram de mãos para cima e entregar os pertences.
"Os carros que estavam na frente saíram e o grupo deu outro tiro. Alvejou um dos carros. Nessa hora, fiquei traumatizado. Nunca tinha visto algo assim. Eles atiraram para matar", conta. 

"Eu fiquei na linha de tiro, né? Só puxei o freio e levantei as mãos. O cara virou a arma para a minha porta e disse: 'Desce, abre a porta e desce'. E eu só: 'Calma, calma'".
Jovem envolvido
O cantor relatou que cinco pessoas formavam o grupo criminoso. Dessas, uma chamou mais atenção. "Havia um menino. Eu fiquei impressionado porque ele era muito novo. Parecia ter uns 10 anos", diz. "Ele tava lá participando. Pegou o relógio do meu filho e falava que queria mais".

Um dos itens roubados foi um escapulário que Waldonys ganhou da mãe há muitos anos. "Eu estava sem nada no bolso. Pediram meu cordão e eu falei pra eles puxarem. Eles falaram que não queria cordão quebrado, queriam que eu tirasse inteiro", diz o cearense.

Ainda conforme o músico, a polícia chegou a perseguir os criminosos, que entraram em um matagal, e realizar disparos. Waldonys ainda não havia registrado Boletim de Ocorrência às 14h45min desta terça. "Ainda não. Estou criando coragem para almoçar".
 
SSPDS
Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Estado do Ceará (SSPDS) informou que sete indivíduos estavam bloqueando a passagem dos veículos na CE-025, em Aquiraz - Área Integrada de Segurança.  13 (AIS 13) e praticando assaltos no começo desta tarde. O órgão informou que investigações serão realizadas para a captura dos responsáveis pelos crimes. 
O POVO Online

MULHER É ENTERRADA VIVA NA BAHIA E CORPO É ACHADO REVIRADO DENTRO DE CAIXÃO, DIZ FAMÍLIA: VIZINHOS OUVIRAM FRITOS . PARA O QUE EU SAIBA QUE O

Mulher é enterrada viva na Bahia e corpo é achado revirado dentro de caixão, diz família; vizinhos ouviram gritos

A família de uma mulher de 37 anos que ficou enterrada por mais de dez dias, na cidade de Riachão das Neves, no oeste da Bahia, acredita que ela tenha sido sepultada ainda com vida, após um erro médico.

Os familiares de Rosângela Almeida dos Santos dizem que o corpo dela foi encontrado revirado no túmulo, com ferimentos nas mãos e testa, como se tivesse tentado sair do caixão após o sepultamento.

"Até aqueles preguinhos que estavam em cima estavam soltos. A mãozinha tava ferida, como quem estava arrumando assim... arrumando o caixão para sair", disse Germana de Almeida, mãe de Rosângela.

O túmulo foi violado pela família após moradores de casas vizinhas ao cemitério municipal onde a mulher foi enterrada ouvirem gritos vindos do túmulo. A família diz que o corpo da mulher ainda estava quente.

"Quando eu cheguei bem ali em frente, eu ouvi batendo ali dentro. Aí eu pensava que era brincadeira dos meninos, que os meninos só vivem aqui dentro [do cemitério] brincando... Aí gemeu duas vezes, com as duas gemidas ela parou", falou a dona de casa Natalina Silva.

A situação ocorreu na última sexta-feira (9), mas a mulher havia sido enterrada no dia 29 de janeiro. Rosângela estava internada no Hospital do Oeste, em Barreiras, e teve a morte atestada no dia 28.

A certidão de óbito aponta um quadro de choque séptico como causa do falecimento. A situação está sob investigação da Polícia Civil de Riachão das Neves.

Em nota, a assessoria do Hospital do Oeste informou que está à disposião dos familiares da vítima e autoridades para prestar todas as informações necessárias.

G1 RN

OBVIO Divulga o relatório final do Carnaval 2018

Somente nos dois primeiros meses deste ano, 319 pessoas foram mortas no estado, o que representa um crescimento de 5,6% em comparação aos dois primeiros meses de 2017.

Mas para termos uma percepção ainda melhor da evolução dos homicídios, se compararmos a quantidade de mortos de janeiro e fevereiro deste ano com a quantidade de mortos de janeiro e fevereiro de 2015, ano que inicia esse mapeamento comparativo, veremos que o crescimento da violência chega a quase de 50%".

Além disso, a média diária de homicídios do estado está acima de 7, o que não se apresenta como um bom prognóstico.

EMPARN AFIRMA QUE CHUVAS DEVEM SE INTENSIFICAR NO RN



Os registros de chuva em quase todas as regiões do semiárido potiguar têm animado não apenas agropecuaristas, mas moradores das áreas urbanas porque alguns dos reservatórios começam a ter recarga. As imagens de boas chuvas e rios com água, em áreas castigadas até então pela estiagem, tomaram conta das redes sociais em pleno carnaval.


Aos poucos, a paisagem cinza da caatinga vem mudando, dando lugar ao verde das juremas, e os cercados encobertos pela babugem naquelas áreas onde as chuvas foram mais frequentes.


De acordo com o meteorologista da Emparn, Gilmar Bristot, as condições de chuvas devem permanecer até a primeira semana de março e são ocasionadas pela Zona de Convergência Intertropical que está sobre o Nordeste.


“A condição de umidade é boa, o Oceano Atlântico voltou a esquentar próximo ao litoral, de forma que se ocorrer um veranico será de curta duração que deve comprometer a condição da agricultura. Já existe uma condição favorável de solo e umidade, ao menos para as regiões Oeste e Central; no Agreste tem ocorrido boas chuvas nos últimos dias, possibilitando a condição de início do plantio”, afirma Bristot.


O meteorologista alerta que os agricultores devem dar preferência às culturas de ciclo curto porque há uma variabilidade especial e tempo de chuvas no Nordeste, mesmo em anos chuvosos, e que podem comprometer os resultados onde não há condição de boa umidade do solo. Cita como exemplo algumas áreas do Seridó e Agreste.


A Emparn aguarda o término do mês de fevereiro para consolidar os dados de chuvas para o mês. Em janeiro, os dados mostraram um grande acumulado de chuvas nas regiões do Vale do Açu e Alto Oeste potiguar (médio oeste, especialmente). Essa condição deve se repetir em fevereiro. O meteorologista ressalta que as chuvas na região do Litoral, como tem ocorrido nos últimos dias, especialmente no Litoral Sul e Agreste, devem elevar essas regiões à condição de mais chuvosas no Estado.

A orientação do Serviço de Meteorologia da Emparn ao Governo do Estado foi para que iniciasse a distribuição das sementes pela região Oeste, onde o zoneamento de risco agrícola do Ministério da Agricultura recomenda plantio até o último decêndio de fevereiro. “A recomendação é que nessa região, se já tiverem disponível as sementes, os agricultores comecem o plantio porque a condição de umidade já é satisfatória.

CARRO MAIS EFICIENTES DEVEM REDUZIR EM R$ 2 BI GASTOS COM COMBUSTÍVEL JÁ A PARTIR DE 2028



O proprietário de um carro com motor 1.0 novo, antigamente chamado de “popular”, gasta, em média, R$ 900 a menos por ano em combustível em comparação a cinco anos atrás. A economia é decorrente da melhora na eficiência energética dos automóveis brasileiros, medida estabelecida no programa Inovar-Auto e que passou a ser obrigatória a partir do ano passado.

Só neste ano, a estimativa é de que R$ 2 bilhões deixarão de ser gastos em combustível, montante que, no acumulado de seis anos, atingirá economia de cerca de R$ 44 bilhões, segundo cálculos da consultoria Bright, que assessora o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic) na discussão de políticas automotivas.

O dado da economia total leva em conta o aumento médio de 15% na eficiência energética dos automóveis (exceto os movidos a diesel), porcentual que deverá ser cumprido pelas fabricantes até 2022, quando novas metas de redução entrarão em vigor. A conta também inclui a projeção de vendas de carros e comerciais leves flex nesse período.

No caso dos modelos compactos com motor 1.0, o rendimento médio na estrada era de 14 km por litro de gasolina em 2012, média que hoje é de 16,6 km/l. Com isso, um automóvel que percorreu 20 mil km em um ano consumiu 224 litros a menos, deixando de gastar R$ 896, cálculo que considera o preço atual do combustível, de cerca de R$ 4 por litro.

Meta mínima. Com novas metas a serem estabelecidas no programa Rota 2030 (substituto do Inovar-Auto, que aguarda aprovação do Ministério da Fazenda), para valerem a partir de 2022 em uma das etapas, e a partir de 2027, na etapa seguinte, “o carro brasileiro terá condições de competir em qualquer mercado global em termos de legislação de emissões e consumo”, afirma Paulo Cardamone, chefe de estratégia da Bright.

Segundo ele, o mínimo a ser estabelecido deve ser de melhora de 12% na eficiência, mesmo porcentual exigido no Inovar-Auto. No programa anterior, cada montadora tinha de atender a meta mínima de reduzir em 12% a média de consumo de seus modelos. Empresas que atingissem redução de 15,4% receberiam como “prêmio” desconto de 1 ponto porcentual no IPI. Quem fosse além e atingisse 18,8% teria direito a desconto de 2 pontos de IPI.

Segundo o Mdic, oito empresas melhoraram a eficiência de seus produtos em 15,4% – Audi, Honda, Mercedes-Benz, Nissan, PSA (Peugeot e Citroën), Renault, Toyota e Volkswagen. Ford e General Motors foram as únicas a atingirem redução na casa dos 18%. As demais cumpriram a meta de 12%.

O carro mais vendido do mercado, o Chevrolet Onix, teve seu consumo reduzido em 18%. Para atingir esse porcentual, uma das medidas adotadas, segundo a General Motors, foi a redução do peso do veículo em 32 quilos. “Mais de cem componentes foram retrabalhados, aumentando a aplicação de aço de alta resistência em painéis e reforços”, informa a fabricante.

Passaram por mudanças, sejam tecnológicas ou de peso, componentes como motor, transmissão, suspensão, freio, pistões, bielas e anéis. Mudanças foram feitas na aerodinâmica do modelo e o câmbio passou a ter seis marchas nas versões manual e automática.

Nos cálculos do Mdic, além da redução do consumo, os carros com motores mais eficientes vão evitar a emissão de 1 milhão de toneladas de gás carbônico por ano.

Estadão

PERDI A CHAVE DO CARRO, E AGORA?




"Tenha sempre uma ou duas chaves reservas do seu veiculo, assim você evita dor de cabeça e principalmente dor no BOLSO!"

Em Caicó você tem a Caicó Auto Chaves.

Chaves codificadas para automóveis nacionais e importados.

Observação  !!

 
Consertamos módulos de Air Bag e ABS !!

 
Consertamos buzina de toyota hilux e corola em geral !!

Contatos - 84 - 9. 9668-8485

WhatsApp - 84 - 9.9945-5859