sábado, 17 de março de 2018


GOVERNO DECIDE CANCELAR RESOLUÇÃO QUE EXIGIA CURSO PARA RENOVAR HABILITAÇÃO


O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, determinou a revogação da resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que tornava obrigatória a realização e aprovação em curso de aperfeiçoamento para renovação da carteira nacional de habilitação. A revogação ocorrerá na próxima segunda-feira, 19.

A decisão para cancelar a resolução 726/2018 foi encaminhada ao diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e ao presidente do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), Maurício Alves.

Por meio de nota, o Ministério das Cidades informou que “a diretriz da atual gestão da pasta tem por objetivo implementar ações e legislações que atendam às expectativas da população”, mas com o propósito de “reduzir custos e facilitar a vida do brasileiro”.

A obrigação de se realizar cursos não só implicaria em processos burocráticos para o cidadão, mas também como em custos adicionais. “Informa-se que os técnicos do Denatran, do Ministério das Cidades, seguirão na busca de alcançar o objetivo de promover a cada vez mais a segurança dos usuários de trânsito, mas sempre com absoluto foco na simplificação da vida dos brasileiros e na constante busca pela redução de custos de forma a não afetar a rotina dos condutores que precisam renovar suas carteiras de habilitação/CNHs por todo o Brasil”, declarou Baldy.

Nesta sábado, o presidente da Câmara Rodrigo Maia chegou a publicar em redes sociais uma mensagem de que aguardava essa decisão. “Vamos aguardar até a terça-feira para ver se o Contran suspende a resolução que exige curso teórico para a renovação da CNH. Lembrando que a Câmara tem a prerrogativa de aprovar um decreto legislativo sustando o ato”, declarou.

O deputado Daniel Coelho (PSDB/PE) já havia preparado um projeto de decreto legislativo neste fim de semana para pedir a suspensão da resolução. Com a medida do Ministério das Cidades, o ato será desnecessário.

 

Estadão

Frequência de chuvas no Estado deve aumentar no final de março, informa EMPARN


A previsão climática é realizada pelos núcleos de meteorologia do Nordeste com o apoio de Instituições Federais como o INMET e o CPTEC/INPE, que utilizam ferramentas como modelos de previsão climática e conhecimentos específicos. Para essas análises são utilizadas informações referentes aos oceanos Pacífico e Atlântico.

Para 2018, observou-se a presença do Fenômeno La Niña no Oceano Pacífico, situação que é favorável a ocorrência de chuva na região Nordeste. Para o caso do oceano Atlântico Norte foi observado uma evolução favorável entre os meses de dezembro/17 a fevereiro/18 no que diz respeito as temperaturas do Atlântico Norte e Atlântico Sul.

As condições favoráveis continuam presentes e o fato de março de 2018 ainda não ter chovido de forma normal, com um veranico na primeira quinzena do mês, está relacionado com a variação intrasazonal, que pode ser traduzida como a presença de subsidência (alta pressão), causada por uma onda planetária na sua fase positiva sobre o Nordeste Brasileiro. Essa onda planetária, figura abaixo- é uma oscilação que circula o planeta, apresentado fases positivas e negativas, quando positiva (cor amarelada na figura), o ar desce sobre uma determinada região dificultando a formação de chuvas, quando a fase é negativa (cor azul na figura), o ar é forçado a subir e facilita a formação de chuvas. Existe boa correlação estatística com o que ocorre na região da Oceania, de que 30 a 60 dias viria a ocorrer sobre a região Nordeste do Brasil. Como a figura mostra, estamos ainda sob a influência da fase positiva e nos próximos dias essa fase deverá mudar, entrando numa fase mais favorável para a ocorrência de chuvas sobre a região Nordeste.

Esse mesmo sistema causou boas chuvas durante o mês de fevereiro/18, quando estava na fase negativa.  Essa situação causada por essa onda planetária deverá permanecer por mais alguns dias (dias 19 a 20 de março de 2018), quando, então as condições para ocorrência de chuvas deverão voltar a acontecer sobre a região.



PERDI A CHAVE DO CARRO, E AGORA?




"Tenha sempre uma ou duas chaves reservas do seu veiculo, assim você evita dor de cabeça e principalmente dor no BOLSO!"

Em Caicó você tem a Caicó Auto Chaves.

Chaves codificadas para automóveis nacionais e importados.

Observação  !!

 
Consertamos módulos de Air Bag e ABS !!

 
Consertamos buzina de toyota hilux e corola em geral !!

Contatos - 84 - 9. 9668-8485

WhatsApp - 84 - 9.9945-5859

WhatsApp ganha novos recursos no Android ; conheça

Novos recursos foram adicionados à versão para Android do WhatsApp: agora grupos podem ter uma descrição, e também é possível alternar de uma chamada de vídeo para uma de voz apertando apenas um botão.

As novidades já tinham aparecido em versões de testes do aplicativo, mas agora foram liberadas para todos os usuários do WhatsApp no Android.

Olhar Digital / Plantão Caicó

MOTORISTA QUE RENOVAR CNH TERÁ QUE REFAZER AULA E PROVA TEÓRICA


A partir de junho, motoristas que renovarem suas CNH (Carteira Nacional de Habilitação) precisarão fazer curso e exame teórico para poderem dirigir, segundo resolução do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) publicada na última semana.

O curso teórico terá no total dez horas/aula (cada aula com 50 minutos), abordará desde legislação de trânsito a estrutura de órgãos fiscalizadores e poderá ser feito presencialmente ou à distância.

As aulas têm que ser feitas em pelo menos dois dias —a carga horária máxima permitida por dia é de cinco— horas/aula e os motoristas devem ter 100% de presença.

Segundo o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), o curso será gratuito.

Ao final do curso, motoristas devem fazer uma prova presencial com 30 questões de múltipla escolha, e acertar pelo menos 21 respostas.

A medida começa a valer 90 dias após a publicação da norma –em junho, portanto, mas o prazo pode ser prorrogado.

O órgão justifica, na resolução, que o curso tem como objetivo “atualizar as informações e os conhecimentos sobre as legislações de trânsito, considerando a circunstância das constantes e contínuas alterações”.

Ficam dispensados das aulas condutores que fizeram cursos especializados como de transporte coletivo de passageiros, de emergência, escolar e de carga, entre outros.

Até agora, só condutores com habilitação vencida por mais de cinco anos ou que não tinham feito curso de direção defensiva e primeiros socorros precisavam fazer curso teórico –este caso continua mantido, e a carga horária é de 15 horas/aula.

Para o consultor de trânsito Flamínio Fichmann, “o problema não está na sala de aula, mas na falta de fiscalização da frota”. O caminho para melhorar a educação no trânsito e reduzir acidentes, diz o especialista, está no aumento de blitze nas ruas.

“Deve voltar à sala de aula quem não respeita regras de trânsito”, afirma Fichmann. “Se há muitos motoristas dirigindo com celular, faça uma reciclagem com eles”.

O coordenador de educação no trânsito do Denatran, Jackson Lucena, discorda e justifica a necessidade do curso: “O trânsito é mutável, todos os dias temos mais veículos e mais condutores nas ruas. O reflexo está no número alto de acidentes”, diz.

Motoristas que exercem atividade remunerada com seus veículos precisarão fazer ainda avaliação psicológica. Os habilitados nas categorias C, D ou E (transporte de carga, ônibus etc.) devem também fazer exame toxicológico.

MULTAS A PEDESTRES

O Contran também postergou a fiscalização com multas de pedestres e ciclistas que cometerem infrações de trânsito para março de 2019.

As multas já eram previstas no Código de Trânsito Brasileiro, de 1997, e começariam a valer a partir de abril, mas foram contestadas por especialistas e entidades ligadas à mobilidade urbana.

As normas foram adiadas na última quinta-feira (15) pelo presidente do conselho, Maurício José Alves Pereira.

A punição ao pedestre que não andar na calçada ou atravessar fora da faixa, por exemplo, será multa de R$ 44,19 (o equivalente a 50% do valor da infração considerada leve).

Já os ciclistas que forem flagrado pilotando uma bicicleta em local proibido ou de forma agressiva serão multados em até R$ 130,16 (infração média), e terão a bicicleta recolhida.

FOLHAPRESS

PROMOÇÃO NA LK MULTIMARCAS

PROMOÇÃO

3 camisetas por 50,00 à vista

tamanhos P ao GG

LK MULTIMARCAS*
fica na loja
EDISOM CAICÓ
Rua Renato Dantas, 643 centro - Caicó/RN

Whatsapp 84. 9.9927-8030
fixo 3421-3028
Redes sociais: @LkMultimarcas

Por trás do Banco do Nordeste, próximo a Pague Menos
Horário de funcionamento 07:30 as 12:00 e 14:00 as 17:30