segunda-feira, 9 de abril de 2018


Policiais e Bombeiros no RN realizam mobilização nesta terça-feira

Policiais e bombeiros militares do RN decidem se mobilizar nesta terça-feira (10), às 9h, em frente à Governadoria, três meses após o pacto entre associações e Executivo, do Termo de Compromisso e Acordo Extrajudicial. A categoria diz que “amarga” a não efetivação das melhorias nas condições de trabalho, implantação de níveis, pagamento do décimo terceiro e retroativo de promoções – demandas com prazo vencido.

“Estas demandas estavam prometidas para ser concretizadas a partir do mês de janeiro, recebemos um novo prazo para a folha de março, mas até agora não foram efetivadas. Resolvemos, então, aguardar a resolução em frente à Governadoria”, afirma o presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN), subtenente Eliabe Marques.

Sobre a estruturação e os projetos de lei que envolvem os militares, as associações continuam monitorando e cobrando soluções do Governo. “As condições de trabalho continuam as piores possíveis, é urgente uma resposta. São viaturas quebradas, coletes vencidos, alojamentos insalubres, vale alimentação com valor defasado em R$ 10. Tudo isto precisa ser resolvido porque está insustentável”, aponta o presidente da ASSPMBMRN.

Acordo

O Termo de Compromisso e Acordo Extrajudicial foi pactuado no dia 10 de janeiro deste ano, após a categoria realizar a mobilização “Segurança com Segurança”, onde policiais e bombeiros seguiram à risca a Legislação Brasileira e normas das Corporações (Policia Militar e Corpo de Bombeiros) quanto ao uso de equipamentos e procedimentos para o trabalho.

Pelo acordado, foi cumprido até o momento o pagamento parcial dos promovidos de agosto de 2017, a efetivação das promoções de dezembro de 2017, a prioridade no recebimento do salário mensal e a não retaliação aos que se envolveram com a mobilização.

Governo do Estado paga entre esta segunda e terça servidores que ganham entre R$ 3 mil e R$ 4 mil



Em virtude de bloqueio judicial de R$ 10 milhões, para pagamento de antigos precatórios, um percentual pequeno (menos de 1%) de todo o pagamento programado para o último sábado (7) está sendo pago entre hoje (9) e amanhã (10), correspondente a parte dos servidores que ganham entre R$ 3 mil e R$ 4 mil, referente ao salários de março. Todo o restante do cronograma anunciado foi pago, sem nenhuma alteração.

Barragem que abastece Caicó aumentou 47 cm


A Barragem Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves que abastece Caicó e é considerada o maior reservatório de água do Rio Grande do Norte – com capacidade de armazenar 2,4 bilhões de metros cúbicos – aumentou mais 47 centímetros. Está com algo em torno de 10% de sua capacidade total.


VENDE-SE TERRENO NO SERROTE BRANCO I




Vende-se dois terrenos no Serrote Branco I com as dimensões de 10x20m (cada terreno).

Valor promocional,  R$ 30 mil (cada terreno). Interessados podem entrar em contato com os seguintes números :  84 - 9.9613 - 3482 / 84 - 9.9905 - 0393.

Primo de Lula é assassinado no Pernambuco


Primo de primeiro grau do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Sandoval Ferreira de Melo, de 70 anos, foi baleado em um assalto em Garanhuns, Pernambuco, na madrugada deste sábado, 7 – mesmo dia em que o petista foi preso pela Polícia Federal em São Bernardo do Campo.
 
O parente de Lula morreu pela manhã, neste domingo, 8, no Hospital Regional de Caruaru, cidade no Agreste pernambucano. O incidente ocorreu na mesma cidade onde Lula nasceu.
 
Segundo a Polícia Militar, Sandoval estava bebendo em um bar quando dois homens armados anunciaram o assalto. Outras duas vítimas tiveram os celulares levados, quando Sandoval reagiu à ação, lutou com os assaltantes e foi baleado no tórax e na barriga. O número de disparos efetuados ainda é incerto, devido a informações diferentes dadas pelas testemunhas, mas a polícia trabalha com a hipótese de dois ou três tiros.
 
De acordo com a Polícia Civil de Pernambuco, os suspeitos fugiram do local. Apesar de o crime ter ocorrido no mesmo dia em que o ex-presidente Lula foi preso, não existem indícios de que o crime teria qualquer relação com o político.
 
CORREIO BRAZILIENSE

Laudo aponta possível sabotagem em avião de Eduardo Campos


Em agosto de 2014, cerca de dois meses antes da eleição presidencial, a tragédia envolvendo o então candidato Eduardo Campos chocou o Brasil. O avião que levava o político pernambucano caiu em Santos, no litoral paulista, matando também outras seis pessoas.

Nesta semana, peritos contratados pela família do ex-candidato divulgaram um laudo que aponta uma possível sabotagem na aeronave. Segundo o documento, os sensores de velocidade estavam desligados, o que pode ter influenciado os pilotos a tomarem decisões erradas.

 

SBT Notícias