segunda-feira, 30 de abril de 2018


JARDIM DO SERIDÓ DEIXA LISTA DE CIDADES EM COLAPSO



A cidade de Jardim do Seridó não está mais com o abastecimento em situação de colapso. Desde a última quarta-feira(25), a população do município, que tem cerca de 12 mil habitantes, voltou a ser atendida pela Barragem Passagem das Traíras, que está atualmente com 4% de sua capacidade. Técnicos da Caern estão trabalhando nos ajustes no sistema, que estava em colapso desde novembro do ano passado.


A região do Seridó agora só tem uma cidade em situação de colapso: Cruzeta. Segundo a gerente da Regional do Seridó, Rosy Gurgel, Cruzeta também deve voltar a ser abastecida normalmente pelo açude público da cidade nos próximos dias. Tanto no caso de Cruzeta, quanto de Jardim do Seridó, o abastecimento seguirá sendo feito em sistema de rodízio.


Dessa forma, a Caern renova a recomendação para que a população dessas cidades esteja atenta ao uso racional da água, tendo em vista que os mananciais não estão completamente carregados.

OPERAÇÃO DA POLÍCIA CIVIL E DO MPRN PRENDE AGENTE PENITENCIÁRIO EM NATAL; HOMEM ENVOLVIDO COM MORTE DE ADVOGADO TAMBÉM FOI PRESO


 

Uma operação conjunta da Polícia Civil e do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) prendeu na tarde desta segunda-feira (30), em Natal, um agente penitenciário suspeito de corrupção, associação criminosa e prevaricação imprópria. Tulio Glauco de Melo Pereira, segundo as investigações, recebia dinheiro de presas do pavilhão feminino do Complexo Penal João Chaves, na zona Norte da capital, para facilitar a entrada de aparelhos de telefone celular e outros objetos na unidade prisional.

Além de Tulio Glauco, foi preso na mesma ação Marcos Antônio de Melo Pontes, que é condenado por envolvimento no assassinato de um advogado no banheiro de um bar na zona Oeste de Natal. Marcos Antônio cumpria pena no regime semiaberto e trabalhava em uma obra de reforma no Complexo João Chaves. Pelo o que foi apurado, ele entregava os aparelhos de telefone celular adquiridos por Túlio Glauco às internas do presídio.

A operação Smartphone investiga há 10 meses a introdução de aparelhos de telefone celular e outros objetos no Complexo Penal João Chaves. A investigação foi comandada pelo Núcleo Especial de Investigação Criminal da Polícia Civil (NEIC), da Polícia Civil, que teve os apoios do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), órgão do MPRN. Para o cumprimento dos mandados, equipes da 4ª Delegacia de Polícia de Natal deram apoio operacional.

Pelo o que foi apurado, o agente penitenciário Tulio Glauco facilitava a entrada dos objetos mediante pagamento em dinheiro por parte das internas da unidade prisional. Esses celulares, que eram entregues por Marcos Antônio, eram renegociados pelas presas dentro da unidade ou alugado para outras reclusas. De posse dos aparelhos, as presas se comunicavam com outras pessoas, permitindo assim a continuidade na prática de crimes diversos fora do presídio. A investigação levantou que algumas das presas pertencem a facções criminosas, o que causou grande prejuízo à sociedade.

Túlio Glauco vai ficar preso aguardando decisão judicial. Marcos Antônio, que cumpria pena no regime semiaberto, irá regredir para o regime fechado.

Queijo Suíço

O agente penitenciário Tulio Glauco foi um dos investigados da operação Queijo Suíço, deflagrada em novembro de 2017. A ação da Polícia Civil com apoio do Gaeco investigou os crimes de corrupção, facilitação de fugas, introdução de objetos ilícitos em presídios, lavagem de dinheiro, associação criminosa, falsidade ideológica, entre outros, praticados por servidores públicos do sistema penitenciário do Estado e terceiros.

Na operação, foram cumpridos 18 mandados de busca e apreensão e 21 mandados de condução coercitiva na grande Natal e interior. A operação foi conduzida pelo Núcleo Especial de Investigação Criminal (NEIC) e teve suporte da Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed). Atualmente, segundo a Polícia Civil, a investigação está em estágio avançado, com alguns agentes penitenciários já indiciados.

Morte de advogado

Marcos Antônio de Melo Pontes, conhecido por Irmão Marcos, foi preso em 2013 sob suspeita de envolvimento a morte do advogado Antônio Carlos de Souza Oliveira, assassinado no dia 9 de maio dentro do banheiro de um bar no bairro Nazaré, zona Oeste de Natal. Ele foi localizado e detido trabalhando em uma obra na cidade de Ipanema, na região do Vale do Aço, em Minas Gerais.

Marcos Antônio é pedreiro e, segundo as investigações da Polícia Civil, dirigiu o carro usado para o assassino do advogado fugir da cena do crime. Ele é condenado a 8 anos de prisão pelo envolvimento com o crime.

Com informações do MPRN / 98 FM

BANDIDOS RENDEM SEGURANÇA, INVADEM SHOPPING E ROUBAM LOJAS EM MOSSORÓ




Pelo menos seis homens armados renderam um vigilante e invadiram um shopping de Mossoró, cidade da região Oeste potiguar. Segundo a Polícia Militar, o crime aconteceu na madrugada desta segunda-feira (30). Além dos produtos roubados nas lojas, os bandidos levaram a arma e o colete à prova de bala do segurança.

De acordo com a PM, os assaltantes pularam a cerca do estacionamento por volta das 3h. Depois, renderam o vigilante que passava pelo local e entraram no shopping. Eles ainda quebraram as vitrines de duas lojas de produtos eletrônicos e de uma relojoalheria.

APÓS TROCA DE TIROS, MORRE UM SUSPEITO DE MATAR POLICIAL EM NATAL

Uma ação de agentes da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR) evitou um assalto a um restaurante, no bairro do Alecrim, na noite deste domingo (29), prendendo duas pessoas.

Os agentes estavam em vigilância no bairro de Mãe Luiza, para dar cumprimento a um mandado de prisão contra José Wellington Costa de Souza Júnior, 27 anos, suspeito de praticar o latrocínio que vitimou o Cabo da Polícia Militar, Dioclécio Ferreira da Lima Júnior, de 40 anos, no dia 4 de Abril, em frente a Ceasa, no bairro de Lagoa Nova, quando o visualizaram, junto a outros dois elementos em um veículo, e resolveram realizar um acompanhamento.

Ao notarem a movimentação para a prática do roubo ao estabelecimento comercial no Alecrim, os policiais abordaram os criminosos que reagiram, o que acabou resultando em uma troca de tiros, com José Wellington sendo atingido e não resistindo aos ferimentos. Foram presos Tiago Rosa de Lima, vulgo “Macaco Louco”, investigado por outros crimes pela especializada, e Walison Cleiton Avelino de Souza, 19 anos. Com o trio, os policiais apreenderam uma espingarda calibre 12 e um revólver.

Tiago Rosa e Walison Cleiton foram encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.
BG

VENDE-SE TERRENOS NO SERROTE BRANCO I


Vende-se dois terrenos no Serrote Branco I com as dimensões de 10x20m (cada terreno).

Valor promocional,  R$ 30 mil (cada terreno). Interessados podem entrar em contato com os seguintes números :  84 - 9.9613 - 3482 / 84 - 9.9905 - 0393.