domingo, 13 de maio de 2018


Bombeiros encerram buscas em prédio que desabou em SP



Foto: Bombeiros SP / Twitter

Após treze dias de trabalho, o Corpo de Bombeiros encerrou neste domingo as buscas por desaparecidos no edifício Wilton Paes de Almeida, no Largo do Paissandu, no centro de São Paulo, que desabou na madrugada de 1º de maio após um incêndio. Nesse período, foram encontrados – e identificados – os restos mortais de quatro pessoas. Apesar de haver mais quatro desaparecidos, as autoridades não têm mais expectativa de encontrar os seus corpos.

Neste sábado, a polícia confirmou que as ossadas de duas crianças localizadas entre os escombros são dos gêmeos Wendel e Werner da Silva Saldanha, de 10 anos. Além deles, foram identificados entre as vítimas Ricardo Oliveira Galvão Pinheiro e Francisco Lemos Dantas. A mãe dos irmãos, Selma Almeida da Silva, e mais três pessoas continuam desaparecidas: o casal Eva Barbosa Lima, 42, e Walmir Sousa Santos, 47, e Gentil Rocha de Sousa, de 54 anos. O nome deste último foi oficialmente adicionado à lista de desaparecidos na sexta-feira, após sua família registrar um boletim de ocorrência por desaparecimento. Ele morava no prédio e, desde o incêndio, não foi visto por vizinhos e não entrou em contato com parentes.

O governador de São Paulo Márcio França e o secretário da Segurança Pública Mágino Alves Barbosa estiveram no local. Segundo Barbosa Filho, os bombeiros “fizeram tudo o que podiam”. O secretário afirmou ser provável que os corpos estejam na área do incêndio em estado já pulverizado. “Os corpos podem ter sofrido os efeitos do calor excessivo e ter simplesmente pulverizado. Os bombeiros encerraram agora essa etapa do seu trabalho e, a partir de agora, vamos ter uma estabilização da área. O entulho que foi retirado volta para a cratera existente ali para estabilizar o terreno”, completou.

Veja

Governo do RN inaugura Café Cidadão e mais um Restaurante Popular em Caicó

O governador Robinson Faria vem a Caicó, nesta segunda-feira (14), para entregar à população as unidades do Café Cidadão e Restaurante Popular do município de Caicó, região do Seridó. O Café será inaugurado às 8h, e o Restaurante às 11h.

Essa será a segunda unidade do Restaurante Popular no município e oferecerá por dia 500 almoços. A unidade funcionará no bairro Boa Passagem, na Avenida Doutor Mariz, próximo ao cemitério. Já o Café Cidadão será instalado no Centro da cidade, no cruzamento das Ruas Renato Dantas e Manoel Felipe. Serão oferecidos por dia 300 cafés da manhã.