terça-feira, 21 de agosto de 2018


Consumo de energia no País sobe 1,8% na primeira metade de agosto

O consumo de energia elétrica no País alcançou 60.123 MW médios entre os dias 1º e 15 de agosto, o que corresponde a um aumento de 1,8% quando comparado ao mesmo período de 2017, segundo dados preliminares de medição, informou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

No Ambiente de Contratação Regulado (ACR), no qual os consumidores são atendidos pelas distribuidoras, o consumo subiu 0,9%, índice que considera a migração de cargas para o mercado livre (ACL). Desconsiderando esse movimento, o aumento seria de 1,9% no consumo.

O consumo de energia elétrica no País alcançou 60.123 MW médios entre os dias 1º e 15 de agosto.Foto: Divulgação

Já no Ambiente de Contratação Livre (ACL), no qual as empresas compram energia diretamente dos fornecedores, o consumo aumentou 3,7%, índice que inclui as cargas oriundas do mercado cativo. A expansão seria de 1,7% no consumo, caso o movimento dos agentes fosse desconsiderado na análise.

Dentre os ramos da indústria avaliados, incluindo dados de autoprodutores, varejistas, consumidores livres e especiais, os setores de veículos (+6,2%), químico (+5,2%) e extração de minerais metálicos (+3%) foram os segmentos com maior crescimento no consumo, quando a migração é desconsiderada. Por outro lado, os maiores índices de retração no consumo foram observados no comércio (-5%), têxtil (-2,2%) e de serviços (-2,2%), no mesmo cenário sem migração.

JOVEM INTERNADA COM CÂNCER SE CASA EM HOSPITAL DE JOÃO PESSOA

Uma jovem internada com câncer se casou na tarde desta segunda-feira (20), em cerimônia realizada no hospital Napoleão Laureano, em João Pessoa. Jéssica Alves Ribeiro de Andrade, de 27 anos, e Fernando Medeiros de Andrade se casaram no hospital em meio a amigos, familiares e equipe de funcionários. A cerimônia tradicional com a bênção do padre, emocionou a todos os presentes.

O casal está junto há vários anos e apesar dos problemas de saúde de Jéssica, eles sempre sonharam em se casar com direito a cerimônia religiosa.

Jéssica foi diagnosticada com sarcoma de Ewing, que é uma forma de tumor ósseo maligno, e há dois anos realiza tratamento. Ela chegou a fazer uma cirurgia, se recuperava bem, até descobrir um novo tumor que a trouxe de volta ao hospital.

O sarcoma de Ewing é uma forma de tumor ósseo maligno (câncer nos ossos) que atinge principalmente crianças e adolescentes, sendo o principal tumor ósseo maligno primário na primeira década de vida. É mais frequente em meninos brancos entre 5 e 25 anos, sendo muito raro entre negros e asiáticos, bem como em adultos.

ClicKPB / PLANTÃO CAICÓ

BANCÁRIOS POTIGUARES APROVAM INDICATIVO DE GREVE PARA SEXTA-FEIRA

Os bancários do Rio Grande do Norte decidiram em assembleia aprovar um indicativo de greve para a próxima sexta-feira,24.

A possível  paralisação  não esta confirmada, pois pode ser alterada após a negociação que ocorre nesta terça-feira,21, entre a Federação Nacional dos Bancos  (Fenaban) e a  Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf CUT).

A data-base da categoria é a 1º de setembro e este ano, está sujeita a nova legislação trabalhista que diz que após o termino da validade do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), que no caso será na sexta-feira,31, de agosto, a categoria perde todos os direitos adquiridos. Por isso a mobilização da dos bancários teve que ser antecipada. A pauta de reinvindicações foi entregue em 13 junho e desde então a Fenaban marca reuniões infrutíferas com poucas propostas.

Os bancários reivindicam: reajuste de 22% recomposição das perdas salariais acumuladas; isonomia; PLR linear; a defesa dos bancos públicos; mais contratações; plano de saúde com preço justo e rede conveniada satisfatória; fim do assédio moral; fim das metas; estabilidade no emprego; fim das demissões imotivadas; segurança nas agências e nos postos de atendimento; revogação da Reforma Trabalhista e a continuidade da luta contra a Reforma da Previdência.

MORRE SEGUNDO MILITAR DO EXÉRCITO EM OPERAÇÃO NA ZONA NORTE DO RIO

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Mais um militar do Exército morreu no final da tarde de hoje (20) durante operações contra o crime organizado nos complexos do Alemão, da Penha e Maré, na zona norte do Rio de Janeiro. A informação foi confirmada há pouco pelo Comando Militar do Leste (CML), mas a identidade do militar ainda não foi divulgada.

De acordo com balanço da operação do comando conjunto das Forças Armadas, que começou na madrugada de hoje, com as polícias Civil e Militar, o cabo do Exército Fabiano de Oliveira Santos morreu, após ser atingido no ombro por um tiro de fuzil. Ele foi o primeiro militar do Exército morto no contexto da intervenção federal na segurança pública do Rio, iniciada em fevereiro deste ano.

O presidente Michel Temer lamentou a morte de Fabiano. Em sua conta no Twitter, Temer prestou homenagem aos serviços do soldado: “A minha solidariedade à família do Cabo Fabiano que lamentavelmente faleceu hoje durante operação da Intervenção Federal no Rio de Janeiro. O Brasil agradece ao militar que dedicou a própria vida por um país melhor”, escreveu, na rede social.

Na mesma ação, na localidade conhecida como Serra da Misericórdia, no Complexo do Alemão, o soldado do Exército Marcus Vinicius Viana Ribeiro ficou ferido com um tiro na perna. De acordo com o Exército, o caso do soldado é de média complexidade. De acordo com o comando conjunto, o estado de Ribeiro “inspira cuidados, porém o militar não corre risco de morrer”. O soldado está internado no Hospital Central do Exército (HCE).

Há pouco, o coronel Carlos Cinelli, porta-voz do Comando Militar do Leste (CML) confirmou a morte de outro militar do Exército em confronto no Complexo da Penha, no final da tarde. A identidade da vítima não foi revelada.

BG / PLANTÃO CAICÓ

Polícia Civil realiza mais uma operação em Caicó



Na manhã desta terça-feira (21), equipes da Polícia Civil cumpriram três mandados de busca e apreensão no bairro Soledade, zona oeste de Caicó.


No imóvel onde reside Ana Luísa Mendes de Medeiros, conhecida como "LILI", a qual já responde a processo por tráfico de drogas, foi encontrada uma pequena porção de maconha. Ela foi conduzida à delegacia, onde será lavrado um TCO em seu desfavor.

Já em outro imóvel, onde reside Emerson Soares de Oliveira, conhecido como MERCINHO, foi encontrada relevante soma em dinheiro e diversos elementos que tornam ainda mais fortes as suspeitas do envolvimento dele com o tráfico de drogas.

De acordo com a Autoridade Policial, Dr Leonardo Germano,  o trabalho foi muito significativo, pois, foi colhido vasto material probatório comprovando o envolvimento dos suspeitos com o tráfico de drogas e com uma organização criminosa que atua no Estado.
Além dos policiais civis de Caicó, a operação contou ainda com o apoio das equipes da Polícia Civil de Parelhas e Currais Novos.

Via - 3º Delegacia Regional de Polícia de Caicó


LULA LIDERA ISOLADO COM 37%, MOSTRA NOVA PESQUISA CNT

O instituto MDA liberou no dia de ontem (20), os resultados de pesquisa encomendada pela CNT (Confederação Nacional de Transportes).

Os questionários com o nome de Lula, apontaram a liderança do ex-presidente.

Veja:

Lula (PT) – 37,3%

Jair Bolsonaro (PSL) – 18,8%

Marina Silva (Rede) – 5,6%

Geraldo Alckmin (PSDB) – 4,9%

Ciro Gomes (PDT) – 4,1%

Alvaro Dias (Podemos) – 2,7%

Guilherme Boulos (PSOL) – 0,9%

João Amoêdo (Novo) – 0,8%

Henrique Meirelles (MDB) – 0,8%

Cabo Daciolo (Patriota) – 0,4%

Vera (PSTU) – 0,3%

João Goulart Filho (PPL) – 0,1%

José Maria Eymael (DC) – 0%

Branco/Nulo – 14,3%

Indeciso – 8,8%

"ESTAMOS EM GUERRA" : RN ACUMULA MAIS DE 7.300 ASSASSINATOS NESTES 3 ANOS E SETE MESES DO ATUAL GOVERNO


Mais de 7.300 pessoas já foram assassinadas em todo o Rio Grande do Norte somente nestes três anos e sete meses do atual governo estadual. O cenário assustador é revelado por números disponibilizados nesta semana pelo Observatório da Violência (OBVIO).


Atual governo registra 1.646 assassinatos a mais do que o anterior

Um levantamento disponibilizado nesta semana pelo Observatório da Violência (OBVIO) dá conta de que em três anos e sete meses do atual governo estadual, já aconteceram 7.378 assassinatos em todo o Rio Grande do Norte. Segundo o Obvio, são 1.646 crimes a mais do que os ocorridos nos quatro anos da gestão anterior.

Os números do Observatório apontam que o governo passado registrou 5.732 crimes contra a vida. As estatísticas da entidade fazem ainda um comparativo entre as duas gestões. Os dados mostram que no primeiro ano do atual governo foram 1.670 crimes, contra 1.070 do anterior.

No segundo ano, foram 1.996 mortes na atual administração executiva potiguar, contra 1.225 da gestão passada. Já no terceiro ano do atual governo, o Obvio dá conta de 2.408 assassinatos, contra 1.665 no anterior.

E as estatísticas da entidade mostram ainda que 1.772 pessoas foram mortas no quarto último ano da gestão passada, contra 1.304 nestes sete meses neste quarto último ano de mandato do atual governo.

Assassinatos no RN aumentam mais de 30% de 2015 para 2018

O número de assassinatos no Rio Grande do Norte cresceu mais de 30% de 2015 para 2018. O dado também é do Observatório da Violência (OBVIO), que registra mais de 1.300 crimes somente nestes pouco mais de sete meses deste ano.

Segundo o Obvio, de 2015 para 2018, o aumento na quantidade de mortes no estado foi de 30,6%. Entre 1° de janeiro e 16 de agosto de 2015, foram 1.000 casos, seguidos de 1.224 em 2016, 1.533 em 2017 e 1.306 em 2018.

O comparativo da entidade permite observar um crescimento de 22,4% no número de assassinatos de 2015 para 2016. E de 2016 para 2017, o aumento foi de 25,2%. Já de 2017 para 2018, o Estado registrou uma queda na quantidade de crimes: 14,8%.


O ranking das cinco cidades mais violentas é completado por Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e Ceará-Mirim.


Por Fábio Vale / Jornal de Fato

Material publicado na edição impressa deste domingo (19) do JORNAL DE FATO.