quinta-feira, 6 de setembro de 2018


Jair Bolsonaro é esfaqueado durante campanha em Juiz de Fora, MG

       Fabio Motta/Estadão

O candidado do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, foi esfaqueado na região do abdômen durante evento de campanha na tarde desta quinta-feira (06), em Juiz de Fora (MG).


Bolsonaro foi esfaqueado quando estava sendo carregado por eleitores no centro de Juiz de Fora. Segundo a Polícia Federal, o autor foi preso no local do fato. O candidato Bolsonaro foi conduzido para a Santa Casa de Juiz de Fora.


Flávio Bolsonaro, filho do candidato do PSL, disse que Jair Bolsonaro levou três pontos na região do abdomen e passa bem.

Apresentadora morre dias após anunciar que tinha pouco tempo de vida


A apresentadora de rádio da BBC Rachael Bland morreu nesta quarta-feira, 5, vítima de câncer. Ela teve diagnóstico de tumor na mama em 2016. Menos de dois anos depois, após tratamentos de quimioterapia e mastectomia, Rachael recebeu a notícia de que o câncer tinha se espalhado.

Ao saber que teria poucos dias de vida, a jornalista, de 40 anos, se despediu do público nas redes sociais e contou que estava “correndo contra o tempo” para fazer um arquivo com conselhos e memórias a Freddie, o filho de dois anos de idade. “Nas palavras do lendário Frank Sinatra, temo que o momento tenha chegado.

E repentinamente”, tuitou a locutora, na segunda-feira, (3). Rachael agradeceu o carinho que recebeu do público: “Me disseram que tenho dias (de vida). É muito surreal. Muito obrigada a todos pelo apoio que tenho recebido.

Ao confirmar a morte de Rachael Bland, Steve, marido dela, prestou homenagem à esposa em nome da família e do filho: “Nossa linda e corajosa Rachael morreu em paz nesta manhã, cercada pela família. Ficamos arrasados, mas ela gostaria que eu agradecesse à todos que se interessaram por sua história ou enviaram mensagens de apoio. Você nunca saberá o quanto essas mensagens significaram para ela. Steve e Freddie”, escreveu.

Rachael Bland era apresentadora também do podcast “You, me and Big C”, que tem o objetivo de esclarecer a população sobre o câncer. Junto com outras duas locutoras, Deborah James e Lauran Mahon, que também tiveram a doença, Rachael falava abertamente sobre suas experiências pessoais em relação ao tratamento.

Em um dos programas, a apresentadora lembrou o momento em que recebeu a notícia, em maio, de que o câncer não tinha mais cura. “Eu simplesmente não podia acreditar. Estava com amigas e meu filho estava brincando ingenuamente. Eu só conseguia pensar, ‘meu pobre Freddie’. Mas ele estava ali, sem saber do que se passava, sorrindo”, lamentou.

Na segunda-feira, Rachael publicou um tuíte afirmando que o podcast continuará com as outras apresentadoras. E acrescentou: “Au revoir, meus amigos”. O perfil da BBC Radio presta homenagens à apresentadora.

Rachael Bland era apresentadora da BBC há 15 anos. Em uma entrevista ao jornal britânico “The Sunday Telegraph”, a locutora disse que estava correndo contra o tempo para escrever memórias para o filho. “Não tenho medo de morrer. Só tenho receio pelos que deixarei para trás. Pelo meu querido Freddie, por Steve e nossas famílias. Quero deixar ao meu filho todas as histórias e conselhos que teria dado, mas que não poderei fazê-lo pessoalmente”, desabafou.

Rachael aproveitou as últimas semanas de vida para passear e brincar com o pequeno Freddie. Os momentos de felicidade foram publicados no perfil dela no Instagram.

TSE autoriza envio de tropas federais para reforçar segurança de 97 municípios do RN nas eleições de 2018




O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou o envio de tropas federais para a atuarem em 97 municípios do Rio Grande do Norte durante as eleições 2018. O pedido foi aprovado na manhã desta quinta-feira (6). Segundo o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN), que encaminhou a solicitação em julho, a corte superior atendeu a integralidade, ou seja, o reforço da segurança em todas as cidades listadas no pedido original.

A demanda com pedido de reforço de cada cidade foram encaminhadas ao TRE por 32 juízes eleitorais do estado, com os respectivos fundamentos para o pleito. A necessidade da solicitação, segundo o TRE, se justificou pela deficiência no quantitativo de policiais, aliada ao agravamento da crise da segurança pública, para atuar perante as eleições.

Ainda não foi divulgado o número de militares que vão atuar na operação de segurança do dia 7 de outubro. Na manhã desta quinta-feira (6), o presidente do TRE, desembargador Glauber Rêgo também se reuniu com o governador Robinson Faria para falar sobre o esquema de atuação da Polícia Militar no pleito, que já estaria concluído.

Governo inicia reconstrução da RN-118





As obras de reconstrução da RN-118 (Caicó - Jucurutu), tiveram o seu início no dia de ontem (06). Os serviços devem ser concluídos até Fevereiro de 2019.

Imagens via WhatsApp

Militares do Rio Grande do Norte decidem adiar mobilização para 4 de Outubro


Em Assembleia Geral Unificada ocorrida na tarde da última terça-feira, 4, no Clube Tiradentes – sede da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais e Bombeiros Militares do RN (ASSPMBMRN), os policiais e bombeiros militares decidiram transferir o ato previsto para a próxima sexta-feira, 7, para o dia 4 de outubro, acatando, desta forma, a proposição da desembargadora Maria Zeneide Bezerra.

Em sua decisão a respeito da mobilização dos profissionais da segurança, a desembargadora convocou o Governo do Estado e as associações representativas dos militares do RN para uma audiência conciliatória no dia 4 de outubro. Assim, a Assembleia Geral de policiais e bombeiros militares deliberou uma nova mobilização para este dia, quando a categoria se reunirá em frente ao Tribunal de Justiça do RN, em ato público, às 9h.

Também foi levado em consideração o cumprimento ao Mandado de Segurança, com a previsão de multa de R$ 50.000,00, direcionada a cada associação de militares, determinado pela desembargadora Zeneide Bezerra.