terça-feira, 2 de outubro de 2018


Lewandowski autoriza entrevistas de Lula pela terceira vez; ministro questiona legitimidade do presidente do STF, Dias Toffoli, para cassar sua decisão



O ministro Ricardo Lewandowski do Supremo Tribunal Federal autorizou entrevistas de Lula, desta vez ao jornalista Florestan Fernandes Júnior, ao jornal El Pais e à Rede Minas de Televisão. Segundo ele, a liminar de Luiz Fux avalizada pelo presidente da corte, Dias Toffoli, não atinge o pedido de Florestan Fernandes.

O ministro Lewandowski também questiona a legitimidade de Toffoli para cassar sua decisão de autorizar a Folha de S. Paulo.

Desde sexta (28) instalou-se a confusão no Supremo Tribunal Federal expondo a grave crise moral e política pela qual o Judiciário vive nesses tempos de obscuridade e lavajatismo.

Inicialmente, o ministro Ricardo Lewandowski autorizou entrevistas com Lula em Curitiba. Em seguida, o ministro Luiz Fux cassou a autorização e determinou a censura prévia ao ex-presidente. O ministro Lewandowski desautorizou Fux e mandou cumprir a decisão imediatamente. Por fim, chamado a dizer qual liminar vale, Dias Toffoli ficou do lado de Fux e da censura.

Agora Lewandowski demonstra coragem ao insistir na liberdade de imprensa e da informação, combatendo a censura.

Brasil 247 / BG

Homem esfaqueia duas pessoas e se mata na grande Natal




Um homem de 52 anos esfaqueou sua ex-mulher, um mototaxista e se matou no final da manhã desta terça-feira (2), na BR-101, entre os municípios de Goianinha e Arez, na região metropolitana de Natal. O homem se atirou na frente de um caminhão após atacar as vítimas.



Segundo informações da Polícia Militar (PM), o suspeito foi identificado como Gelson Martins, que golpeou a mulher mais de 10 vezes. Ela foi socorrida para o Hospital Regional Deoclécio Marques, em Parnamirim, onde está internada.

BNDES aprova R$ 619 milhões para construção de 13 parques eólicos no RN




A Diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 619,4 milhões para a implantação de treze parques eólicos, nos municípios de Pedra Grande e São Bento do Norte, no Rio Grande do Norte, além do sistema de transmissão. No total, serão instalados 149 aerogeradores.

Os parques terão capacidade de geração instalada de 312,9 MW, energia suficiente para abastecer cerca de 570 mil residências. O projeto consiste na implantação de duas unidades: o Complexo Eólico Cutia e o Complexo Eólico Bento Miguel. Ambos contarão com instalações nos municípios de Pedra Grande e São Bento do Norte, no Rio Grande do Norte.

O Complexo de Cutia contará com sete parques eólicos, totalizando 86 aerogeradores, com capacidade instalada de 180,6 MW. Os parques do complexo deverão entrar em operação comercial plena até janeiro de 2019.

Já o Complexo de Bento Miguel, com seis parques eólicos, contará com 63 aerogeradores, com capacidade instalada de 132,3 MW. Seus parques deverão estar em fase operacional a partir de janeiro de 2019.

Os dois complexos compartilharão uma subestação coletora e uma linha de transmissão com 32 km de extensão, conectada à subestação Touros, de propriedade da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf).

Investimento – Os recursos correspondem a 30% do investimento total, que é superior a R$ 2,0 bilhões, e serão liberados para a Cutia Empreendimentos Eólicos S.A., holding proprietária de treze Sociedades de Propósitos Específicos (SPEs). Cada SPE controla um dos parques eólicos. A fim de diversificar o funding para o projeto e fomentar o mercado de capitais, está prevista uma emissão pública de debêntures de infraestrutura.

Energia Renovável – O projeto contribui para a diversificação da matriz energética brasileira com uma fonte de recursos renovável, já que favorece a redução das emissões de gases do efeito estufa por MWh.

Desenvolvimento – Os parques serão instalados em municípios de baixo Índice de Desenvolvimento Humano (Pedra Grande com 0,559 e São Bento do Norte com 0,555) e contribuirão para o desenvolvimento local por conta da arrecadação de ISS pelas prefeituras e da geração de renda para proprietários de pequenos lotes que serão arrendados. Estima-se que durante as obras sejam criados 710 empregos diretos.

A empresa – Cutia Empreendimentos Eólicos S.A., proprietária dos parques, é uma subsidiária integral da Copel GeT, que, por sua vez, pertence à Companhia Paranaense de Energia (Copel), empresa de capital aberto que integra do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3.

No RN Haddad tem 32,9%; Bolsonaro, 22,2%; e Ciro, 10,7%, mostra nova pesquisa

    

Agora RN

O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, lidera as intenções de voto no Rio Grande do Norte, segundo levantamento da Perfil Pesquisas contratado pelo jornal Agora RN. O petista aparece com 32,94% das citações, contra 22,21% de Jair Bolsonaro (PSL). Os números se referem à pesquisa estimulada – quando os nomes dos candidatos são apresentados ao entrevistado.

A pesquisa ouviu 1,4 mil eleitores entre os dias 28 e 30 de setembro em 57 municípios de 12 regiões do Estado. A margem de erro é de 2,61% para mais ou menos, com intervalo de confiança de 95%. O levantamento está registrado na Justiça Eleitoral sob o protocolo BR-01204/2018.

O terceiro colocado no levantamento é Ciro Gomes (PDT), que tem 10,71% das intenções de voto. Ele é seguido por Geraldo Alckmin (PSDB), com 3,86%; Marina Silva (Rede), com 0,86%; Henrique Meirelles (MDB), com 0,79%; Álvaro Dias (Podemos), com 0,64%; João Amoêdo (Novo), com 0,57%; Cabo Daciolo (Patriota), com 0,43%; Guilherme Boulos (PSOL), com 0,14%; Vera Lúcia (PSTU), com 0,14%; e José Maria Eymael (Democracia Cristã), com 0,07%. João Goulart Filho (PPL) não foi citado.

Segundo a pesquisa Perfil/Agora RN, 14,07% estão indecisos, enquanto 12,57% pretendem anular ou votar em branco.

Na espontânea – quando os eleitores podem citar qualquer nome –, Haddad lidera com 27,72% das intenções de voto, seguido de Bolsonaro, que tem 20,57%. Na sequência, vêm Ciro (8,57%); Alckmin (2,93%); Meirelles (0,57%); Marina (0,5%); Álvaro Dias e Amoêdo (0,43% cada); Cabo Daciolo (0,21%); e Boulos e Eymael (0,07% cada). João Goulart Filho não foi citado, e o ex-presidente Lula – que foi impedido de concorrer porque foi enquadrado na Ficha Limpa – foi citado por 2,07% dos entrevistados.

Fátima lidera corrida para o Governo, diz Perfil Pesquisas

    

Agora RN

A cinco dias da votação, a senadora Fátima Bezerra (PT) lidera a corrida para o Governo do Estado, segundo levantamento da Perfil Pesquisas contratado pelo jornal Agora RN. Na estimulada, a senadora aparece com 33,71% das intenções de voto e, de acordo com a sondagem, enfrentaria no segundo turno o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT) – que tem 23,43%.

O terceiro colocado é o governador e candidato à reeleição Robinson Faria (PSD), que surge com 8,64% na pesquisa. Na sequência, vêm Brenno Queiroga (Solidariedade), com 1,29%; Carlos Alberto Medeiros (PSOL), com 1,07%; Freitas Júnior (Rede), com 0,36%; Dário Barbosa (PSTU), com 0,21%; e Heró Bezerra (PRTB), com 0,07%.

A soma dos adversários de Fátima totaliza 35,07%, apenas 1,36% a mais do que as intenções de voto na petista. Logo, segundo a pesquisa, há chances de a senadora vencer o pleito ainda no primeiro turno. A margem de erro do levantamento é de 2,61%.

Segundo o levantamento Agora RN/Perfil, 14,36% dos eleitores estão indecisos, enquanto 16,86% pretendem anular ou votar em branco.

Na pesquisa espontânea, quando os entrevistados podem citar qualquer nome, Fátima tem 28,29%, contra 18,36% de Carlos Eduardo e 7,14% de Robinson Faria. Brenno tem 1,07%; Carlos Alberto, 0,29%; Freitas, 0,21%; e Dário, 0,07%. Heró Bezerra não pontuou e outros nomes foram lembrados por 0,29%.

A pesquisa ouviu 1,4 mil eleitores entre os dias 28 e 30 de setembro em 57 municípios de 12 regiões do Estado. A margem de erro é de 2,61% para mais ou menos, com intervalo de confiança de 95%. O levantamento está registrado na Justiça Eleitoral sob o protocolo RN-05433/2018.

Bandidos explodem caixa elétronico de banco e atiram contra sede da PM em Almino Afonso




G1:RN - Cerca de 10 homens armados explodiram um caixa eletrônico da agência do Bradesco na cidade de Almino Afonso, cidade da região Oeste potiguar, na madrugada desta terça-feira (2). A quadrilha ainda fez disparos contra a base da Polícia Militar. Ninguém foi preso.



A Polícia Militar registrou a ocorrência por volta das 2h50. O grupo estava em um Renault Sandero da cor preta. Os homens explodiram o caixa do banco e depois atiraram pelas ruas da cidade, e também contra o pelotão da PM. A ação criminosa causou pânico entre os moradores.

Agência do Bradesco foi alvo dos criminosos — Foto: PM/Divulgação

A quadrilha ainda espalhou grampos de ferro na pista com a intenção de danificar os pneus dos veículos e evitar a perseguição da polícia.

Ainda não há informações se o grupo conseguiu levar o dinheiro do caixa.

VENDE-SE TERRENOS NO SERROTE BRANCO



Vende-se terrenos no Serrote Branco I com as dimensões de 10x20m (cada terreno).

Valor promocional,  R$ 30 mil (cada terreno). Interessados podem entrar em contato com os seguintes números :  84 - 9.9613 - 3482 / 84 - 9.9905 - 0393.

Inter TV promove o último debate entre os candidatos ao governo do RN

José Aldenir / Agora Imagens

Cinco candidatos ao governo do Rio Grande do Norte participam nesta terça-feira, 2, do último debate entre os concorrentes ao executivo Estadual. O encontro é promovido pela Inter TV (Rede Globo) e a transmissão será iniciada a partir das 22h.

Participam Brenno Queiroga (Solidariedade), Carlos Eduardo (PDT), Fátima Bezerra (PT), Professor Carlos Alberto (PSOL) e Robinson Faria (PSD). O programa terá, ao todo, quatro blocos.

O debate é a última oportunidade para que os eleitores tenham acesso às proposições e estratégias dos candidatos. No entanto, segundo o cientista político Homero Costa, a influência dos enfrentamentos televisivos na decisão do voto é cada vez menor.

“Os debates na televisão e a própria propaganda eleitoral no rádio e televisão não têm sido tão decisiva como se esperava. E por uma razão: a decisão do voto é muito mais complexa. São vários fatores que definem o voto e este apenas um deles”, justifica o cientista.

Segundo o Homero Costa, as questões religiosas, relações interpessoais, indicações de amigos ou parentes e a simpatia por um determinado candidato, por exemplo, são os pontos mais considerados na hora da escolha do voto. “Voto partidário, programático e ideológico são poucos”, aponta.

Para o especialista, o programa pode servir para definir o voto de indecisos. “Para quem já decidiu o voto certamente não terá nenhuma importância. Vai assistir, se o fizer, torcendo pelo bom desempenho do seu candidato, mas pode convencer indecisos que até o momento, que é o número muito expressivo do eleitorado”, diz.

O debate entre candidatos será mediado pelo jornalista Ari Peixoto. O enfrentamento acontece nos estúdios da emissora em Natal. O programa também será transmitido pelo site G1.