segunda-feira, 22 de outubro de 2018


ITEP-RN e Correios iniciam projeto de emissão de RG com tecnologia biométrica

Na manhã desta segunda-feira, 22, o Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP-RN) e os Correios deram início ao projeto piloto de emissão de carteiras de identidade com utilização de tecnologia biométrica. A parceria, inédita no país, vai ampliar o acesso à identificação para todos os municípios potiguares que contemplam agências dos Correios e aumentará a segurança do documento.

No primeiro momento, o projeto funcionará por 60 dias em fase de teste na unidade central dos Correios, no bairro da Ribeira, com encaminhamento de pessoas pelo Itep para emissão de 2ª e 3ª vias do RG. Em seguida, será ampliado para todo o Rio Grande do Norte.

“Nesta primeira fase serão expedidas cerca de 2 mil carteiras de identidade com tecnologia biométrica, que eleva a segurança do documento. Após o período de testes vamos gradativamente levar junto com os Correios essa iniciativa pioneira para todos os municípios do RN”, explicou Josebias Nascimento, diretor do Instituto de Identificação do ITEP-RN.

O superintendente dos Correios no RN, Rodrigo Medeiros, afirmou que a empresa pública preparou estrutura e treinamento de pessoal para operar a tecnologia e oferecer o novo serviço à população potiguar.

“É uma iniciativa pioneira e vamos aliar mais esta nova função aos Correios oferecendo um serviço de qualidade e credibilidade junto com o ITEP-RN e que atenda a todo o estado do Rio Grande do Norte”, destacou Medeiros.

Na solenidade de lançamento do projeto o chefe de gabinete do ITEP-RN, Tiago Tadeu, representou o diretor geral do ITEP-RN, Marcos Brandão, e também estiveram presentes diretores e servidores do ITEP-RN e Correios, além de cobertura da imprensa.

URGENTE : ASSALTO EM VAN DE PASSAGEIROS NA PAREDE DO AÇUDE ITANS, NO INÍCIO DA TARDE DESTA SEGUNDA-FEIRA


Por volta 13:00 hs desta segunda-feira (22), aconteceu um roubo em uma van de passageiros na parede do açude Itans em Caicó. Dois homens em uma moto e armado de pistola, praticaram um assalto e tomaram um malote em dinheiro além de uma uma bolsa do motorista da van que faz a linha Ipueira - Caicó.

Os pertences dos passageiros não foram levados, os ladrões levaram apenas o malote de dinheiro e uma pochete do motorista do veículo, ou seja, os ladrões tiveram a informação privilegiada sobre o veículo e horário em que o malote seria transportado para Caicó. Os acusados fugiram em direção ao trevo de acesso ao Distrito Palma ou pegaram uma estrada vicinal em direção ao bairro Paraiba.

Escola é alvo de arrombamento em Caicó


No último fim de semana o prédio do Centro Educacional José Augusto (CEJA), aonde também funciona a Escola Antônio Aladim no centro de Caicó, foi alvo de arrombamento.  Os indivíduos arrombaram uma sala que estava com aparelhos do Antônio Aladim e levaram  do local, tablet's, fones de ouvidos, aparelhos notebooks entre outros objetos.

Perdi a chave do carro, e agora?


"Tenha sempre uma ou duas chaves reservas do seu veiculo, assim você evita dor de cabeça e principalmente dor no BOLSO!"

Em Caicó você tem a Caicó Auto Chaves.

Chaves codificadas para automóveis nacionais e importados.

Observação  !

Consertamos módulos de Air Bag e ABS !!
Consertamos buzina de toyota hilux e corola em geral !!

Contatos - 84 - 9. 9668-8485

WhatsApp - 84 - 9.9945-5859

Pesquisa CNT/MDA: Jair Bolsonaro tem 57% e Fernando Haddad, 43%



Nova pesquisa eleitoral, divulgada pela CNT/MDA nesta segunda-feira (22), mostra o candidato Jair Bolsonaro (PSL) com 57% dos votos válidos, contra 43% de Fernando Haddad (PT).

Para 91,1% dos eleitores de Bolsonaro, o voto está definido. Entre os eleitores de Haddad, esse percentual é de 91,3%.

A rejeição de Fernando Haddad continua sendo a mais alta, sendo que 51,4% dos entrevistados não votariam nele de jeito nenhum. Jair Bolsonaro é rejeitado por 42,7%.

Apenas 14,6% dos entrevistados acreditam que Haddad será eleito presidente. Para 74,4%, Bolsonaro sairá vitorioso no domingo (28).

O levantamento incluiu também uma questão também sobre o interesse da população nessa eleição. De acordo com a pesquisa, 41,3% dizem ter muito interesse, enquanto apenas 15% manifestam nenhum interesse.

Foram ouvidos 2.002 entrevistados em 137 cidades de 25 Estados, nos dias 20 e 21 de outubro. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral, sob o número BR-00346/2018.

R7

Projeto conexão Skol na próxima sexta-feira em Caicó


O projeto Conexão Skol/RN está chegando mais uma vez com o seu palco itinerante e vai receber os shows dos Artistas, Giullian Monte, Hugo e Heitor, Dj Conexão  e participação especial do Dj Alexandre Meira.

O evento acontecerá na próxima sexta-feira (26), com início as 18:00 horas na ilha de Santana e a entrada é gratuita.

Após vídeo com mulheres e bebida, goleiro Bruno tem benefício cancelado




Depois de ser flagrado com mulheres, bebidas e celular em um clube de Varginha, no Sul de Minas, o goleiro Bruno Fernandes teve a autorização para trabalho suspensa pela Justiça. O ex-atleta cumpre pena por assassinato, ocultação de cadáver e sequestro do filho.

segundo a pasta, presos com autorização para trabalhar não necessitam de escolta de agentes de segurança penitenciários.

De acordo com a secretaria, Bruno saía às 7h e retornava às 18h, de segunda a sexta-feira, em transporte fornecido pela Apac. A direção do presídio já comunicou o fato à Vara de Execução da comarca que suspendeu a autorização para o trabalho do preso. Procurado pela reportagem, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais informou que está apurando o caso, mas ainda não deu retorno.

 

 

Bruno foi detido em junho de 2010 por envolvimento no desaparecimento de Eliza Samudio e ficou preso, primeiro de forma preventiva e depois condenado por assassinato, ocultação do cadáver e sequestro do filho que teve com a vítima, Bruninho. Em fevereiro de 2017, ele foi colocado em liberdade pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello, mas a decisão foi revogada no Supremo dois meses depois. Inicialmente, Bruno foi condenado a 22 anos e três meses pelos crimes, mas em setembro de 2017 a pena foi reduzida para 20 anos e nove meses.