quarta-feira, 31 de outubro de 2018


Pela 17ª vez consecutiva, Viracopos dá as boas vindas à Fórmula 1


Os carros e equipamentos do GP Brasil de Fórmula 1 2018 começaram a desembarcar no país nesta terça-feira, dia 30/10, no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP).

Ao todo serão aproximadamente 600 toneladas transportadas por sete aeronaves Boeing, modelos 747-400 e 747-800.


Boeing 747 da Atlas, um dos vários a trazerem a Formula 1 – Imagem: Clara Grassi

Viracopos, que é o aeroporto oficial do evento, completa neste ano a 17ª operação consecutiva de desembarque e embarque de toda a carga do GP Brasil de F1.

Desta vez, serão três dias seguidos de chegada de equipamentos no aeroporto: 30/10, 31/10 e 1º/11. O primeiro voo pousou nesta manhã de terça-feira, às 8h50.

Os carros da F1 e os equipamentos são transportados em comboios de carretas para Interlagos. Toda a operação envolve pelo menos 50 pessoas de diversas áreas do aeroporto, de órgãos públicos e de empresas contratadas para o transporte e a logística.

Carros e equipamentos da Formula 1 2018 em Viracopos – Imagem: Clara Grassi

Estão previstas um total de 100 carretas para transportar todos os equipamentos e carros dos setes voos para São Paulo. O primeiro comboio, com 16 carretas, seguiu hoje às 12h30 direto para Interlagos.

“É uma honra receber o GP Brasil de Fórmula 1 mais uma vez e nosso objetivo é continuar a realizar esta operação no Terminal de Cargas de Viracopos, que é um dos mais seguros, ágeis e eficientes do mundo”, disse o diretor-presidente da concessionária Aeroportos Brasil Viracopos, Gustavo Müssnich.

“A infraestrutura do Terminal de Carga e a operação especial montada pelo aeroporto são essenciais para a eficiência operacional que o GP Brasil de F1 precisa”, salientou o diretor de Operações de Viracopos, Marcelo Mota.

 
Informações pela Aeroportos Brasil Viracopos.

Lobão recebe notificação da Câmara de Caicó


O vereador Raimundo Inácio Filho, Lobão recebeu a notificação da Comissão Especial Processante da Câmara de Caicó. A partir de agora o vereador afastado através de uma Operação do Ministério Público terá 10 dias para apresentar defesa prévia por escrito nos autos processuais, indicando as provas provas que pretende produzir bem como as testemunhas que julgar necessárias, obedecendo o limite máximo de dez pessoas.

É importante destacar que decorrido o prazo para a apresentação da defesa, a Comissão Processante emitirá parecer dentro de conco dias, opinando pelo prosseguimento ou arquivamento da denúncia, o qual, neste caso será submetido a plenário. Se a Comissão opinar pelo prosseguimento, será designado o início da instrução, sendo determinados os atos de diligências que se fizerem necessários, para o depoimento do denunciado e inquirição das testemunhas.

A Comissão Processante em desfavor a Lobão é presidida pela vereadora Ivonete Dantas (MDB), tem como relator Zé Filho (PRP) e membro Alisson Jackson (PROS).

Ministério da Defesa autoriza Bolsonaro a usar aviões da FAB


O Ministério da Defesa encaminhou nesta terça-feira, 30, ao Comando da Aeronáutica autorização para que o presidente eleito Jair Bolsonaro possa utilizar aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) para deslocamentos no País e no exterior.  A decisão de solicitar autorização para o uso de aviões da FAB desde agora, dois meses antes da posse, foi motivada pela preocupação com a segurança do presidente eleito e da sua família. Ele sofreu um atentado em 6 de setembro e, segundo informações da área de inteligência do governo, continua sob ameaça.

O presidente eleito terá pelo menos quatro modelos de avião da Força Aérea à sua disposição, com diferentes configurações e capacidades. Entre eles o C-99, que é um avião da Embraer ERJ 145, com dois desenhos. Um com capacidade para até 50 passageiros e outro com 36 lugares. Tem também o Brasília, Embraer 120, para 30 passageiros, além do Learjet 35 com oito lugares e os Legacy para 12 passageiros. Dependendo da necessidade e do staff que estará a seu lado, a FAB destacará um tipo de avião.

Em outra medida para reforçar a proteção do presidente eleito, a Polícia Federal pediu ainda apoio da Força Nacional de Segurança Pública para a segurança externa no prédio do Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB) se iniciando nesta terça-feira, 30, até 1º de janeiro, durante a fase de funcionamento do governo de transição naquele local. Na segunda-feira, 29, a Força Nacional fez varredura no prédio do CCBB, identificando os pontos de vulnerabilidade. A previsão é de que, a partir de quarta-feira, 1°, uma visita seja feita ao local pelo ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, ao lado do coordenador da transição, deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS).

A equipe de segurança do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) ainda não está à disposição de Bolsonaro. No momento, ele continua  usando a estrutura da Polícia Federal, que reforçou o grupo que o atendia desde a campanha eleitoral. A Força Nacional, que é vinculada ao Ministério da Segurança Pública (MSP), está preparando a logística de segurança do presidente eleito no CCBB e no local onde Bolsonaro terá um gabinete.

ESTADÃO CONTEÚDO

VENDE-SE DOIS TERRENOS NO LOTEAMENTO SERROTE BRANCO I


Vende-se terrenos no Loteamento Serrote Branco I com as dimensões de 10x20m (cada terreno).

Valor promocional,  R$ 30 mil (cada terreno). Interessados podem entrar em contato com os seguintes números :  84 - 9.9613 - 3482 / 84 - 9.9905 - 0393.

Caixa e cofre são explodidos e prédios desabam no Município de Ouro Branco


Uma quadrilha armada invadiu a cidade de Ouro Branco, no Seridó potiguar, e explodiu o cofre da agência dos Correios e um caixa eletrônico dentro de um correspondente bancário do Bradesco na madrugada desta quarta-feira (31). Os dois prédios desabaram. O grupo ainda atirou no destacamento da Polícia Militar. Ninguém foi preso.

A PM foi acionada por volta de 1h50, quando a população informou que o grupo estava em pelo menos um veículo do tipo Toro. Vários bandidos estavam com armas de cano longo na carroceria do veículo.

O prédio do Bradesco foi abaixo. Já na agência dos Correios, que é em outra rua, só as paredes externas ficaram de pé.

PM

Ainda segundo a polícia, durante as explosões alguns bandidos foram até o destacamento da PM e atiraram no prédio para impedir qualquer reação. Um dos PMs conseguiu pular para fora e o outro ficou dentro, mas eles não foram atingidos.

A quadrilha fugiu e espalhou grampos de ferro pela estrada. A polícia encontrou munições deflagradas espingarda e fuzil.

A PM acredita que os bandidos não conseguiram levar o dinheiro, pois os moradores disseram que o caixa dos Correios já não era mais usado para fazer saques e que o caixa do Bradesco ficou sem cédulas ainda durante o dia.

G 1