domingo, 18 de novembro de 2018


Sindasp-RN não reconhece texto atribuído aos Agentes Penitenciários sobre titular da Sejuc

CONFIRA NOTA OFICIAL ENVIADA PELO SINDASP-RN

O Sindasp-RN vem a público informar que não reconhece um texto que tem circulado nas redes sociais sob o título "Carta aberta dos agentes penitenciários", referente ao titular da Secretaria de Justiça. Vilma Batista, presidente do Sindicato, explica que esse texto é isolado e criado por alguém que nem mesmo se identifica.  "Não adianta fazer mídia ou campanha para A ou B usando o nome da categoria, haja vista que os Agentes Penitenciários têm um representante legal, que é o Sindasp-RN". Ela ainda completa: "nós confiamos que a governadora eleita usará critérios técnicos para escolher seu secretariado, contudo, por ela ter sua formação na base trabalhadora, sendo também de origem sindical, deverá levar em conta as demandas que forem apresentadas pelo Sindicato em prol do Sistema Penitenciário". De acordo com Vilma Batista, o Sindasp-RN não atua fazendo campanha política. "O atual secretário teve uma missão concluída, diga-se de passagem, graças ao esforço incondicional dos próprios Agentes Penitenciários, que estão na linha de frente. Então, o nome dele nem o de nenhum outro secretário estará acima da categoria". Para a presidente do Sindicato, independente de quem seja o novo secretário de Justiça, os Agentes Penitenciários continuarão exercendo suas atividades com esmero, colocando em prática os procedimentos e mantendo a ordem dentro do Sistema Penitenciário. "Inclusive, acho muito estranha essa nota que tem circulada nas redes sociais, pois durante a eleição, o próprio secretário disse claramente que não trabalharia em um governo do PT, nem ele e nem a equipe dele. Então, acreditamos que esse texto chamado "carta aberta dos agentes penitenciários" não passa de especulação de cunho politiqueiro com propósitos escusos de minar a nova gestão que ainda nem começou". Vilma Batista finaliza ressaltando que, nos próximos dias, irá se reunir com a equipe de transição para apresentar as verdadeiras pautas e demandas dos Agentes Penitenciários.

Mais de 100 aeronaves e 14 países participam de exercícios de guerra em Natal

Começa neste domingo (18) e vai até o dia 30, em Natal, a 8ª edição do Exercício Cruzeiro do Sul (CRUZEX) – treinamento militar organizado pela Força Aérea Brasileira (FAB) que simula situações de guerra moderna. Exército e Marinha também participam. Esta edição reúne mais de 100 aeronaves, além de militares e observadores representantes de 14 nações.

Brasil, Canadá, Chile, França, Peru, Uruguai e Estados Unidos estão presentes com militares e aviões. Já Bolívia, Índia, Suécia, Reino Unido e Venezuela participam como observadores. Portugal trará militares de forças especiais e, ao lado de Alemanha e França, ministrará palestras em um seminário sobre o emprego do poder aéreo em missões da Organização das Nações Unidas (ONU).

Imagem : Oficiais da FAB na tarde deste sábado em Caicó.

Perdi a chave do carro, e agora?



"Tenha sempre uma ou duas chaves reservas do seu veiculo, assim você evita dor de cabeça e principalmente dor no BOLSO!"

Em Caicó você tem a Caicó Auto Chaves.

Chaves codificadas para automóveis nacionais e importados.

Observação  !

Consertamos módulos de Air Bag e ABS !!
Consertamos buzina de toyota hilux e corola em geral !!

Contatos - 84 - 9. 9668-8485

WhatsApp - 84 - 9.9945-5859

Agentes Penitenciários do RN lutam pela permanência do atual secretário da sejuc


Nos agentes penitenciários do Estado do Rio Grande do Norte manifestamos o nosso total apoio a permanência do nosso secretário a frente da SEJUC.

Reconhecemos o excelente trabalho que vem desempenhando juntamente com sua equipe , trabalho esse que mudou a realidade do sistema penitenciário do RN

Mauro é um especialista em sistem penitenciário,  não assumiu a secretaria por benefício político, mas sim por meritocracia.

Ele juntamente com sua equipe conteve a maior rebelião da história do Estado, e o mais importante , manteve o controle do Estado dentro dos presídios após sanada a crise.

Além disso, reformou e reestruturou todos os presídios , implantou procedimentos , ordem e disciplina nas cadeias , enfrentou e o crime organizado e descapitalizou as facções criminosas.

O nosso secretário lutou pelo nosso concurso , nos deu um curso de formação de excelência , e além disso capacitou os agentes mais antigos com cursos de armamento e tiro, já que a maioria nunca tinha tido um curso de como manusear um arma. Trabalhavam nos plantões sem nenhuma segurança.

O nosso secretário combateu a corrupção dentro do sistema , demitindo agentes envolvidos com o crime.

O nosso secretário tornou o nosso sistema referência em todo país e nos deu orgulho em vestir nossa farda.

Mauro, nos estamos com você , e deixamos o nosso obrigado por tudo que você fez pelo servidor e pelo sistema

Agepen RN

Argentina diz que não tem condições de retirar submarino do fundo do mar


O ministro de Defesa da Argentina, Oscar Aguard, reconheceu neste sábado que o país não tem meios para retirar o submarino ARA San Juan, localizado durante a madrugada no Oceano Atlântico após um ano de busca, do fundo do mar.

“Eu diria que não, que não temos os meios. Não tínhamos nem os meios para encontrá-lo. Também não temos ROV (veículos de inspeção remota) para descer nessa profundidade. Nem temos equipamento para extrair uma embarcação com essas características”, afirmou o ministro em entrevista coletiva concedida em Bunos Aires.

O Ministério da Defesa e a Marinha informaram na madrugada deste sábado que, após dois meses de rastreamento no oceano, a companhia americana Ocean Infinity localizou o submarino a 800 metros de profundidade e a cerca de 600 quilômetros do litoral.

O comandante da Marinha da Argentina, José Luis Villán, ressaltou que há outros problemas para retirar o submarino do mar, como exigem os familiares dos 44 tripulantes que estavam a bordo.

Primeiro, segundo ele, há uma impedimento legal, já que seria necessária uma autorização da juíza que investiga o caso. Além disso, questões de ordem técnica precisam ser resolvidas para que a operação seja realizada com sucesso.

Villán também confirmou que o submarino se partiu em várias partes, que estão espalhadas em uma área de 800 metros quadrados.

“A localização exata é muito próxima do lugar da anomalia hidroacústica (consistente com uma explosão, detectada por agências internacionais em 2017). É a área onde tínhamos considerado que havia 90% de chance de ele estar nela. Todas as equipes buscaram nessa área”, explicou Villán durante a entrevista.

O comandante da Marinha informou que o submarino foi localizado a 907 metros de profundidade pela companhia americana Ocean Infitiny, contratada pelo governo argentino para realizar as buscas, a cerca de 600 quilômetros do litoral da argentina.

“Isso sugere, ainda sem termos certeza, que pode ter havido uma implosão, que o submarino colapsou muito perto do fundo. Os escombros estão muito próximos dentro da área”, explicou o capitão Enrique Balbi, que também participou da entrevista.

O casco resistente, a parte habitável do submarino, com cerca de 30 metros de tamanho, foi a primeira a ser localizada. Há outras três partes da embarcação, de menores dimensões, com formas que coincidem com a proa, a popa e a vela.

“Todo o casco resistente não está partido. É uma única peça, que foi deformada e entrou para o interior (do submarino), resultado da pressão externa da coluna hidroestática”, disse Balbi.

O capitão confirmou que os destroços foram encontrados perto do Golfo de San Jorge, entre 500 e 600 quilômetros do litoral.

Veja