Economia libera R$ 257 milhões para construção de rodovias e auxílio-moradia

17:59:00


O ministério da Economia, chefiado por Paulo Guedes, autorizou um crédito suplementar de R$ 257 milhões para os ministérios de Minas e Energia, Relações Exteriores, Infraestrutura, Meio Ambiente e a própria Economia. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União.

Dentre as destinações do valor liberado por Guedes, estão programas de tecnologia e informática; construções de ferrovias, pontes e rodovias; atividades administrativas e de publicidade, além de auxílio-moradia de agentes públicos, que somam R$ 119,7 mil.

O ministério da Economia ficou com R$ 36,5 milhões do montante. Já o ministério da Infraestrutura, com mais de R$ 200 milhões. O ministério de Relações Exteriores ganhou R$ 17 milhões, o Meio Ambiente levou R$ 1,1 milhão e o de Minas e Energia recebeu pouco mais de R$ 305 mil.

Foram beneficiados pelo dinheiro o Banco Central, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a Agência Nacional de Mineração (ANM), a Valec (responsável por ferrovias), o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), entre outros.

Leia Também...

0 comentários