Vigiado por mais de 50 policiais, Neymar deverá depor na quinta

08:46:00

Foto: ReutersO atacante Neymar deverá prestar depoimento na quinta-feira (13), ࣶs 16h, na 6a DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), em São Paulo, onde é acusado de estupro pela modelo Najila Trindade.

Júlio Borba, chefe dos investigadores da DDM em Santo Amaro, zona sul da cidade, confirmou a data à Folha. Borba, desde a segunda-feira (10), recebe agentes do GOE (Grupo de Operações Especiais) e da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) para vistoriarem o prédio da delegacia e os arredores para traçarem uma estratégia de segurança.

Advogada e funcionários de Neymar também participaram dessas tratativas.

A princípio o estafe do jogador consultou a possibilidade de comparecer ao prédio de helicóptero, mas não há espaço físico para o pouso. Nesta terça (11), uma estrutura com cavaletes para isolar a única porta de acesso ao prédio da DDM foi instalada. A movimentação gerou especulações que o jogador poderia comparecer a qualquer momento prestar depoimento, o que foi descartado.
Curiosos e fãs do atacante do Paris Saint- Germain também passaram pelo local diante do excesso de viaturas que entravam na DDM durante o dia. “O depoimento está agendado para quinta-feira à tarde”, disse Borba.

Neymar deverá entrar pelo 11o Distrito Policial, um prédio vizinho ao da DDM em Santo Amaro. Com isso, o jogador não teria contato com jornalistas do Brasil e do exterior que fazem plantão no local desde o último dia 1o, após a delegada Juliana Lopes Bussacos instaurar inquérito policial.

Najila registrou o boletim de ocorrência, no dia anterior, acusando Neymar de agredi-la e estuprá-la no dia 15 de maio em um hotel em Paris, na França.

Diante dessa estratégia, a CET, a princípio, vai interditar apenas um quarteirão da rua Padre José de Anchieta, uma das vias mais conhecidas e movimentadas do bairro de Santo Amaro.

Pelo menos 50 policiais deverão fazer a segurança somente na área interna no dia do depoimento. “Não temos um número ainda dos policiais que vão trabalhar do lado de fora e arredores. Mas na parte interna para dar segurança ao jogador, imprensa, teremos 50 policiais”, disse Borba.

Folhapress

Leia Também...

0 comentários