Polícia Civil deflaga operação "Andarilhos" e prende seis integrantes de organização criminosa especializada em roubos a bancos e carro-fortes

07:55:00


Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) deflagraram, na terça-feira (8) e finalizaram, na manhã desta sexta-feira (11), a Operação "Andarilhos", que resultou na prisão de seis homens. A ação policial foi realizada com o objetivo de prender parte desta organização criminosa, especializada em roubos a bancos e em ataques a carros-fortes em vários estados da Federação Brasileira, especialmente, no Rio Grande do Norte.

As prisões são desdobramentos de uma operação, realizada em fevereiro deste ano, quando, após trabalho de investigação, os policiais civis da DEICOR foram até uma granja, localizada no município de Taipu, quando aconteceu um intenso confronto entre os policiais e vários suspeitos fortemente armados. Durante o confronto, os suspeitos entraram em um matagal e conseguiram fugir. Na granja, foram apreendidos cinco fuzis, três espingardas calibre 12, quatro pistolas, mais de três mil munições, dezenas de explosivos de diversos tipos, nove coletes balísticos, quatro rádios comunicadores da polícia, oito veículos usados nas ações criminosas, além de grampos e materiais utilizados em corte dos lacres dos bancos 24h.

Agora, após sete meses de trabalho investigativo, foram presos nesta quinta-feira (10): Brucce Isis Cirilo Baracho de Medeiros, 31 anos, José Alexandre Barbosa, 37 anos, Marcos Antônio Lopes, 36 anos, Raimundo Nonato Martins Júnior, 28 anos, Romário Gomes Silveira, 30 anos e Renê da Silva Paiva, 39 anos. Romário Gomes já estava preso no Presídio Federal de Catanduvas, no Paraná, e Renê Paiva já estava preso na Cadeia Pública Raimundo Nonato, em Natal.

Romário Gomes foi o principal articulador da fuga do Presídio da Paraíba chamado de PB1, a qual aconteceu em setembro do ano passado, onde bandidos utilizaram explosivos para ter acesso ao presídio e dar fuga aos apenados, tendo fugido mais de cem detentos e, depois dessa fuga, Romário Gomes chegou no RN, supostamente, roubar bancos e carros-fortes.

Continuam foragidos: Alan Davidson, conhecido como "Galeguinho", José Rafael Nunes da Silva “Ureia”, Jussie de Araújo Santos, conhecido como “Ciê” e Camilo Cassimiro Nunes, conhecido como “Camilo Bombado”. Estes homens são investigados pela suspeita prática de, aproximadamente, dez ações entre carros-fortes e explosão na modalidade intitulada de “novo cangaço”.

Caicó Auto Chaves
Perdeu a chave do seu carro? Não se preocupe temos o que há de mais moderno em codificação de chaves automotiva, contato: 84 - 9. 9945 - 5859 ou 9.9668 - 8485





Leia Também...

0 comentários