Caso Renata Ranyelle: Jovem baleada com tiro no rosto morre em UTI do HRTM

07:35:00



A vendedora Renata Ranyelle Maciel de Almeida, 23 anos, baleada na cabeça no último sábado (23), em São Miguel, não resistiu e morreu na noite desta sexta-feira (28) na UTI do Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró. 

O caso

Renata Ranyelle foi baleada dentro da loja em que trabalhava no centro de São Miguel, região Oeste do Rio Grande do Norte. Baleada no rosto, a vítima foi levada para o hospital local e depois transferida em estado grave para Mossoró. 

No HRTM, a jovem foi entubada e permaneceu alguns dias aguardando uma vaga na unidade de terapia intensiva (UTI), do hospital. 

Principal suspeito

Apesar do caso ter sido tratado inicialmente por tentativa de latrocínio – roubo seguido de morte –, a polícia mudou a versão após analisar o sistema de segurança da loja. Em um vídeo gravado pelas câmeras de segurança é possível ver que o homem atira na vítima mesmo sem ela ter esboçado reação depois de ter entregado o dinheiro. O criminoso foge sem levar o dinheiro. 

Para polícia, o principal suspeito é o ex-namorado da vítima identificado com Paulo Roberto da Silva. Segundo a investigação, o acusado não teria aceitado o fim do relacionamento.


Leia Também...

0 comentários