Pit bull que perdia briga na rinha virava churrasco para público

20:18:00


          Foto: Divulgação/Polícia Civil PR



A prisão de 41 pessoas em uma chácara na noite de sábado (14) em Mairiporã, na grande São Paulo, mostra que o Brasil está na rota internacional de apostas em rinhas de cachorros. O esquema era tão organizado, que os cães recebiam treinamentos de atletas, com seleção genética, treinos físicos e alimentação especial. Foram 19 cachorros pit bull resgatados na rinha sábado.

Segundo a Polícia Civil, os animais estavam muito machucados. Alguns estavam mortos. Churrasco com carne de cachorro perdedor era servido aos participantes da rinha e público em geral.

“Era uma cena de terror. Tinha cachorro morto, cachorro machucado, cachorro que era morto e era assado para eles comerem”, afirma Layola. O “churrasco” com carne dos cachorros era consumida pelo próprio público e organizadores. “Parecia um ritual macabro. A médica veterinária que nos acompanhou foi quem disse que a carne assada era de cachorro. A gente inicialmente não acreditou”, espanta-se o delegado.

Outra coisa que chamou a atenção dos policiais é que de tão machucado, um dos cachorros chegou a urinar sangue. Apesar dos ferimentos graves, nenhum dos cachorros precisou ser sacrificado.

A competição tinha o nome de Circuito Internacional 4 x 4. Havia premiação com troféu e dinheiro, apostas online e até separação de categorias entre machos e fêmeas. Na última edição da rinha em outubro, na República Dominicana, um cachorro paranaense venceu a disputa. “Temos informação de que queriam comprar este animal por R$ 50 mil, mas o criador não vendeu”, afirma o delegado. De acordo com delegado, um cachorro campeão poderia chegar a custar R$ 200 mil – o preço de um carro de luxo.

Foto: Divulgação/Polícia Civil PR

Tribuna PR


Leia Também...

0 comentários